Menu

Como Centro Humanitário da Igreja e Deseret Manufacturing ensinam habilidades e serviço

Garrett Bloomquist started as an associate six years ago, but now he works as a trainer to help manufacture beds at Deseret Manufacturing in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Garrett Bloomquist started as an associate at Deseret Manufacturing six years ago, but now he works as a trainer to help manufacture beds in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints sends aid from the Humanitarian Center in Salt Lake City, Utah, to those in need around the world, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
No Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City, em novembro de 2021, os colaboradores podem aprender inglês enquanto recebem treinamento profissional. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
At the Church’s Humanitarian Center in Salt Lake City, Utah, associates can learn English while receiving job training, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
At the Church’s Humanitarian Center in Salt Lake City, Utah, associates can learn English while receiving job training, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Neal Sharp works hard on the paint line at the Deseret Manufacturing facility in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Amal Klito, an immigrant from Sudan who is now a certified nursing assistant, is one of the success stories of the Church’s Humanitarian Center in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Elena Orrego veio para os Estados Unidos, com sua família, do Peru em 2010. Ela agora é coordenadora do Centro de Aprendizagem de Inglês no Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Deseret Industries associates get paid while they learn new job skills and establish a work history at the Humanitarian Center and nearby Deseret Manufacturing in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Kadija Mahdi and her family arrived in Utah from Somalia seven years ago. Kadija works part time and learns English while receiving job training at the Church’s Humanitarian Center in Salt Lake City, Utah, November 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Garrett Bloomquist começou a trabalhar na Deseret Manufacturing em Salt Lake City, Utah, durante um período desafiador em sua vida.

“[Para] mim, depois de concluir o ensino médio, foi difícil porque tenho autismo e apesar de estar muito bem, não tinha rotina, nem expectativas, nem planos e nem objetivos, e era muito difícil até mesmo sair do meu quarto e se levantar da cama”, disse Bloomquist à Sala de Imprensa da Igreja [em inglês]. 

Agora, seis anos depois, ele é treinador de produção e trabalha para ajudar a fabricar camas. 

“Pude abençoar minha família. As contas estão pagas. Isso ajuda … a apoiar as dificuldades que temos. Não sei onde estaria sem este programa”, disse ele.

Os colaboradores da Deseret Industries são pagos enquanto aprendem novas habilidades profissionais e desenvolvem um histórico de trabalho no Centro Humanitário e na vizinha Deseret Manufacturing em Salt Lake City, em novembro de 2021.
Os colaboradores da Deseret Industries são pagos enquanto aprendem novas habilidades profissionais e desenvolvem um histórico de trabalho no Centro Humanitário e na vizinha Deseret Manufacturing em Salt Lake City, em novembro de 2021. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Bloomquist é um de dezenas de funcionários apoiados pelas instalações de manufatura e treinamento de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Eles estão procurando algumas pessoas com desejo de trabalhar agora, e nenhuma experiência é necessária. De acordo com o artigo da Sala de Imprensa da Igreja [em inglês], os colaboradores são pagos enquanto aprendem novas habilidades profissionais e estabelecem um histórico de trabalho. 

Habilidades de ensino e serviço na Deseret Manufacturing

Três fábricas diferentes estão associadas ao nome Deseret Manufacturing, explicou o gerente de operações Joel Deeble. Os colaboradores, ou trainees, vêm por indicação de seu bispo e são designados para o departamento de colchões, fabricação de madeira ou oficina de letreiros. 

Mas ele disse que o que eles realmente fazem é construir pessoas através da construção de produtos. 

Como Neal Sharp. Depois de cumprir pena na prisão, ele passou um tempo desempregado. Seu bispo deu-lhe uma recomendação cerca de 2 anos e meio atrás para se juntar ao programa de treinamento para trabalho na Deseret Manufacturing. Sharp agora está trabalhando como líder na linha de pintura.

Neal Sharp trabalha duro na linha de pintura de Deseret Manufacturing em Salt Lake City, em novembro de 2021.
Neal Sharp trabalha duro na linha de pintura de Deseret Manufacturing em Salt Lake City, em novembro de 2021. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Tento apenas controlar toda a madeira que está entrando, em todos os diferentes projetos que fazemos. Meu trabalho principal é passar a madeira na máquina para a pintura. … Levei cerca de 5 meses e meio para aprender a operar aquela máquina. Sei como operar ambas as máquinas [realmente] bem”, disse Sharp à Sala de Imprensa da Igreja [em inglês]. “Agora, se houver outra empresa que faça a mesma coisa, posso ir lá trabalhar e já sei como fazer a máquina funcionar.” 

Bloomquist opera o equipamento para fazer molas para colchões. 

Os móveis de madeira e os colchões novos são enviados aos armazéns do bispo e às lojas das Indústrias Deseret [em inglês] em todo o país para ajudar os necessitados. Eles também são doados a agências de reassentamento de refugiados e para ajudar as pessoas que foram desalojadas de suas casas após furacões, inundações e incêndios. 

“Isso me ajudou a ter fé suficiente para saber que posso ajudar outras pessoas lá fora”, disse Sharp. “Já fui beneficiado pelo programa, e agora outras pessoas podem ser beneficiadas. É assim que posso ajudá-los.”

Aprendendo inglês e treinamento profissionalizante no Centro Humanitário

Os colaboradores podem aprender inglês durante o treinamento profissionalizante no Centro Humanitário da Igreja, que não fica muito longe da Deseret Manufacturing em Salt Lake City. As referências vêm de bispos ou do Departamento de Serviços de Força de Trabalho de Utah, relatou a Sala de Imprensa da Igreja [em inglês].

A coordenadora do Centro de Aprendizagem de Inglês no Centro Humanitário da Igreja é Elena Orrego. Ela foi do Peru para os E.U.A. com sua família em 2010.

Elena Orrego veio para os Estados Unidos, com sua família, do Peru em 2010. Ela agora é coordenadora do Centro de Aprendizagem de Inglês no Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City.
Elena Orrego veio para os Estados Unidos, com sua família, do Peru em 2010. Ela agora é coordenadora do Centro de Aprendizagem de Inglês no Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Fiquei aqui por um curto período de tempo, mas foi um momento excepcional para mim, porque foi uma forma única de entender como funciona um local de trabalho aqui nos Estados Unidos”, disse Orrego.

Randy Foote, gerente de operações do Centro Humanitário, disse: “Muitos dos refugiados que vieram para cá passaram por muitas dificuldades. Em muitos casos, eles fugiram de países devastados pela guerra, passaram muitos anos em campos de refugiados e alguns até perderam famílias.”

Uma dessas refugiadas é Kadija Mahdi, que veio da Somália para Utah com sua família há sete anos.

Kadija Mahdi e sua família vieram da Somália para Utah há sete anos. Kadija trabalha meio período e aprende inglês enquanto recebe treinamento profissional no Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City, em novembro de 2021.
Kadija Mahdi e sua família vieram da Somália para Utah há sete anos. Kadija trabalha meio período e aprende inglês enquanto recebe treinamento profissional no Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City, em novembro de 2021. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Eu opero uma empilhadeira, separo as roupas [e conduzo] testes de qualidade”, disse ela. Ela também está ensinando outras pessoas a operar a empilhadeira. Ela move pacotes de roupas doadas para as Indústrias Deseret ao redor do centro para classificação. A Igreja e suas agências parceiras enviam as roupas para vários países para os necessitados.   

Quatro horas por dia, os colaboradores são pagos para aprender inglês. Nas outras quatro horas, eles trabalham na área de produção, seja separando roupas, realizando serviços gerais ou trabalhando na cozinha.

A cozinha é uma instalação de serviço completo, com refeitório que fornece comida para as duas instalações de treinamento. Ela também é utilizada em programas de treinamento para ensinar aos colaboradores habilidades muito específicas que eles podem usar em um futuro emprego.

O evangelho em ação no Centro Humanitário

Foote disse que todos estão, em seu próprio ritmo, nos programas de inglês e nos programas de treinamento profissionalizante. Eles tiveram funcionários que falavam 29 idiomas diferentes no passado.

“Por sermos um programa de treinamento, todo o nosso sentimento é tentar levar as pessoas a um lugar onde possamos ajudá-las a conseguir empregos melhores e a se tornarem autossuficientes”, disse ele à Sala de Imprensa da Igreja [em inglês].  

Amal Klito, uma imigrante do Sudão, separou roupas, aprendeu a operar a empilhadeira e se tornou líder de equipe. Ela agora é uma assistente certificada de enfermagem.

Amal Klito, uma imigrante do Sudão que agora é assistente certificada de enfermagem, é uma das histórias de sucesso do Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City, em novembro de 2021.
Amal Klito, uma imigrante do Sudão que agora é assistente certificada de enfermagem, é uma das histórias de sucesso do Centro Humanitário da Igreja em Salt Lake City, em novembro de 2021. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Estou aqui hoje para ter uma vida boa e espero que todos venham aqui para serem treinados. Eles podem se concentrar no que querem fazer no futuro”, disse Klito.

Foote disse que Klito e Mahdi realmente prosperaram, apesar das dificuldades do passado, e aprenderam muitas novas habilidades. 

“Uma das maiores bênçãos é que este é um lugar onde podemos ver o evangelho em ação”, disse Foote.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Com sua habilidade de entrar em lugares que outros não conseguiam, Marcos ganhou o carinhoso apelido de la Pulga, espanhol para ‘A Pulga’. Sua história é a de se estar no lugar certo na hora certa, observa Lloyd Newell em “Música e Palavras de Inspiração” desta semana com o Coro do Tabernáculo na Praça do Templo.

Professores podem agora registrar a frequência às aulas por meio do aplicativo Ferramentas do Membro.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço