Menu

Temas da conferência geral: 'O que mais importa' — Convites proféticos para a Páscoa e Semana Santa

Profetas e apóstolos discursam sobre a Expiação e Ressurreição de Jesus Cristo, assim como atuais aplicações e bênçãos, durante a conferência geral de abril de 2023

Nota do editor: No final de semana da conferência geral, o Church News mais uma vez proporcionou traduções próprias em português para ajudar os membros a acompanharem o evento. Tais traduções podem ou não coincidir com as traduções encontradas nos sites da Igreja, sendo que seu conteúdo é o mesmo. 

O Profeta e Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias destacou o Domingo de Páscoa como “a comemoração religiosa mais importante para os seguidores de Jesus Cristo” e a Expiação e Ressurreição de Jesus Cristo como “o evento mais importante e transcendente já registrado na Terra.”

E vários membros do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja classificaram a Semana Santa como “a semana mais importante na história da humanidade” e a Páscoa como “a data comemorativa mais importante.”

Tais superlativos enfáticos foram utilizados por Presidente Russell M. Nelson e três Apóstolos: Élder D. Todd Christofferson, Élder Ronald A. Rasband e Élder Gary E. Stevenson,que discursaram neste fim de semana durante a conferência geral de abril de 2023 sobre os eventos, a doutrina e as muitas bênçãos associadas ao Domingo de Ramos, à Semana Santa e ao Domingo de Páscoa.

‘Suplico-lhes que se acheguem a Ele’

“Daqui a uma semana será Domingo de Páscoa”, disse Presidente Nelson em seu discurso de encerramento da conferência, no domingo, 2 de abril. “É a comemoração religiosa mais importante para os seguidores de Jesus Cristo. A principal razão pela qual celebramos o Natal é a Páscoa.” 

O Profeta salientou que a lição do “Vem, Segue-Me” desta semana, incentiva o estudo da entrada triunfal do Salvador em Jerusalém, Sua purificação do templo, Seu sofrimento no Jardim do Getsêmani, Sua Crucificação, Sua gloriosa Ressurreição e Suas aparições subsequentes a Seus seguidores.

“Apreciem estes versículos sagrados e encontrem todas as formas possíveis de agradecerem ao nosso Pai Celestial por nos enviar Seu Filho Unigênito”, disse Presidente Nelson. “Graças a Jesus Cristo, podemos nos arrepender e receber perdão por nossos pecados. Graças a Ele, cada um de nós ressuscitará.”

Ele convidou seus ouvintes a também estudarem o relato da aparição do Salvador aos nefitas nas Américas, conforme registrado em 3 Néfi 13-14, ressaltando também as palavras de súplica do Salvador antes de Sua aparição.

“Não volvereis a mim agora, arrependendo-vos de vossos pecados e convertendo-vos, para que eu vos cure? (...) Eis que o meu braço de misericórdia está estendido para vós e aquele que vier, eu o receberei” (3 Néfi 9, 13-14).

Presidente Russell M. Nelson de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e sua esposa, irmã Wendy Nelson, acenam para a congregação no domingo, 2 de abril de 2023, ao deixarem o Centro de Conferências em Salt Lake City, Utah.
Presidente Russell M. Nelson de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e sua esposa, irmã Wendy Nelson, acenam para a congregação no domingo, 2 de abril de 2023, ao deixarem o Centro de Conferências em Salt Lake City, Utah. | Jeffrey D. Allred, Deseret News

Presidente Nelson disse: “Queridos irmãos e irmãs, Jesus Cristo faz esse mesmo convite a vocês hoje. Suplico-lhes que se acheguem a Ele para que Ele possa curá-los. Ele os curará do pecado conforme vocês se arrependerem. Ele os curará da tristeza e do medo. Ele os curará das feridas deste mundo.

“Quaisquer dúvidas ou problemas que vocês tenham, a resposta sempre é encontrada na vida e nos ensinamentos de Jesus Cristo, acrescentou ele. Aprendam mais sobre Sua Expiação, Seu amor, Sua misericórdia, Sua doutrina e Seu evangelho restaurado de cura e progresso. Voltem-se a Ele. Sigam-No.”

Anteriormente, neste mesmo dia na sessão da manhã de domingo, enquanto discursava sobre evitarmos conflitos e contendas e prosseguirmos em espírito de compaixão e reconciliação, ele destacou a Semana Santa e a Páscoa.

“Hoje é Domingo de Ramos”, disse ele. “Estamos nos preparando para comemorar o evento mais importante e transcendente já registrado na Terra, que é a Expiação e Ressurreição do Senhor Jesus Cristo. Uma das melhores maneiras de honrarmos o Salvador é nos tornarmos pacificadores.”

‘Que nunca nos esqueçamos’

Élder Christofferson destacou em seu discurso, na sessão da manhã de domingo, que aquele dia era Domingo de Ramos, marcando o início da Semana Santa, que inclui a entrada triunfal do Senhor em Jerusalém, Seu sofrimento no Getsêmani, e a morte na cruz e Sua gloriosa Ressurreição no Domingo de Páscoa.

“Que nunca nos esqueçamos do que Cristo suportou para nos redimir”, disse Élder Christofferson. “E que nunca percamos a imensa alegria que sentiremos novamente na Páscoa, ao contemplarmos Sua vitória sobre a sepultura e o dom da ressurreição universal.”

Ele ainda ressaltou a refeição da Páscoa que Jesus compartilhou com seus apóstolos, na noite anterior às provações e à crucificação que O esperavam. Na Sagrada Oração Intercessora, Cristo rogou: “Pai Santo, guarda em teu nome [meus apóstolos] aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós” (João 17, 11).

Missionários posam para uma foto perto da estátua do Christus, antes da sessão da manhã de sábado da 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, em 1º de abril de 2023.
Missionários posam para uma foto perto da estátua do Christus, antes da sessão da manhã de sábado da 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, em 1º de abril de 2023. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O Salvador expandiu Sua petição para incluir todos os seus seguidores, disse Élder Christofferson, cujos comentários foram intitulados “Um em Cristo”: “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um; como tu, ó Pai, és em mim e eu em ti, que também eles sejam um em nós” (João 17: 20-21).

“A Ressurreição de Jesus Cristo presta testemunho de Sua divindade e que Ele sobrepujou todas as coisas”, concluiu Élder Christofferson. “Sua Ressurreição testifica que, ligados a Ele por convênios, nós também podemos sobrepujar todas as coisas e nos tornarmos um. Sua Ressurreição testifica que, através Dele, a imortalidade e a vida eterna são realidades.”

‘A semana mais importante na história da humanidade’

Em sua mensagem na tarde de domingo, intitulada “Hosana ao Deus Altíssimo”, Élder Rasband observou que o Domingo de Ramos, no qual multidões de adoradores às portas de Jerusalém seguraram palmas e bradaram “Hosana” a Jesus, “marcou o início da última semana do ministério mortal de Jesus Cristo. Foi a semana mais importante na história da humanidade.”

A entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e os acontecimentos da semana, que foi concluída com Sua Crucificação e Ressurreição, “exemplificam a doutrina que podemos aplicar em nossa vida hoje”, acrescentou ele.

Élder Rasband disse que as lições são: “aceitarmos a profecia e os ensinamentos proféticos, agirmos de acordo com a inspiração do Espírito Santo, tornarmo-nos verdadeiros discípulos e buscarmos o poder de cura da Expiação de nosso Senhor.”

Ele convidou os ouvintes a imaginarem, e se prepararem, para um cenário semelhante ao da entrada triunfal de Cristo no Domingo de Ramos.

“Embora hoje não estejamos às portas de Jerusalém com palmas em nossas mãos”, disse Élder Rasband, “chegará o tempo em que, como profetizado em Apocalipse, ‘uma grande multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, [estarão] diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas, e com palmas nas suas mãos’” (Apocalipse 7: 9).

‘A maior história da Páscoa já contada’

Em seus comentários na manhã de sábado, Élder Stevenson ressaltou a recente carta da Primeira Presidência, anunciando os planos de adoração no Domingo de Páscoa para alas, ramos, famílias e indivíduos “para comemorar esta data tão importante”. Ele chamou a carta de “um convite ao despertar”.

“Eles não apenas convidaram todos nós a garantirmos que nossa celebração do evento mais importante que já aconteceu nesta Terra, a Expiação e Ressurreição de Jesus Cristo, inclua a reverência e o respeito que o Senhor merece; eles também nos deram mais tempo para passarmos com nossos familiares e amigos no Domingo de Páscoa.”

Ele fez a pergunta: “Como podemos reproduzir o ensino e a celebração da ressurreição de Jesus Cristo, a história da Páscoa, com o mesmo equilíbrio, plenitude e rica tradição religiosa do nascimento de Jesus Cristo, a história do Natal?”

Élder Stevenson e sua esposa, a irmã Lesa Stevenson, contemplaram como expandir a atenção às escrituras em suas comemorações da Páscoa. Eles analisaram os eventos e as consequências da Páscoa e da Semana Santa, através de lentes duplas dos amados relatos do Novo Testamento e daqueles encontrados em 3 Néfi, do Salvador falando, aparecendo e ministrando em Sua glória ressurreta.

Participantes posam para fotos antes da sessão da manhã de sábado da 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no dia 1º de abril de 2023.
Participantes posam para fotos antes da sessão da manhã de sábado da 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no dia 1º de abril de 2023. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Na realidade, o Livro de Mórmon narra a maior história da Páscoa já relatada. Não permita que ela seja a maior história da Páscoa jamais relatada”, disse ele. “Convido-os a examinarem o Livro de Mórmon sob uma nova luz, e considerarem o profundo testemunho que ele presta da realidade do Cristo Ressuscitado, bem como da riqueza e profundidade da doutrina de Cristo. (…)

“Sua visita como Salvador ressurreto, apresentado por Deus, o Pai, é uma gloriosa e triunfante mensagem de Páscoa. Isso ajudará nossos familiares a obterem um testemunho pessoal de Jesus Cristo como nosso Salvador e Redentor, que rompeu as ligaduras da morte.”

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.