Menu

Cruz Vermelha colombiana reconhece parceria de 5 anos com a Igreja em projeto de ajuda humanitária

Irmã Renlund e irmã Zeballos representaram a Igreja em evento da Cruz Vermelha e ajudam a distribuir auxílio a várias dezenas de famílias necessitadas

CÚCUTA, Colômbia — Ao mesmo tempo em que seus maridos realizavam conferências de liderança para a região centro-oeste da Venezuela na sede da Estaca Cúcuta Colômbia, a irmã Ruth Renlund e a irmã Carmen Zeballos cumpriam uma designação dada pela presidência da Área América do Sul Noroeste.

A irmã Renlund e a irmã Zeballos representaram A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na cidade de Cúcuta, ao aceitarem o reconhecimento da Cruz Vermelha colombiana pela parceria de cinco anos prestando apoio aos refugiados venezuelanos.

Irmã Ruth Renlund, segunda a partir da esquerda, e irmã Carmen Zeballos, à esquerda, aceitam um presente de agradecimento, em nome de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de Gladys Navarro Uribe, segunda à direita, e Juan Carlos Torres Daza, diretor executivo regional, pela parceria de cinco anos com a Cruz Vermelha colombiana.
Irmã Ruth Renlund, segunda a partir da esquerda, e irmã Carmen Zeballos, à esquerda, aceitam um presente de agradecimento, em nome de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de Gladys Navarro Uribe, segunda à direita, e Juan Carlos Torres Daza, diretor executivo regional, pela parceria de cinco anos com a Cruz Vermelha colombiana. | Scott Taylor

Ao lado dos líderes de bem-estar da área e locais na sede regional do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana no sábado, 10 de dezembro, a irmã Renlund e a irmã Zeballos aceitaram um presente de agradecimento de Gladys Navarro Uribe, presidente da seção, e Juan Carlos Torres Daza, diretor executivo.

A irmã Ruth Renlund, ao centro, e a irmã Carmen Zeballos, à direita, doam um cobertor e uma caixa com outros itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana em 10 de dezembro de 2022, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia.
A irmã Ruth Renlund, ao centro, e a irmã Carmen Zeballos, à direita, doam um cobertor e uma caixa com outros itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana em 10 de dezembro de 2022, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia. | Scott Taylor

A irmã Renlund é a esposa de Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, e a irmã Zeballos, esposa de Élder Jorge F. Zeballos, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área América do Sul Noroeste.

Navarro e Torres foram efusivos em seus elogios à parceria de cinco anos, e minuciosos em sua análise dos esforços de ajuda à crise humanitária ao longo da fronteira entre Colômbia e Venezuela.

A irmã Ruth Renlund, ao centro, e a irmã Carmen Zeballos, à direita, doam um cobertor e uma caixa com outros itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana em 10 de dezembro de 2022, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia.
A irmã Ruth Renlund, ao centro, e a irmã Carmen Zeballos, à direita, doam um cobertor e uma caixa com outros itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana em 10 de dezembro de 2022, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia. | Scott Taylor

Como parte do evento, a irmã Renlund e a irmã Zeballos passaram um tempo distribuindo pessoalmente caixas de comida, kits de higiene, cobertores e outros suprimentos para várias dezenas de refugiados reunidos nos escritórios da Cruz Vermelha.

Desde 2017, a Igreja fez parceria com a Cruz Vermelha colombiana para prestar apoio aos refugiados venezuelanos.

HISTÓRIAS RELACIONADAS
Conferência de liderança com Élder Renlund na fronteira é o mais recente esforço para ministrar diretamente santos venezuelanos
Irmã Ruth Renlund, ao centro, e irmã Carmen Zeballos, à direita, entregam itens de ajuda humanitária a um refugiado venezuelano, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia, em 10 de dezembro de 2022.
Irmã Ruth Renlund, ao centro, e irmã Carmen Zeballos, à direita, entregam itens de ajuda humanitária a um refugiado venezuelano, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia, em 10 de dezembro de 2022. | Scott Taylor

Mas é mais do que apenas os migrantes necessitados: a ajuda também tem sido prestada aos afetados por desastres naturais ou conflitos comuns ao longo da fronteira entre Venezuela e Colômbia, assim como àqueles que estão economicamente vulneráveis.

No projeto compartilhado pela Igreja com a Cruz Vermelha colombiana, cerca de 50.000 itens foram distribuídos para mais de 155.000 beneficiários, totalizando cerca de US$ 220.000. A ajuda inclui 65 toneladas de alimentos em cerca de 23.500 kits de alimentação, cerca de 8.000 kits de higiene, mais de 7.000 cobertores, mais de 3.000 pares de sapatos e muito mais.

Irmã Ruth Renlund, à esquerda, e irmã Carmen Zeballos, ao centro, entregam itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia, em 10 de dezembro de 2022.
Irmã Ruth Renlund, à esquerda, e irmã Carmen Zeballos, ao centro, entregam itens de ajuda humanitária a uma refugiada venezuelana, nos escritórios do Santander Norte da Cruz Vermelha colombiana em Cúcuta, Colômbia, em 10 de dezembro de 2022. | Scott Taylor
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Com sua habilidade de entrar em lugares que outros não conseguiam, Marcos ganhou o carinhoso apelido de la Pulga, espanhol para ‘A Pulga’. Sua história é a de se estar no lugar certo na hora certa, observa Lloyd Newell em “Música e Palavras de Inspiração” desta semana com o Coro do Tabernáculo na Praça do Templo.

Professores podem agora registrar a frequência às aulas por meio do aplicativo Ferramentas do Membro.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço