Menu

Como um hino da Primária ajudou a ensinar os benefícios de se nutrir

Henry J. Eyring, presidente da BYU–Idaho, ensinou sobre os milagres que advêm de se nutrir, no primeiro devocional de 2023 da instituição

Em seu primeiro discurso de 2023 para estudantes da BYU-Idaho, o presidente da universidade, Henry J. Eyring, falou sobre a necessidade de se nutrir e ser nutrido. 

Ele começou sua mensagem na terça-feira, 10 de janeiro, com o pedido não convencional de que os participantes se juntassem a ele para cantar a canção da Primária “O Riachinho Faz”. Sem hesitação, o público se juntou a ele para cantar a primeira estrofe e o refrão. 

“O riachinho faz muito bem ao passar;”

“O riachinho faz muito bem ao passar.”

“Pequeno é mas suas águas dão vida a tudo aonde vão.

Todo o dia, a cantar: “Faze o bem, oh! faze o bem!” 

Todo o dia, a cantar: “Faze o bem, oh! faze o bem!”

Em suas observações, o presidente Eyring fez uma comparação entre [o bem] e a nutrição feitas por um riacho às plantas e à vida selvagem, com a nutrição feita na universidade. 

“Na BYU-Idaho, no campus e on-line, os rios de conhecimento espiritual e temporal nunca deixam de fluir. E nenhum estudante é deixado para trás. Mesmo ao nos concentrarmos em nossos estudos e desenvolvermos capacidades para elevar a nós mesmos e outras pessoas, podemos nutrir.”

A irmã Kelly Eyring discursa durante o devocional de abertura do novo ano no I-Center em Rexburg, Idaho, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023.
A irmã Kelly Eyring discursa durante o devocional de abertura do novo ano no I-Center em Rexburg, Idaho, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023. | Madeline Carn, BYU-Idaho

Vozes certas

A irmã Kelly Eyring, esposa do presidente Henry J. Eyring, compartilhou seu próprio desejo de poder nutrir cada estudante, se sentando “com cada um de vocês para tomar uma xícara de chocolate quente”, e ouvir sobre suas férias de fim de ano. 

Ela testificou da capacidade do Salvador de nutrir da maneira que só Ele pode fazer. 

“Jesus é a resposta para todas as nossas perguntas e preocupações, e a fonte de tudo que vocês e eu realmente desejamos”, disse ela. 

Ela também prometeu aos estudantes que sentiriam o amor do Salvador por eles se “estivessem buscando e ouvindo”.

A irmã Eyring discursou antes do presidente Eyring e incentivou o corpo discente da escola a encontrar vozes nas quais possam confiar.

Ela disse que a BYU-Idaho é “um ótimo lugar, no qual podemos ser guiados pelas vozes certas.”

Ela lembrou os estudantes de que Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursou na formatura da universidade em abril de 2022. Na ocasião, ele citou Doutrina e Convênios 84:47, prometendo esclarecimento a todos os “que dão ouvidos à voz do Espírito.”  

Henry J. Eyring, presidente da BYU–Idaho, discursa durante o devocional de abertura do novo ano, no I-Center em Rexburg, Idaho, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023.
Henry J. Eyring, presidente da BYU–Idaho, discursa durante o devocional de abertura do novo ano, no I-Center em Rexburg, Idaho, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023. | Natalia Lopez, BYU–Idaho

Exemplos de nutrimento

O presidente Eyring compartilhou exemplos de nutrimento nas escrituras, de Enos, Paulo, Tiago e o Salvador antes de falar sobre um exemplo pessoal de sua própria família.  

Tendo passado muito tempo no campus da universidade quando jovem, o presidente Eyring compartilhou suas recordações de estar no campus todos os dias para almoçar com seu pai, Presidente Henry B. Eyring, hoje segundo conselheiro na Primeira Presidência, que foi presidente da então Ricks College de 1971 a 1977. 

Embora alguns aspectos da instituição tenham mudado entre aquela época e seu retorno a Rexburg em 2006, o presidente Henry J. Eyring disse que o espírito da universidade permaneceu o mesmo. 

“Para mim, os professores e outros líderes universitários pareciam presidentes de missão, pois cuidavam dos alunos e de outros funcionários com a mesma reverência e mão orientadora de um presidente de missão e sua esposa. 

“E os estudantes tinham uma qualidade missionária, não apenas na sala de aula, mas também no campus em geral”, disse ele. 

Mattie Thomas, estudante da BYU–Idaho, participa de um devocional no campus na terça-feira, 10 de janeiro de 2023.
Mattie Thomas, estudante da BYU–Idaho, participa de um devocional no campus na terça-feira, 10 de janeiro de 2023. | Madeline Carn, BYU–Idaho

Ele então convidou Mattie Thomas, uma estudante, e Bob Morley, um membro do corpo docente do Departamento de Gestão, para compartilharem experiências de nutrimento que tiveram na BYU-Idaho. 

Thomas compartilhou que foi abençoada pelo amor de outras pessoas e teve oportunidades de servir e amar o próximo durante seu tempo como estudante. 

“Que possamos mostrar ao Senhor, por meio de nossos esforços dedicados, que Ele sempre pode contar conosco para fazermos Sua vontade e nutrirmos como Ele o faz”, disse ela. 

Morley compartilhou a história de um pássaro que o impediu de agir com raiva em uma situação que ele procurou resolver. O tempo em que ele parou por causa da persistência do pássaro, lhe permitiu ver o alvo de sua raiva de uma maneira mais cristã. 

Após passar alguns minutos estudando as escrituras, Morley disse: “Senti-me humilde e movido a abandonar minha raiva inicial.”

Ele retornou ao indivíduo com quem precisava falar e criou o que se tornaria uma amizade de longo prazo que acabou por nutrir ambos. 

Bob Morley, membro do corpo docente da BYU-Idaho, discursa durante o devocional do campus na terça-feira, 10 de janeiro de 2023.
Bob Morley, membro do corpo docente da BYU-Idaho, discursa durante o devocional do campus na terça-feira, 10 de janeiro de 2023. | Madeline Carn, BYU–Idaho

Possibilitando milagres

Voltando ao púlpito, o presidente Eyring compartilhou a história da viúva de Nain, narrada em Lucas 7

“A fé, a humildade e o carinho desta única mulher permitiram que nosso Salvador, Jesus Cristo, fizesse milagres e fortalecesse a Igreja”, disse ele. 

Estudantes da BYU–Idaho se reúnem no I-Center no campus de Rexburg, Idaho, para um devocional com presidente Henry J. Eyring e sua esposa, a irmã Kelly Eyring, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023.
Estudantes da BYU–Idaho se reúnem no I-Center no campus de Rexburg, Idaho, para um devocional com presidente Henry J. Eyring e sua esposa, a irmã Kelly Eyring, na terça-feira, 10 de janeiro de 2023. | Mike Lewis, BYU–Idaho

Presidente Eyring concluiu compartilhando que o Salvador ajudará em cada esforço para nutrir outro indivíduo ou um grupo de pessoas. E esses momentos de nutrição podem levar a milagres. 

“Ao fazermos o bem, eu e vocês podemos ter certeza de que estamos na obra do Senhor. Ele nos guiará e fortalecerá. Teremos a capacidade de operar milagres em nossa própria vida e na de outras pessoas.”

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.