Menu

Irmã Browning pondera sobre ‘preservar’ e seu significado em nosso relacionamento com o Pai e o Filho

No devocional da BYU, ela fez perguntas para estimular os ouvintes em seus esforços de preservar relacionamentos recíprocos

A irmã Tracy Y. Browning recentemente ficou impressionada com a palavra “preservar” enquanto estudava as escrituras.

“Uma pequena semente foi plantada em minha mente”, relatou a irmã Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, durante o devocional de terça-feira, 14 de fevereiro, na Universidade Brigham Young. “Posteriormente, senti como se estivesse encontrando essa palavra em todos os lugares.”

Ela a notou ao ler outras coisas, ouvir em conversas casuais, e até mesmo a encontrou ao caminhar pelo corredor do supermercado. Sentindo-se inspirada a estudar a palavra, a irmã Browning aprendeu que “preservar” significa se manter a salvo de ferimentos ou danos, proteger, manter vivo ou intacto, salvaguardar, defender, abrigar, amparar e oferecer santuário.

Enquanto ponderava sobre essas definições, ela pensou no que estava tentando preservar, defender ou manter vivo em sua própria vida, e a partir deste exercício surgiram algumas observações.

“Primeiro, nosso desejo de preservar algo indica seu valor em nossa vida”, disse ela. “Segundo, queremos preservar estas coisas preciosas porque sabemos que são suscetíveis a danos, deterioração, erosão ou até destruição. E terceiro, apenas querer preservar algo não é suficiente. Temos que tomar medidas observáveis para protegermos as coisas que valorizamos e evitarmos qualquer corrupção prejudicial.”

Com este entendimento, ela disse que conseguiu discernir o que o Espírito estava tentando ensiná-la: “Ele queria que eu avaliasse, antes de tudo, como posso preservar minha fé no Pai Celestial e em Seu Filho Jesus Cristo, e meu relacionamento com Eles.”

A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023.
A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023. | Joey Garrison, BYU

Considerando os passos observáveis que Deus toma para preservar Seu relacionamento com ela, a irmã Browning disse que pode discernir um padrão que a ensina a preservar seu relacionamento reciprocamente com Ele.

Ela compartilhou quatro maneiras pelas quais Deus trabalha para preservar Seu relacionamento com Seus filhos, e incluiu perguntas para estimular os ouvintes em seus esforços de preservarem relacionamentos recíprocos.

1. ‘Deus nos enviou Seu Filho, Jesus Cristo, para expiar por nós’

“Um Pai amoroso e sábio nos enviou Jesus Cristo para nos redimir dos efeitos do pecado, garantindo que não fôssemos deixados em um estado perpétuo de afastamento de Deus”, disse a irmã Browning. “Em vez disso, por meio do dom da misericórdia divina de nosso Salvador, todos nós recebemos incondicionalmente a imortalidade e o retorno à presença de Deus para sermos julgados.”

As perguntas da irmã Browning:

  • “Seremos mais plenamente Seus discípulos devotos?
  • “Tomaremos mais plenamente Seu nome sobre nós?
  • “Seremos mais responsáveis e nos arrependeremos quando falharmos?
  • “Alimentaremos nosso testemunho do Salvador, de Seu evangelho e de Sua Igreja, para que não esteja sujeito a ‘secar’ (Alma 32:38)?
  • “E quando nosso Salvador nos perguntar: ‘Você me ama?’, nossa resposta refletirá uma vida de lealdade ao Seu amor?”

2. Deus enviou Sua palavra através das escrituras e dos profetas e apóstolos modernos

“Outro sinal claro de quanto Deus nos valoriza é que Ele nos dá o poder preservador e protetor de Sua palavra”, disse a irmã Browning, citando então a promessa de Néfi: “E todos os que dessem ouvidos à palavra de Deus e a ela se apegassem, jamais pereceriam; nem as tentações (…) do adversário poderiam dominá-los (…), para levá-los à destruição” (1 Néfi 15:24).

As perguntas da irmã Browning:

  • “Ouviremos mais intencionalmente seus ensinamentos, permitindo que eles tenham maior influência em nossos pensamentos, ações e decisões?
  • “Será que nos ‘apegaremos’ à palavra de Deus quando surgirem tentações, provações ou desafios, para que não sejamos dominados?
  • “Consideraremos a seguinte promessa que nos foi feita pelo profeta de Deus, Presidente Russell M. Nelson, e confiaremos que Deus a honrará em nossa vida?”

Na conferência geral de outubro de 2017, Presidente Nelson disse: “Prometo que, ao estudarem o Livro de Mórmon em espírito de oração todos os dias, vocês tomarão melhores decisões — todos os dias. Prometo que, ao ponderarem sobre o que estudarem, as janelas do céu se abrirão e vocês receberão respostas para suas próprias perguntas e orientação para sua própria vida. Prometo que, ao se aprofundarem diariamente no Livro de Mórmon, vocês serão imunizados contra os males diários.”

A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023.
A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023. | Joey Garrison, BYU

3. Deus ofereceu um relacionamento mais profundo e salvação por meio de convênios que fazemos com Ele

“As promessas mais importantes que fazemos a Deus são aquelas que fazemos por meio de convênios”, disse a irmã Browning, acrescentando que grandes e preciosas promessas “estão associadas a ordenanças e convênios que fazemos com Deus, o Pai, por meio de Seu Filho, Jesus Cristo. E Deus nos pede para participarmos de convênios para que Ele possa nos preservar da corrupção do mundo.”

As perguntas da irmã Browning:

  • “Tentaremos buscar mais alegria ao estarmos unidos com o Pai Celestial e Jesus Cristo por meio de convênios?
  • “Voltaremos todas as semanas a nossas capelas para partilhar do sacramento do Senhor em lembrança e renovação de nossos convênios?
  • “Iremos nos preparar para entrarmos na casa do Senhor e desfrutarmos dos convênios oferecidos lá?
  • “Retornaremos ao templo, ‘[marcando] um compromisso regular com o Senhor — de estar em Sua santa casa — e depois [cumprindo] esse compromisso com exatidão e alegria?’” (Ver o discurso de Presidente Nelson na conferência geral de outubro de 2018).

4. Deus enviou Seu Espírito para estar conosco

“O Espírito Santo é a fonte de testemunho e revelação pessoal”, disse a irmã Browning. “Ele pode nos guiar em nossas decisões e nos proteger de perigos físicos e espirituais. Por meio de Seu poder, somos santificados — ou separados ou tornados santos — ao nos arrependermos, recebermos as ordenanças salvadoras e guardarmos nossos convênios.”

As perguntas da irmã Browning:

  • “Ao fazermos e guardarmos convênios, tentaremos ‘sempre nos lembrar’ do Salvador e guardar Seus mandamentos, para que ‘tenhamos sempre [conosco] seu Espírito’ (Morôni 4:3)?
  • “Oraremos pedindo inspiração para saber o que Deus quer que façamos e pelo poder e capacidade de fazê-lo?
  • “Colocaremos ‘[nossa] confiança naquele Espírito que nos leva a fazer o bem — sim, a agir justamente, a andar em humildade, a julgar com retidão’ (Doutrina e Convênios 11:12)?
  • “Seguiremos melhor os sussurros espirituais que recebemos, de forma a permitirmos que a voz de Deus prevaleça em nossa vida?
  • “Buscaremos, com crescente sinceridade e intenção, o testemunho confirmador do Espírito de Deus, o Pai, e Seu Filho, Jesus Cristo, das verdades do evangelho e das ordenanças salvadoras encontradas somente na Igreja do Salvador?”
A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023.
A irmã Tracy Y. Browning, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursa durante o devocional no Marriott Center no campus da BYU em Provo, Utah, em 14 de fevereiro de 2023. | Joey Garrison, BYU

A irmã Browning concluiu testificando que Deus está sempre tentando falar com Seus filhos e comunicar Seu amor. “Você é a Sua prioridade. Ele forneceu e continuará a fornecer inúmeras maneiras de demonstrar nosso valor e prioridade”, disse ela.

“Que possam retribuir o Seu amor com alegria, O tornando a prioridade predominante em nossa vida. E então, preservemos esse relacionamento seguindo a Deus fielmente como Seus discípulos, nos apegando à Sua palavra, fazendo e guardando convênios com Ele e buscando a companhia constante de Seu Espírito.”

HISTÓRIAS RELACIONADAS
Em devocional da BYU, Élder Bragg cita 3 princípios universais de liderança ensinados pelo Salvador
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço

Estes novos presidentes e diretoras de templo foram chamados para servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em setembro, ou quando os templos forem dedicados.

“Em um mundo com muitos muros, precisamos continuar construindo pontes”, disse Élder Dieter F. Uchtdorf enquanto estava na fronteira entre os E.U.A. e o México, antes da dedicação do Templo de McAllen Texas.

O Coro e Orquestra do Tabernáculo se apresentarão na Flórida e em Atlanta, Geórgia, em setembro de 2024, como parte da turnê “Hope”.

‘Acredite que Deus conhece suas lutas e enviará milagres’, disse Sarah Jane Weaver, editora executiva do Church News, durante devocional da BYU-Havaí.

Saiba dos detalhes de como assistir ao devocional, quanto tempo durará e como se preparar