Menu

‘Diante de dúvidas, faça de Jesus Cristo seu alicerce’, diz historiador e registrador da Igreja aos alunos da BYU-Idaho

‘Seu conhecimento e testemunho da verdade são fortes o suficiente para que possam encarar razões convincentes para duvidarem e escolherem acreditar?’

O que cria um alicerce seguro para um testemunho, e que resiste a motivos de dúvida?

A resposta é Jesus Cristo, declarou Élder Kyle S. McKay durante um devocional da BYU-Idaho na terça-feira, 25 de abril. “Aqueles que edificam [seu alicerce] sobre Jesus Cristo não vão, não podem cair.”

Élder McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, discursou aos alunos e professores reunidos no I-Center, no campus de Rexburg, Idaho, sobre a necessidade de termos um “alicerce firme e seguro”, e reiterou o convite de Presidente Russell M. Nelson para “assumirmos a responsabilidade de nosso testemunho.”

Élder McKay perguntou a seus ouvintes, em sua maioria jovens adultos: “Seu testemunho de Jesus Cristo e de Seu evangelho restaurado é fortalecido por outras pessoas, mas não depende delas? O seu alicerce é suficientemente firme e seguro para que vocês possam permanecer inabaláveis, mesmo que alguém que vocês admiram na fé, cometa um erro agora, no futuro ou tenha cometido no passado? Seu conhecimento e testemunho da verdade são fortes o suficiente para que vocês possam encarar razões convincentes para duvidarem, e escolherem acreditar?”

HISTÓRIA RELACIONADA
Conheça Élder Kyle S. McKay, novo historiador e registrador da Igreja: ‘A história da Igreja tem a capacidade de fortalecer a fé’
Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, cumprimenta os alunos após um devocional no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023.
Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, cumprimenta os alunos após um devocional no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023. | Mike Lewis, BYU-Idaho

Oposição em todas as coisas

À medida que os indivíduos aumentam seus esforços para desenvolverem seu testemunho, eles se deparam com motivos para duvidarem. Élder McKay incentivou os ouvintes a não se deixarem abalar por tais evidências ou argumentos.

“‘É necessário que haja oposição’, ou em outras palavras, um oposto, ‘em todas as coisas’” (2 Néfi 2:11). Por quê? “Em suma, o arbítrio, que é nossa capacidade, nossa responsabilidade de escolhermos por nós mesmos, é essencial em todas as coisas, incluindo e começando com a crença”, explicou Élder McKay.

Deve haver opostos para escolhermos, razões para acreditarmos e razões para duvidarmos. “Deus não nos dá dúvidas, nem é o autor do erro, mas Ele os permite porque é absolutamente crítico que vocês e eu escolhamos por nós mesmos acreditar ou não.”

Ao reconhecer a existência de razões para dúvidas, disse Élder McKay, Ele não as está legitimando, defendendo ou desculpando a própria dúvida. “Jesus disse: ‘Não duvideis’ (Doutrina e Convênios 6:36). Diante de motivos para duvidar, não duvide.”

Satanás cria razões para duvidarmos de forma sedutora e lisonjeira. “Se o príncipe das trevas pode se transformar em um anjo de luz, certamente ele pode apresentar ideias e argumentos que parecem iluminados”, disse Élder McKay.

Uma das táticas de Satanás é projetar tendências humanas naturais em Deus. “Às vezes, tentamos criar ou recriar Deus à nossa imagem para que Ele e Sua doutrina se alinhem com nossos pensamentos, nossos caminhos, nossas simpatias mutáveis e valores em evolução.”

Outra das táticas de Lúcifer é usar o erro humano para refutar ou diminuir a verdade de Deus, disse Élder McKay. “Às vezes temos uma expectativa irreal de que Deus deve, de alguma forma, buscar ou levantar pessoas sem erros para fazer Sua obra e liderar Sua Igreja.”

Por exemplo, alguns interpretaram o comentário de Wilford Woodruff de que “o Senhor jamais permitirá que eu ou qualquer outro homem que presida esta Igreja vos desvie do caminho verdadeiro”, como significando que o Senhor nunca permitirá que os líderes da Igreja cometam um erro.

Esse nunca foi o caso, disse Élder McKay. “As escrituras mostram repetidamente que Deus faz Sua obra por meio dos humanos, e esses humanos cometem erros, às vezes até mesmo quando Deus os usa para Seus propósitos.”

Um coro se apresenta antes do devocional com Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, realizado no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023.
Um coro se apresenta antes do devocional com Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, realizado no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023. | Tanner Brown, BYU-Idaho

No caso de Pedro, que cortou a orelha de alguém e negou a Cristo, e de Joseph Smith, que podia ser “às vezes propenso a erros, assim como os antigos”, Deus os chamou e os magnificou para liderarem Sua Igreja.

“E vocês? Se a veracidade desta Igreja ou suas crenças fossem julgadas por seus erros, alguém acreditaria no que vocês acreditam?” perguntou Élder McKay.

Embora alguém “não possa se esconder do lado humano das pessoas”, é improdutivo, disse Élder McKay, fazer disso uma ênfase de estudo. “Vocês nunca chegarão a conhecer e entender as verdades de Deus estudando os erros do homem. Deus também não designou vocês, eu ou qualquer pessoa, para sermos árbitros dos erros de Seus líderes, examinando cada palavra ou ato de apóstolos e profetas para garantirmos que eles se encaixem em nosso entendimento atual de correção. Esse não é o Seu plano; essa não é Sua ordem.”

Então, qual deve ser o alicerce dos indivíduos? “Se não é Jesus Cristo, os convido a torná-Lo imediatamente”, disse Élder McKay.

Trabalho espiritual

Para receberem um testemunho seguro e inabalável de Jesus Cristo, as pessoas devem, como exortou Presidente Nelson, “fazer o trabalho espiritual necessário” (conferência geral de abril de 2018) para receberem um testemunho. “Este trabalho certamente inclui estudar atentamente o Livro de Mórmon”, disse Élder McKay.

Ele então convidou os ouvintes a lerem o Livro de Mórmon por seu propósito principal: convencer judeus e gentios de que Jesus é o Cristo. “Prometo que, ao fazerem isso com o coração aberto e sincero, vocês terão uma experiência com Jesus que nunca tiveram antes. Será doce, convincente e duradoura, e vocês se converterão ao Senhor, com um desejo natural de se unirem à Sua Igreja.”

Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, discursa durante um devocional no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023.
Élder Kyle S. McKay, Setenta Autoridade Geral e historiador e registrador da Igreja, discursa durante um devocional no I-Center, no campus da BYU-Idaho em Rexburg, Idaho, em 25 de abril de 2023. | Tanner Brown, BYU-Idaho

Élder McKay alertou que, perguntar ou ler essas coisas, a partir de uma posição de dúvida ou ceticismo, não atrairá uma resposta do céu.

“As respostas de Deus às perguntas sinceras vêm pelo poder do Espírito Santo, falando à sua mente e ao seu coração, seu senso espiritual de aprendizado. Tentar entender as coisas de Deus, de outra forma que não seja pelo Espírito de Deus, é como tentar conhecer o sabor da comida ouvindo-a. Vocês estão usando o sentido errado”, disse Élder McKay.

Tornem-se familiarizados e fluentes na linguagem do Espírito, ele exortou. A luz e o conhecimento necessários para tornarem o alicerce firme e seguro virão com o tempo e em incrementos. “Eu lhes prometo que esses incrementos serão agregados em um testemunho de Jesus Cristo e Seu evangelho, que será firme e seguro, mesmo que as razões para duvidarem continuem girando e assobiando sobre vocês diariamente.”

Ter perguntas intrigantes sobre motivos para duvidar não é um problema, disse Élder McKay. “Mas, por favor, entendam, encontrarmos respostas para essas perguntas desconcertantes não é a solução. A solução é um alicerce firme e seguro sobre o qual, se vocês construírem, não poderão cair. Esse alicerce é Jesus Cristo e Seu evangelho, cuja plenitude é encontrada e ensinada nesta Igreja.”

HISTÓRIAS RELACIONADAS
Irmão Wilcox a formandos da BYU–Idaho: “Lembrem-se de quem são”
Como processo para chamar um novo presidente de estaca pode nos ajudar a tomarmos decisões importantes na vida
Veja fotos de 3 novos prédios adicionados ao campus da BYU–Idaho
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.