Menu

Cuidado com ‘Pergaminho da Visão Morta’ das mídias sociais, diz irmão Newman aos alunos da BYU

O tempo é uma dádiva do Pai Celestial. ‘Vocês têm a responsabilidade sagrada de administrarem seu tempo com sabedoria’

As redes sociais atraem os usuários para uma rolagem [ou scrolling, em inglês] interminável, a qual é uma das razões pelas quais o irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, gosta de se referir a elas como o “Dead See Scroll” [Pergaminho da Visão Morta], uma referência ao Dead Sea Scrolls [Pergaminhos do Mar Morto].

O Mar Morto, um lago salgado localizado entre a Jordânia e Israel, possui água viva que flui para ele, mas “nada sai dele”, observou o irmão Newman ao público reunido no Marriott Center, no campus da Universidade Brigham Young, para o devocional semanal na terça-feira, 6 de fevereiro. “As redes sociais são muito parecidas com isso. Frequentemente, dedicamos nosso tempo e atenção, e não recebemos nada de valor. Frequentemente podemos nos perder neste ‘mar salgado’ e sem vida, que esgota a nossa autoestima, rouba o nosso propósito e nos faz flutuar sem esforço em sua salmoura tóxica.”

A cautela do irmão Newman em relação às mídias sociais foi um dos vários conselhos que o líder da Igreja ofereceu aos ouvintes, em relação a aprenderem a navegar no uso de seu “tempo precioso” na Terra.

O tempo é uma dádiva do Pai Celestial, declarou o irmão Newman. “Vocês têm a responsabilidade sagrada de administrarem seu tempo com sabedoria.”

Irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, e sua esposa, irmã Lucia Newman, conversam com o presidente C. Shane Reese, presidente da BYU, antes do irmão Newman discursar no devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024.
Irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, e sua esposa, irmã Lucia Newman, conversam com o presidente C. Shane Reese, presidente da BYU, antes do irmão Newman discursar no devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024. | Abby Shelton, BYU

O mito do equilíbrio

Ao longo dos anos, o irmão Newman disse que muitas vezes lhe perguntaram como ele tem equilibrado todas as responsabilidades em sua vida como pai, marido, líder da Igreja e líder empresarial. Citando Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, o irmão Newman disse que realmente não existe equilíbrio perfeito na vida.

“Na verdade, não creio que equilíbrio seja a palavra certa, porque implica que todos os aspectos da nossa vida recebem a mesma atenção. Nem todos os aspectos de nossa vida merecem igual valor. E em diferentes tempos e épocas, alguns aspectos precisarão de mais atenção do que outros”, disse o irmão Newman.

Em vez disso, identifique as “coisas mais importantes e nunca deixem que as coisas menores tenham precedência sobre elas.”

Para aqueles que se preocupam por já estarem ocupados ao máximo, o irmão Newman assegurou: “se vocês confiarem no Senhor e recorrerem à Sua força, Ele aumentará sua capacidade máxima.”

Apesar da vida mudar e evoluir, o mesmo deve acontecer com a opinião dos indivíduos sobre seu tempo e como o usam, disse o irmão Newman. Como exemplo, o irmão Newman contou como, desde a infância, até a adolescência e a juventude, e até mesmo durante o casamento, ele adorava caçar e passava muitas horas planejando e participando de viagens de caça.

Um dia, durante uma viagem de caça, o Espírito Santo o ajudou a perceber que suas viagens de caça o estavam afastando da família e das oportunidades de servir na Igreja, e que era hora de deixar isso de lado por um período.

Embora inicialmente tenha lutado contra a ideia, acabou admitindo que não era certo permitir que a caça consumisse tanto do seu tempo. “Para ser claro, não se trata da caça em si. Trata-se de qualquer coisa que se torne um ladrão de nosso precioso tempo e foco”, disse o irmão Newman.

Alguns alunos ouvem enquanto outros tomam notas, durante o devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024. O orador convidado foi o irmão Jan E. Newman, da presidência geral da Escola Dominical.
Alguns alunos ouvem enquanto outros tomam notas, durante o devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024. O orador convidado foi o irmão Jan E. Newman, da presidência geral da Escola Dominical. | Abby Shelton, BYU

Maiores prioridades

O irmão Newman explicou que há três coisas que precisam de máxima atenção, à medida que as pessoas passam pela vida: o Senhor, a família e o trabalho. “Lembrem-se, vocês só têm um certo número de horas disponíveis todos os dias. A quantidade de tempo necessária para cada um desses aspectos importantes da vida declinará e diminuirá com o tempo. Apenas se certifiquem de manter a perspectiva adequada sobre as coisas importantes. Se vocês cuidarem dessas três coisas, geralmente todo o resto se resolverá sozinho.”

Conheçam o que é importante para o Senhor e tornem essas coisas importantes. “Na verdade, essa é apenas outra maneira de expressar o conselho muito simples de Presidente [Russell M.] Nelson de ‘pensar celestial’” (“Pensar celestial”, conferência geral de outubro de 2023).

Satanás fará tudo o que puder para monopolizar o tempo dos indivíduos e desviar os esforços das coisas de maior importância, disse o irmão Newman. “Ele nos tenta a trocar nossas bênçãos mais importantes por ‘um guisado’ estragado, e enfatizo estragado.”

Irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, discursa aos alunos da BYU durante o devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024.
Irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, discursa aos alunos da BYU durante o devocional semanal, realizado no Marriott Center em Provo, Utah, na terça-feira, 6 de fevereiro de 2024. | Abby Shelton, BYU

Ao compartilhar sua advertência contra o “Pergaminho da Visão Morta”, o irmão Newman observou que alguns podem pensar que ele está sendo demasiado duro com as redes sociais. Em resposta, ele incentivou os ouvintes a observarem como os líderes da Igreja usam suas contas nas redes sociais.

“Seu objetivo é nos inspirar a pensar um pouco mais profundamente, e com um pouco mais de pureza. Acredito que sua esperança é nos libertar deste Pergaminho da Visão Morta e sem sentido, buscando algo mais elevado e mais sagrado”, disse ele.

O irmão Newman convidou os ouvintes a se perguntarem: “As redes sociais, ou qualquer outra coisa neste sentido, estão me ajudando a pensar celestial? Ou estão me arrastando para pensar terrestrial ou telestial? Estão me ajudando a tornar o que é importante para Deus, importante para mim? Ou estão substituindo coisas importantes por coisas triviais?”

Para aqueles que se veem presos no Pergaminho da Visão Morta, “basta fazer uma pausa e pensar celestial”, convidou o irmão Newman. “Em seguida, clique no aplicativo Biblioteca do Evangelho e leia o Livro ou Mórmon, ou ouça um discurso da conferência geral. Eu prometo que uma nova luz entrará em sua vida, enquanto bebe das águas vivas.”

HISTÓRIA RELACIONADA
Élder Bednar explica o que significa nos tornarmos ‘obras maravilhosas da obra de Deus’
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.