Menu
Global

Por que diretor de arquivos ucraniano e genealogista chileno participaram da RootsTech

O FamilySearch fez parceria com o diretor dos serviços de arquivo do estado da Ucrânia para acelerar a preservação de registros no país devastado por conflito

Desde 2019, Anatolii Khromov atua como diretor dos serviços de arquivo do estado da Ucrânia e fez parceria com o FamilySearch para preservar milhões de imagens.

Durante 2022, Khromov, de 47 anos, e que possui vários diplomas de pós-graduação, colaborou com o FamilySearch para triplicar o número de câmeras que digitalizam os registros na Ucrânia, devido à iminência de destruição, visto o conflito em curso do país com a Rússia.

“É uma situação ruim”, disse Khromov. “Precisamos de muitos anos para digitalizar todos os nossos arquivos. Preservar registros é muito importante para nós.”

Khromov foi um dos muitos visitantes notáveis que visitaram a RootsTech 2023, realizada de 2 a 4 de março, no Centro de Convenções Salt Palace, em Salt Lake City, Utah.

Gonzalo Luengo, um genealogista profissional do Chile, foi outro convidado ilustre no encontro global de história da família.

HISTÓRIA RELACIONADA
Caso tenha perdido, leia uma rápida retrospectiva dos destaques da RootsTech 2023

Salvando registros na Ucrânia

No passado, o FamilySearch empregou seus recursos de digitalização, em países que passaram por desastres naturais, para ajudar a preservar seus registros. Por exemplo, câmeras foram enviadas para as Filipinas depois que um tufão causou estragos em uma área, disse Greg Nelson, estrategista de conteúdo do FamilySearch.

“As únicas cópias que existem agora são os registros digitalizados”, disse Nelson. “Mas em períodos de conflito ativo, este [Ucrânia] é nosso primeiro grande exemplo.”

Durante 2022, o FamilySearch trabalhou com Khromov, aumentando o número de câmeras digitalizadoras na Ucrânia de 12 para 35, para ajudar a acelerar o processo de preservação de registros. A parceria também tem sido uma bênção financeira para os operadores de câmera ucranianos, porque forneceu empregos remunerados durante os difíceis mementos que têm passado.

Nelson elogiou o trabalho de Khromov e sua equipe, por sua dedicação e conscientização sobre a importância da preservação de registros. Khromov às vezes teve falta de mão de obra, porque aqueles que trabalhavam com ele foram convocados para o serviço militar.

Anatolii Khromov atua como diretor dos serviços de arquivo do estado, da Ucrânia. Khromov fez parceria com o FamilySearch para ajudar a digitalizar milhões de registros. Ele participou da RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023.
Anatolii Khromov atua como diretor dos serviços de arquivo do estado, da Ucrânia. Khromov fez parceria com o FamilySearch para ajudar a digitalizar milhões de registros. Ele participou da RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023. | Trent Toone, Church News

“Um bom operador de câmera fará cerca de 500.000 imagens por ano. Estamos recebendo de 750.000 a 800.000, mesmo durante uma guerra”, disse Nelson. “Operar como ele fez com tudo isso, nessas circunstâncias, é incrível.”

Khromov fez sua primeira viagem aos Estados Unidos para se encontrar com o FamilySearch e discutir o aumento de fundos e recursos, para que o processo possa avançar em um ritmo acelerado. Uma pequena porcentagem dos documentos foi roubada pelas tropas russas, disse Khromov.

Khromov espera, algum dia, poder ver um evento como a RootsTech na Ucrânia.

“A genealogia é importante para a Ucrânia”, disse o pai de três filhos, sendo que o mais novo nasceu há um mês. “Estamos em uma parte difícil da nossa história, mas temos um passado incrível.”

HISTÓRIA RELACIONADA
FamilySearch anuncia novo nome para Biblioteca de História da Família: Veja aqui o porquê

O genealogista chileno

Gonzalo Luengo disse que foram necessários três voos, em um período de 35 horas, para ir de Santiago, Chile, até a RootsTech em Salt Lake City, Utah.

Gonzalo Luengo, um genealogista do Chile, mostra um moletom personalizado com sua árvore genealógica, na RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023.
Gonzalo Luengo, um genealogista do Chile, mostra um moletom personalizado com sua árvore genealógica, na RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023. | Trent Tone, Church News

“Com tantos santos dos últimos dias indo para o Chile para servirem como missionários, por que não há um voo direto de Santiago para Salt Lake City?”, disse ele.

O genealogista de 36 anos viveu toda a sua vida na cidade de Chillán, cinco horas de ônibus ao sul de Santiago. Lá ele trabalha como genealogista profissional, professor de Inglês e serve como voluntário no centro do FamilySearch local.

O que é único no serviço do FamilySearch de Luengo é que ele não é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ele é católico. Os santos dos últimos dias que frequentam o centro, muitas vezes ficam surpresos quando descobrem que ele não é membro da Igreja, embora ele diga que se formou com orgulho no Instituto de Religião local da Igreja e aprendeu muito sobre a fé e sua doutrina.

“Entendo e respeito tudo o que a Igreja os convida a fazer”, disse ele.

Luengo tinha 12 anos quando seu pai faleceu. Ele e sua mãe tiveram dificuldades por vários anos. Uma virada positiva ocorreu, quando um parente lhes enviou uma caixa cheia de fotos de família, e o jovem começou a aprender sobre a história de sua família.

Enquanto pesquisava aquela herança da família, Luengo foi levado ao FamilySearch e seu vasto arquivo de registros. Ele se sentiu muito bem recebido no centro do FamilySearch e gostou tanto de sua experiência, que perguntou se poderia ser um consultor voluntário, pedido este que foi atendido. Ele disse que seu serviço no centro do FamilySearch o ajudou a curar muitas feridas sociais.

“Este é o meu 15º ano trabalhando no centro do FamilySearch e fiz muitos amigos”, disse ele, enquanto as lágrimas escapavam dos cantos de seus olhos. “A Igreja mudou minha vida.”

Gonzalo Luengo, genealogista do Chile, participa da RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023.
Gonzalo Luengo, genealogista do Chile, participa da RootsTech em Salt Lake City, Utah, na sexta-feira, 3 de março de 2023. | Trent Toone, Church News

Como genealogista, Luengo pesquisou as árvores genealógicas de várias celebridades chilenas, incluindo a artista musical Paloma Mami e o ator Pedro Pascal, conhecido por seu papel na série “The Mandalorian” e outros filmes.

Este foi o primeiro ano de Luengo participando de forma presencial da RootsTech. Ele apreciou a oportunidade de conhecer muitas pessoas pessoalmente pela primeira vez.

“Para mim, a genealogia é outra maneira de ver o mundo de cima, por um momento, e entender que estamos todos juntos, conectados, que não podemos viver separados”, escreveu ele em uma postagem no blog do FamilySearch [em inglês].

HISTÓRIAS RELACIONADAS
A jornada de Élder e irmã Gong, do Havaí à Irlanda, no Dia de Descoberta Familiar da RootsTech
Painel de jovens adultos em “festa pós-evento” da RootsTech compartilha as bênçãos do trabalho de história da família
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.