Menu

‘Hoje é um dia histórico para os santos na Índia’ com a abertura de terra do templo de Bangalore

Um pequeno grupo de líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias realiza a abertura de terra do Templo de Bangalore Índia, no dia 2 de dezembro de 2020, em Bangalore, Índia. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Ilustração do Templo de Bangalore Índia. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Élder Robert K. William, líder na Área Ásia de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Ele presidiu o evento e ofereceu a Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Presidente NithyaKumar Sunderraj, presidente da Estaca Bangalore Índia, comenta sobre o dia histórico para os santos dos últimos dias na Índia, durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Bangalore na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
As pás prontas na cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Élder Robert K. William, setenta de área na Área Ásia, e sua esposa, a irmã Anne William, participam da cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
A irmã Anne William, esposa do setenta de área Robert K. William, incentiva os membros da Igreja na Índia a se prepararem para receberem as bênçãos do templo, em seu discurso feito durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na q Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Com uma pá na mão, o presidente da Estaca Bangalore Índia, NithyaKumar Sunderraj, e sua esposa, a irmã Christina Sunderraj, coordenaram os detalhes para a cerimônia de abertura de terra do templo de Bangalore na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
O presidente da Missão Índia Bangalore, Ted A. Thomas, e sua companheira, a sister Karen K. Thomas, à esquerda, e o secretário executivo da Estaca Bangalore Índia, Sharath Prasad, e sua esposa, a irmã Hema Prasad, à direita, juntos reviram o solo na cerim Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Presidente Robert Anthony, primeiro conselheiro da presidência da Estaca Bangalore Índia, e sua esposa, a irmã Usha Anthony, à direita, e o secretário da estaca, Rohit Nagaraj, e sua esposa, a irmã Diana Nagaraj, reviram o solo após a abertura de terra do Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
Élder Randy D. Funk, Setenta Autoridade Geral; Presidente Russell M. Nelson; Élder Jeffrey R. Holland do Quórum dos Doze Apóstolos; e Élder Robert K. William, Setenta de Área, examinam um possível local para a construção do Templo de Bangalore Índia, na q Jeffrey D. Allred, Deseret News
O Presidente Russell M. Nelson e o Élder Jeffrey R. Holland do Quórum dos Doze Apóstolos, olham para um possível local do templo em Bangalore, Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018. Eles estão acompanhados pelo Élder Randy D. Funk, setenta autor Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News
Presidente Russell M. Nelson cumprimenta Nadine Sunderraj, Nathalee Sunderraj e sua mãe, Stella Sunderraj, após o devocional em Bangalore, Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Durante anos, os santos dos últimos dias na Índia têm enfrentado desafios para participarem de reuniões de adoração e das ordenanças do templo – grandes obstáculos com a distância, tempo, custo e documentação – conforme têm viajado vários milhares de quilômetros para irem e voltarem até os templos mais próximos em Hong Kong, nas Filipinas ou em Taiwan.

Esses desafios durarão apenas mais alguns anos, agora que foi feita a abertura de terra do templo de Bangalore Índia de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o primeiro templo da nação asiática de 1,3 bilhões de pessoas e várias religiões, incluindo o hinduísmo e o islamismo.

“Este dia não teria sido possível se não fossem pela sua diligência e suas orações”, disse élder Robert K. William, setenta de área, ao reconhecer o passado e o presente dos santos dos últimos dias da Índia, incluindo um pequeno grupo de líderes da Igreja reunidos para a cerimônia de abertura de terra no dia 2 de dezembro, em Bangalore.

Élder Robert K. William, líder na Área Ásia de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Ele presidiu o evento e ofereceu a oração dedicatória.
Élder Robert K. William, líder na Área Ásia de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. Ele presidiu o evento e ofereceu a oração dedicatória. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Élder William presidiu o evento da manhã e ofereceu a oração dedicatória no local, e deu início à construção, conforme noticiado pela Sala de Imprensa. Ele reconheceu o templo como sendo o resultado da fé e do testemunho dos membros da Igreja, do serviço voluntário de muitos missionários e pioneiros na Índia e da orientação de líderes seniores que moldaram o alicerce da Igreja no país.

“Com o início da construção e a futura dedicação da Casa do Senhor, aqui se tornará um ponto crítico para a Índia e o país não será mais o mesmo”, acrescentou ele. “Muito do esforço para que isso aconteça está sobre nossos ombros e sobre os ombros de nossa nova geração.”

Semelhante a outras cerimônias de abertura de terra anunciadas durante a pandemia de COVID-19, a cerimônia de abertura de terra foi somente para convidados, aderindo às diretrizes de distanciamento social do governo local. Um vídeo completo da cerimônia estará disponível nos próximos dias para ser visto pelos membros no distrito do templo.

“Hoje é um dia histórico para os santos na Índia, pois realizamos a abertura de terra e preparamos o solo para a construção do templo sagrado em Bangalore”, disse o presidente NithyaKumar Sunderraj, presidente da Estaca Bangalore Índia.

Presidente NithyaKumar Sunderraj, presidente da Estaca Bangalore Índia, comenta sobre o dia histórico para os santos dos últimos dias na Índia, durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Bangalore na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020.
Presidente NithyaKumar Sunderraj, presidente da Estaca Bangalore Índia, comenta sobre o dia histórico para os santos dos últimos dias na Índia, durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Bangalore na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Comparando os membros da Igreja aos blocos de construção do templo, o presidente Sunderraj disse que cada pessoa desempenha um papel importante.

“Às vezes podemos ficar aquém daqueles blocos de tijolos, mas a fé e o testemunho de todos no Salvador Jesus Cristo é a chave para que o templo esteja pronto e em funcionamento nos próximos anos”, disse ele. “Ao revirarmos hoje a terra e nos prepararmos para a construção, que todos nós, em união, voltemos o coração a nosso Salvador Jesus Cristo e nos comprometamos a nos preparar individualmente, e em famílias, para oferecermos nosso serviço nos próximos anos.”

Élder Robert K. William, setenta de área na Área Ásia, e sua esposa, a irmã Anne William, participam da cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020.
Élder Robert K. William, setenta de área na Área Ásia, e sua esposa, a irmã Anne William, participam da cerimônia de abertura de terra do Templo de Bangalore Índia na quarta-feira, dia 2 de dezembro de 2020. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

A irmã Anne William, esposa do élder William, também fez comentários durante a cerimônia.

“Conforme a construção de nosso belo e sagrado templo avança, podemos simultaneamente trabalhar em nossas responsabilidades como membros da Igreja, permitindo que Deus prevaleça no coração de todos nós, preparando nossa família, amigos e vizinhos para receberem as bênçãos do templo, e dedicando algum tempo para fazermos o trabalho da história de nossa família, para que as bênçãos deste templo possam chegar também àqueles que faleceram.”

Presidente Russell M. Nelson anunciou o Templo de Bangalore Índia durante a Conferência Geral de Abril de 2018.

Citando uma declaração do Presidente Nelson de que é mais fácil construir um templo do que um povo digno do templo, élder William ofereceu quatro maneiras para os membros da Igreja se prepararem espiritualmente e se tornarem mais santos.

  • Amar a Deus e ao próximo
  • Perdoar e esquecer
  • “Buscar primeiro o reino de Deus”
  • Aprender sobre o templo e se qualificar para obter uma recomendação

Na oração dedicatória, élder William pediu, “que este terreno seja santificado e protegido de todo dano e perigo… que o templo seja concluído conforme previsto.”

Ele orou pedindo especificamente por bênçãos sobre aqueles que perderam entes queridos devido à pandemia de COVID-19 e por outras causas. “Oramos para que encontrem paz e esperança, e que as ordenanças do templo lhes assegurem o Vosso plano para eles, e que a esperança das famílias eternas possa brilhar mais em suas vidas.”

Ilustração do Templo de Bangalore Índia.
Ilustração do Templo de Bangalore Índia. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A ilustração do templo foi divulgada no dia 15 de janeiro, juntamente com o anúncio do local do templo. A abertura de terra foi anunciada no início deste outono, por meio de uma carta da Primeira Presidência datada de 1º de outubro.

Uma ilustração externa mostra a aparência e o design planejados para o templo, com aproximadamente 3.593 metros quadrados, e com sua torre central cercada de quatro torres menores.

Localizado em 2-B, Garudachar Palya, no bairro de Whitefield, em Bangalore, o templo será construído em um lote de aproximadamente 0,65 hectares, juntamente com uma nova capela de dois andares, novos escritórios da Igreja, um centro de distribuição e um alojamento para os frequentadores do templo. Os escritórios da Igreja e capela, atualmente situados no local, serão removidos durante a construção.

Élder Randy D. Funk, Setenta Autoridade Geral; Presidente Russell M. Nelson; Élder Jeffrey R. Holland do Quórum dos Doze Apóstolos; e Élder Robert K. William, Setenta de Área, examinam um possível local para a construção do Templo de Bangalore Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018.
O Élder Randy D. Funk, setenta autoridade geral; o Presidente Russell M. Nelson; o Élder Jeffrey R. Holland do Quórum dos Doze Apóstolos; e o élder Robert K. William, setenta de área, examinam um possível local do templo em Bangalore, Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018. | Jeffrey D. Allred, Deseret News

Poucos dias depois de anunciar o templo de Bangalore durante a Conferência Geral de Abril de 2018, Presidente Nelson viajou para a cidade no final daquele mês, como parte de sua primeira viagem global de ministração através de quatro continentes e visitou possíveis locais para o templo na área.

“A influência do templo será sentida, não só pelo povo aqui nesta parte específica da Índia”, disse Presidente Nelson, “mas abençoará o povo de toda a nação e das nações vizinhas.” 

No país há 14.528 membros em 46 congregações, além de duas missões. A Índia atualmente faz parte do distrito do Templo de Hong Kong China, que fica a quase 4.000 km de distância de Bangalore.

Essa distância ainda não desapareceu para os santos dos últimos dias e seus líderes locais, após o anúncio do templo de Bangalore há 32 meses.

Presidente Russell M. Nelson cumprimenta Nadine Sunderraj, Nathalee Sunderraj e sua mãe, Stella Sunderraj, após o devocional em Bangalore, Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018.
Presidente Russell M. Nelson cumprimenta Nadine Sunderraj, Nathalee Sunderraj e sua mãe, Stella Sunderraj, após o devocional em Bangalore, Índia, na quinta-feira, dia 19 de abril de 2018. | Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Na manhã do dia 2 de abril de 2018, o presidente Robert Anthony, conselheiro da presidência da Estaca Bangalore Índia, acordou às 5h da manhã, com uma enxurrada de e-mails, mensagens do WhatsApp e do Facebook, depois de ter decidido esperar até segunda-feira de manhã para assistir à sessão da tarde de domingo da conferência geral com sua esposa, devido à diferença de horário entre a Índia e Utah.

“Quando me levantei, por volta das 6 horas da manhã, e li as mensagens, pensei que ainda estava dormindo e sonhando”, disse ele. “Quando vi um clipe no WhatsApp de quando o Presidente Nelson anunciou o templo de Bangalore, fiquei paralisado. Eu não conseguia acreditar. Gritei de alegria e chorei.”

Depois de acordar sua família e reprisar o vídeo para compartilhar a notícia com eles, o presidente Anthony disse: “Todos nós ficamos imediatamente de joelhos e fizemos uma oração cheia de emoções intensas. Agradecemos ao Senhor.”

Ele descreveu como o anúncio veio em forma de bênção, em resposta ao árduo esforço que os membros dedicaram ao trabalho de história da família. Eles seguiram o exemplo dos santos da Costa do Marfim, onde um templo foi anunciado em 2015, após um grande número de nomes terem sido enviados aos templos da região.

Enquanto assistia à conferência geral com sua ala no domingo seguinte, o presidente Anthony descreveu como eles “todos gritaram de alegria quando o templo foi anunciado.”

Élder David A. Bednar e sua esposa, a irmã Susan R. Bednar, respondem às perguntas feitas durante uma reunião com os membros em Hyderabad, Índia, em junho de 2018.
Élder David A. Bednar e sua esposa, a irmã Susan R. Bednar, respondem às perguntas feitas durante uma reunião com os membros em Hyderabad, Índia, em junho de 2018. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Ao norte de Bangalore, em Hyderabad, a cidade com a primeira estaca na Índia, Manohar Mekala expressou sua gratidão pela bênção de um templo.

“É um sonho que se torna realidade para mim e para minha família”, disse Mekala em abril de 2018, que mais tarde naquele ano foi chamado como primeiro conselheiro na presidência da Estaca Hyderabad Índia. “Tive a forte sensação de que um dia teríamos um templo na Índia, mas nunca pensei que fosse tão cedo que Deus abençoaria esta grande nação com as bênçãos do templo.”

Mekala não pôde frequentar o templo antes de servir sua missão em 1988, e disse que, ao ensinar outros sobre o templo como missionário, desenvolveu um desejo ainda mais forte de visitá-lo. Em 1995, ele pôde finalmente visitar o Templo de Manila Filipinas, onde recebeu a investidura e depois foi selado a sua família.

“Desde então, nunca mais estive em um templo”, disse Mekala em 2018.

“No mês de maio de 2017, minha filha se casou e fizemos planos para testemunhar seu selamento em Hong Kong”, disse Mekala. “Muitas famílias são seladas em Hong Kong, mas agora é um grande desafio conseguir vistos para lá.”

Apesar de terem planejado com bastante antecedência que sua filha, Monica Mekala, e seu marido, Raj Kumar Ganaparam, fossem selados em Hong Kong, a família ainda estava esperando pelos vistos há mais de um ano, quando o templo de Bangalore foi anunciado.

“Os santos na Índia enfrentam muitos problemas para conseguirem vistos, de modo que não temos a oportunidade de ir a um templo com frequência”, disse Mekala. “Agora vejo que o Senhor está ciente de todas as dificuldades que estamos atravessando, e é por isso que Ele anunciou Sua casa na Índia. Sei que muitos santos têm orado, e agora Ele respondeu às nossas preces.”

— Jason Swensen, do Church News, contribuiu para este relatório.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Estes novos presidentes de missão e companheiras foram chamados pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

Milhões de registros adicionais de todos os continentes estarão disponíveis ao público este ano.

As novas lápides, adquiridas pela Ala Barrhead em parceria com os Family Community Support Services, preservarão permanentemente a memória dos pioneiros afrodescendentes em Campsie, estado de Alberta, Canadá. Os santos dos últimos dias locais começaram a restauração deste local em 1997, em homenagem ao Dia de Serviço do Legado Pioneiro.

O novo recurso Árvores de Grupo Familiar permite que parentes vivos adicionem fotos, registrem datas e realizem outras tarefas em árvores genealógicas compartilhadas

Estes novos presidentes e diretoras de templo foram chamados pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em setembro, ou quando os novos templos forem dedicados.

Durante a reunião sacramental para os membros do Coro e Orquestra do Tabernáculo durante sua turnê pelas Filipinas, Élder Neil L. Andersen falou sobre talentos e seu serviço no crescimento da Igreja.