Menu

Presidente Ballard pondera sobre a dedicação do Templo Pocatello Idaho

President M. Russell Ballard talks about his life during an interview Saturday, Nov. 6, 2021, at the Church of Jesus Christ of latter-day Saints Temple in Pocatello, Idaho. Crédito: Drew Nash, para o Deseret News
Pocatello Idaho, temple of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints on Monday, Sept. 13, 2021. Crédito: Scott G Winterton, Deseret News
Elder Neil L. Andersen and his wife Sister Kathy Andersen give an interview Saturday, Nov. 6, 2021, at the Church of Jesus Christ of latter-day Saints Temple in Pocatello, Idaho. Crédito: Drew Nash, para o Deseret News
O Templo de Pocatello Idaho da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Pocatello, Idaho, foi fotografado na segunda-feira, 13 de setembro de 2021. A abertura de terra do templo foi na primavera de 2019. Crédito: Scott G Winterton, Deseret News
Ornate windows adorn the outside of the Church of Jesus Christ of latter-day Saints Temple on Sunday, Nov. 7, 2021, in Pocatello, Idaho. Crédito: Drew Nash, para o Deseret News
Sala de selamento do Templo de Pocatello Idaho. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Detalhes e enfeites de madeira no interior do Templo de Pocatello Idaho. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
The Church of Jesus Christ of latter-day Saints Temple is seen Saturday, Nov. 6, 2021, in Pocatello, Idaho. Crédito: Drew Nash, para o Deseret News

POCATELLO, Idaho — Após uma visitação pública quando cerca de 250.000 visitantes conheceram o Templo Pocatello Idaho, e antes da última visita ao templo antes de sua dedicação, Presidente Ballard e Élder Andersen compartilharam sua emoção do lado de fora do templo no sábado, 6 de novembro.

De pé perto da pedra angular que seria selada como parte dos procedimentos de dedicação, Presidente Ballard, presidente em exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, refletiu sobre o papel dos templos ao longo da história.

“Os templos sempre fizeram parte da obra de Deus — mesmo desde os primeiros tempos”, disse ele. “Os templos são lugares muito, muito sagrados para nós.”

Presidente Ballard falou sobre a aproximação que as pessoas têm com os templos por causa da conexão que eles fornecem com o outro lado do véu.

“Acho que é uma das coisas que muitos têm em comum — querer saber o que acontece quando as pessoas morrem”, disse ele. “Se você conhecer o evangelho, abraçá-lo e vivê-lo, tudo ficará bem. Tudo vai ficar bem.”

O então Élder M. Russell Ballard, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, Barbara, sorriem um para o outro antes de Élder Ballard falar aos alunos da Universidade Brigham Young durante um devocional realizado no campus Marriott Center em Provo na terça-feira, 14 de novembro de 2017.
O então Élder M. Russell Ballard, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, Barbara, sorriem um para o outro antes de Élder Ballard falar aos alunos da Universidade Brigham Young durante um devocional realizado no campus Marriott Center em Provo na terça-feira, 14 de novembro de 2017. | Scott G Winterton, Deseret News

Essa doutrina se tornou mais comovente para Presidente Ballard desde que sua esposa, a irmã Barbara Ballard, faleceu, há três anos. “Temos sete filhos. Temos 43 netos. Acabamos de ter nosso centésimo bisneto”, disse ele. “E ela está lá esperando por mim. Porque nos casamos no templo, é eterno. Ela está ausente por um período.”

Embora os templos sejam facilmente reconhecidos quando vistos em qualquer parte do mundo, eles não são apenas enfeites, disse Presidente Ballard. “O templo, em nossa Igreja, é um centro onde a eternidade e o mundo se conectam por causa das bênçãos que as pessoas recebem quando vêm para a casa do Senhor.”

Ele descreveu o serviço prestado nos templos por aqueles que já viveram na Terra e os convênios feitos por aqueles que estão vivos hoje. Tanto aqueles cuja jornada mortal acabou, quanto aqueles que estão aqui ou estão por vir, podem ser abençoados por templos como [este].

“É uma honra poder estar aqui para ajudar a dedicar o templo de Pocatello Idaho”, disse Presidente Ballard. “Ele será dedicado e entregue ao Senhor amanhã. É a casa d’Ele. É a Sua Igreja. E será uma experiência maravilhosa para os membros da Igreja terem aqui em Pocatello seu próprio templo, sua própria casa do Senhor, onde podem vir e receber essas bênçãos eternas e sagradas.”

Leia mais: O Templo Pocatello Idaho abre suas portas, oferecendo a primeira vista pública dentro de um templo em 590 dias

O Templo de Pocatello Idaho é visto no sábado, 6 de novembro de 2021, em Pocatello, Idaho.
O Templo de Pocatello Idaho é visto no sábado, 6 de novembro de 2021, em Pocatello, Idaho. | Crédito: Drew Nash, para o Deseret News

O templo em Pocatello é o primeiro dedicado no estado desde o templo de Meridian Idaho [em inglês], há quase exatamente quatro anos pelo então Presidente Dieter F. Uchtdorf.

Élder Andersen, membro do Quórum dos Doze Apóstolos, sente uma ligação especial com o 170º templo da Igreja.

“Eu cresci aqui em Pocatello e dirigia todos os dias para o ensino médio, direto naquela estrada que leva a escola”, disse Élder Andersen. “Eu me formei na Highland High School. Eu corri cross-country aqui no Highland Golf Course, e se tivesse um templo aqui, eu teria corrido muito mais rápido, tenho certeza.”

Ele disse que espera que outras pessoas também vejam um significado especial no templo.

“Todas as pessoas verem a luz na colina — que representa a Luz de Cristo, e talvez para outros que não são cristãos, a luz da bondade ou a luz da fé — é algo reconfortante”, disse o Élder Andersen. “Mesmo que eles não vejam a doutrina de Cristo ou de Deus exatamente como nós a vemos, eles têm esperanças e aspirações. (…) Acho que [o templo] pode trazer esperança e fé para muitas, muitas pessoas.”

Élder Andersen também falou sobre o serviço realizado no templo ,não como trabalho, mas como um tipo único de alegria.

“É uma alegria entrar no que poderíamos chamar de uma casa intermediária entre o céu e a terra e de repente ter a sensação de que somos seres eternos. E a vida continua muito além desta vida, então temos uma sensação maior de que a mortalidade é um breve período em nossa eternidade”, disse ele.

“Tudo no templo testifica da imortalidade da alma; portanto, se estamos fazendo o trabalho por pessoas que já existiram antes de nós, isso nos dá a certeza de que sim, elas realmente vivem. Seus espíritos individuais ainda estão lá.”

Élder Neil L. Andersen e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, concederam uma entrevista no sábado, dia 6 de novembro de 2021, no Templo de Pocatello Idaho, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Élder Neil L. Andersen e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, concederam uma entrevista no sábado, dia 6 de novembro de 2021, no Templo de Pocatello Idaho, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Crédito: Drew Nash, para o Deseret News

A irmã Kathy Andersen, esposa de Élder Andersen, disse que o templo não é apenas sobre o trabalho feito no templo, mas também o trabalho feito individualmente antes de servir no templo.

“Quando você tem um templo e pode frequentá-lo, o trabalho é pessoal, o que significa que preciso ser mais gentil e atenciosa e melhor com as pessoas ao meu redor, e pensar mais no Salvador”, disse ela.

“Há um desejo quando podemos ir ao templo ou ter um templo tão perto, para tentarmos ser mais — em nós mesmos, em nossos corações, em nossas vidas, em nosso espírito —como o Salvador”, ela disse. “Para mim, parte disso é um esforço pessoal para sermos mais dignos de entrar na Casa do Senhor. É magnífico.”

Uma parte específica do novo templo tocou o coração de Élder Andersen.

“Uma das coisas que me impressionou foi ver essa pintura de Minerva Teichert com a qual todos nós crescemos em Pocatello”, disse ele. “Minerva Teichert era uma artista bastante conhecida e membro da Igreja, e ver isso agora no templo (…) vê-la em seu lugar (…) é muito significativo.”

A pintura, chamada “Não estou sozinha” retrata Mary Fielding Smith com seu filho, uma parelha de bois e uma carroça, enquanto cruzavam as planícies como pioneiros. Ela era a viúva de Hyrum Smith, que foi martirizado com o Profeta Joseph Smith. O filho de Hyrum e Mary Smith, Joseph F. Smith, mais tarde se tornaria o sexto presidente da Igreja.

Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, de mãos dadas durante uma entrevista no sábado, 6 de novembro de 2021, no Templo de Pocatello Idaho de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, de mãos dadas durante uma entrevista no sábado, 6 de novembro de 2021, no Templo de Pocatello Idaho de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Crédito: Drew Nash, para o Deseret News

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Com sua habilidade de entrar em lugares que outros não conseguiam, Marcos ganhou o carinhoso apelido de la Pulga, espanhol para ‘A Pulga’. Sua história é a de se estar no lugar certo na hora certa, observa Lloyd Newell em “Música e Palavras de Inspiração” desta semana com o Coro do Tabernáculo na Praça do Templo.

Professores podem agora registrar a frequência às aulas por meio do aplicativo Ferramentas do Membro.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço