Menu

Espera-se audiência global à popular celebração cultural latina da Igreja — ‘Luz de Las Naciones’

A celebração latina anual da Igreja “Luz de Las Naciones” será transmitida para uma audiência global no sábado, 20 de novembro de 2021. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança brasileira Sinhá Pureza para a apresentação da Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Crédito: Colter Peterson, Deseret News
“Luz de las Naciones”, uma celebração da cultura hispânica no Centro de Conferências em Salt Lake City, realizada no sábado, dia 13 de novembro de 2004. O evento contou com música tradicional, músicas e dançarinos no saguão antes do evento e uma mensagem Crédito: Fotografia por Jason Olson.
Por gerações, os santos dos últimos dias latinos em Utah encenaram eventos culturais que, por fim, evoluiriam para as celebrações anuais da Igreja de “Luz de las Naciones”. Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
O solista Alex Melecio se apresenta durante os ensaios gerais para a apresentação do Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Crédito: Colter Peterson, Deseret News

Pelo segundo ano consecutivo, a celebração cultural latina anual da Igreja — “Luz de Las Naciones” [em inglês] (“Luz das Nações”) — será um evento virtual.

A decisão de apresentar o amado programa em um formato virtual foi motivada ainda pela pandemia atual. Durante anos, multidões de santos dos últimos dias latinos e seus amigos se reuniram no Centro de Conferências para desfrutar, pessoalmente, de músicas e danças empolgantes, além de ouvir mensagens sobre Cristo.

Enquanto a celebração de 2021 de “Luz de Las Naciones” não será ao vivo, “el espectáculo debe continuar” — o show deve continuar. O programa pré-gravado será transmitido no sábado, 20 de novembro, e poderá ser visto na página de transmissão da Igreja e no YouTube a partir das 19h (horário de Salt Lake City).

O tema deste ano é “Una Luz Para Todos” (“Uma Luz para Todos”) e contará com um elenco de centenas de dançarinos, cantores e outros artistas latinos que são santos dos últimos dias e amigos da fé.

O próximo programa, que é novamente projetado para cultivar a unidade em vastas comunidades latino-americanas, será concluído com uma mensagem gravada de Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos.

Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança brasileira Sinhá Pureza para a apresentação da Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019.
Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança brasileira Sinhá Pureza para a apresentação da Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. | Crédito: Colter Peterson, Deseret News

O amor e admiração de Élder Christofferson pela América Latina e sua rica e diversificada cultura são bem conhecidos. Quando jovem, ele serviu missão de tempo integral na Argentina e continua a utilizar seu conhecimento no idioma espanhol em várias designações eclesiásticas.

O popular evento anual teve origem em 2002. A versão de 2020 foi um lembrete do amplo alcance do programa. A audiência foi alta nas Américas, incluindo Estados Unidos e Canadá, e Europa.

As apresentações do programa “Luz de Las Naciones” virtual de 2021 foram filmadas em vários locais de Utah. Esteja preparado para ver uma influência latina urbana e moderna em alguns dos novos números musicais.

As raízes de “Luz de Las Naciones” remontam à década de 1920, quando os missionários começaram a pregar em espanhol entre os mexicanos que moravam em Salt Lake City. Em um ano, uma missão foi organizada e, dois anos depois, um pequeno ramo de língua espanhola foi criado, quando famílias da América Latina e da Espanha imigraram para Salt Lake City.

Em 1960, esse ramo havia crescido e se tornou a Ala Lucero.

Por gerações, os santos dos últimos dias latinos em Utah encenaram eventos culturais que, por fim, evoluiriam para as celebrações anuais da Igreja de “Luz de las Naciones”.
Por gerações, os santos dos últimos dias latinos em Utah encenaram eventos culturais que, por fim, evoluiriam para as celebrações anuais da Igreja de “Luz de las Naciones”. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Desde o início, os líderes da Igreja incentivaram os membros da Ala Lucero a desenvolverem seus talentos. Os líderes locais organizaram grupos para ajudarem os jovens a ganharem confiança no canto, dança e apresentações de teatro. Um desses grupos se apresentou na celebração do centenário da Igreja em 1930 no Tabernáculo.

Programas de dança e música ajudaram esses santos dos últimos dias a preservarem sua cultura e a passarem seu idioma para a próxima geração. Outras congregações santos dos últimos dias, em busca de entretenimento cultural para suas reuniões sociais, começaram a solicitar o entretenimento “Fiesta Mexicana” nos jantares das alas. Os membros da ala usaram essas oportunidades para levantar fundos para uma nova capela.

A abundância de talentos cultivados por meio dessas apresentações foi passada para as gerações seguintes e, eventualmente, ajudou a produzir o que hoje é o “Luz de Las Naciones”.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Novos conversos, crianças de 11 anos e membros que retornam à atividade podem ‘ter outra experiência espiritual e outra conexão’, diz Élder Andersen

“Eles podem ajudar de alguma forma e, quando fazem uma descoberta, esse entusiasmo é contagiante”, dizem palestrantes da RootsTech 2024

“Nossa paixão é ajudá-los a encontrarem as peças que faltam”, diz Steve Rockwood no início da RootsTech 2024

Da Mongólia ao Quênia e ao País de Gales, veja como líderes e membros da Igreja estão construindo relacionamentos inter-religiosos

Não importa o que as pessoas tenham realizado no passado, a vida é uma contínua busca para sermos melhores, incluindo melhor espiritualmente para serem mais gentil, mais esperançosos e mais amorosos, compartilha Lloyd Newell esta semana em “Música e Palavras de Inspiração”.

Em um mundo definido pela polarização política, tensões raciais e divisões culturais, o evangelho de Jesus Cristo pode promover a união