Menu

Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias e ShelterBox ajudam desabrigados após guerra, violência e desastres naturais

Maria got support from ShelterBox and Latter-day Saint Charities to rebuild her life after hurricanes destroyed her Honduras town in October and November of 2020. Crédito: ShelterBox
Maria and her children rest in front of their shelter in Honduras after two hurricanes hit their town in 2020. Crédito: ShelterBox
Nongoma has created a new home for her children after being forced to flee her village in Burkina Faso in 2020. Crédito: ShelterBox
Nongoma received a box with shelter and other supplies from a partnership between ShelterBox and Latter-day Saint Charities in 2020. Crédito: ShelterBox
Fanne said the cooking pots were a big help for her family as they stayed in Minawao Refugee Camp after fleeing violence in Nigeria in spring, 2020. Crédito: ShelterBox

O nível da água estava ficando mais alto na cidade de La Lima, no norte de Honduras, e Maria e sua família sabiam que deveriam abandonar sua casa. Os furacões Eta e Iota haviam atingido a costa em outubro e novembro de 2020. Por 15 dias, a família teve que se mudar de abrigo em abrigo.  

“Quando finalmente voltei para casa, vi que tudo estava mofado e inútil”, disse Maria. Uma organização humanitária sem fins lucrativos chamada ShelterBox [em inglês] doou à sua família um kit de emergência com itens essenciais como lonas, um conjunto de utensílios para cozinha, luz solar, um filtro de água, cobertores, uma rede para proteção contra mosquitos e ferramentas para construir um abrigo — materiais que são necessários para se montar uma casa depois de perder tudo.       

“A ajuda que recebemos da ShelterBox nos ajudou a reconstruir nossa casa após a tempestade. Tudo teve utilidade, especialmente a lona. Usei para cobrir os cantos e paredes da casa que haviam sido danificadas”, disse Maria.

A presidente da ShelterBox E.U.A., Kerri Murray, compartilhou a história de Maria como uma das milhares de pessoas que puderam ajudar em Honduras ,por meio de uma parceria com os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias. Depois dos furacões, famílias hondurenhas estavam morando em abrigos comunitários lotados. A ShelterBox usou uma doação dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias para dar uma resposta rápida ao país. Devido a esta parceria, 3.208 famílias desabrigadas receberam abrigo de emergência e utensílios domésticos básicos, o que lhes permitiu começar a se recuperarem do desastre.     

“Ouvimos de cada uma das famílias que o abrigo é o primeiro passo para sua recuperação”, disse Murray. Uma vez que as famílias conseguem atender a suas necessidades de moradia, elas podem estabelecer alguma normalidade em sua vida, restabelecer comunidades, voltar ao trabalho e as crianças podem voltar à escola. Eles podem começar a pensar no futuro.

Guerra, fome, furacões, inundações, terremotos e outros desastres desabrigaram centenas de milhões de pessoas em todo o mundo nos últimos anos. Existem mais pessoas desabrigadas em nosso mundo [neste momento] do que em qualquer outro momento da história registrada. Murray disse que os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias começaram sua parceria com a ShelterBox fornecendo subsídios e doações para projetos de abrigos em 2017, para apoiar os sírios refugiados e desabrigados pela guerra que precisavam de ajuda para se reerguer. E, desde então, a parceria tem ajudado centenas de milhares de homens, mulheres e crianças em todo o mundo.   

Nongoma é fotografada em frente à nova casa que ela montou para seus filhos depois de ser forçada a fugir de sua aldeia em Burkina Faso em 2020.
Nongoma é fotografada em frente à nova casa que ela montou para seus filhos depois de ser forçada a fugir de sua aldeia em Burkina Faso em 2020. | Crédito: ShelterBox

Ambas as organizações têm trabalhado juntas no Sudão, Burkina Faso e Camarões. Murray chama os desafios que as famílias enfrentam na Bacia do Lago Chade, na África, de crise esquecida. A violência de grupos militantes levou à deslocação em massa. Nongoma, 34 anos, mãe de sete filhos, faz parte de uma dessas famílias. Ela foi forçada a fugir de sua casa e de sua aldeia em Burkina Faso e viver em um campo de desabrigados desde então.    

“Houve alguns incidentes na aldeia vizinha no início do ano, mas pensamos que havíamos sido poupados — até que os grupos armados chegaram à nossa aldeia.  Eles começaram a atirar no mercado local, e meu marido, que estava lá, morreu. Fomos obrigados a fugir sem levar nada conosco”, disse ela.

Como tantos refugiados, Nongoma acabou fugindo com nada mais do que as roupas do corpo. Depois de chegar ao campo de refugiados, Nongoma recebeu um abrigo de emergência e outros suprimentos domésticos, o que lhe permitiu criar um novo lar para seus filhos, enquanto começou a trabalhar nas próximas etapas.   

“Com a ajuda dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias e da ShelterBox com as novas e lindas lonas, agora estamos bem acomodados e estou muito satisfeita”, disse ela.

Fanne cozinha uma refeição para sua família enquanto eles permanecem no Campo de Refugiados de Minawao depois de fugir da violência na Nigéria na primavera de 2020.
Fanne cozinha uma refeição para sua família enquanto eles permanecem no Campo de Refugiados de Minawao depois de fugir da violência na Nigéria na primavera de 2020. | Crédito: ShelterBox

Enquanto isso, Fanne é uma das milhares de mulheres refugiadas nos Camarões. Ela e seus filhos chegaram à fronteira depois de fugirem da violência do Boko Haram na Nigéria. Seu marido sofreu um ferimento e iria segui-los em breve. 

“Antes de chegar ao centro coletivo, não percebi o que estava acontecendo. Eu só estava preocupada em fugir e encontrar uma realidade cruel. Todas as minhas posses foram abandonadas. Não tinha documentos oficiais, comida, dinheiro ou roupas. Eu tinha perdido tudo”, disse ela.  

A ShelterBox incluiu a história de Fanne em seu relatório sobre seus esforços para ajudar 3.745 refugiados em Camarões. Fanne e seus oito filhos estão morando no Campo de Refugiados de Minawao. Ela recebeu ajuda da ShelterBox e dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias, incluindo uma barraca, cobertores, lâmpadas, balde, utensílios para carregar água e muito mais. Ela agora está tentando criar uma nova vida.

“Sinto-me segura na minha tenda, mas ainda é diferente da minha casa. Um lar é importante para qualquer pessoa, porque é o lugar onde você descansa depois de um dia estressante. É como um refúgio, pois o mantém a salvo da chuva, do sol e do vento. Meu objeto favorito é a panela que uso para cozinhar. Essa é a única coisa que não posso compartilhar; meus filhos comem graças a isso”, disse ela.

Durante emergências, pode-se ver o melhor da humanidade no esforço de resposta, disse Murray. E os voluntários de sua organização em equipes de resposta rápida conseguiram alcançar pessoas em nações onde ninguém mais poderia alcançar, por causa da ajuda de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Nongoma recebeu uma caixa com suprimentos para seu abrigo de uma parceria entre a ShelterBox e os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias em 2020.
Nongoma recebeu uma caixa com suprimentos para seu abrigo de uma parceria entre a ShelterBox e os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias em 2020. | Crédito: ShelterBox

Um exemplo foi quando o ciclone Harold, de categoria 5, devastou a nação insular de Vanuatu em abril de 2020, exatamente quando o mundo estava entrando em quarentena devido à COVID-19. Dezenas de milhares de famílias foram desabrigadas no desastre e as fronteiras foram fechadas por causa da pandemia, aumentando a complexidade para responder à região. Murray compartilhou: “Não tínhamos certeza se teríamos o apoio para ajudar a região, mas então recebemos um telefonema dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias oferecendo sua ajuda em Vanuatu. Ter o apoio dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias fez toda a diferença, e imediatamente começamos a construir nossa resposta na região.”

“Estas famílias pensaram que ninguém estava vindo para buscá-las. Fomos de ilha em ilha em barcos. Com o apoio dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias, fomos as únicas organizações de auxílio fora do Pacífico Sul que puderam responder em Vanuatu. Foi uma salvação para essas famílias”, disse ela.

Agora os grupos estão trabalhando juntos novamente para ajudar no Haiti depois do terremoto daquela ilha caribenha em agosto, e também trabalhando nos Programas de Adaptação ao Inverno na Síria para ajudar famílias refugiadas da guerra civil. A ShelterBox e os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias se concentram em ajudar as pessoas mais vulneráveis ​​nos países mais pobres, e a demanda por seus esforços de ajuda humanitária só está crescendo.   

“Fico com o coração mais aberto quando penso em nossa parceria com os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias”, disse Murray. “Sinto que a Igreja está no DNA de tudo o que fazemos”.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Milhares de pessoas ouvem mensagens de Élder David A. Bednar e de Élder Patrick Kearon durante seu ministério na Nigéria, Gana, Libéria e Costa do Marfim

O que as cantoras Lea Salonga e Ysabelle Cuevas e as personalidades da TV Suzi Entrata-Abrera e Paolo Abrera, disseram sobre se apresentar com o Coro do Tabernáculo na Arena MoA esta semana

O ministério de nove dias de Élder Neil L. Andersen nas Filipinas incluiu uma visita guiada com os jovens ao Templo de Alabang Filipinas, distribuição de cadeiras de rodas, celebrações de doações da iniciativa Seja a Luz do Mundo e reuniões com membros e missionários

As experiências compartilhadas criam “inclusão em uma comunidade global de irmãs da Sociedade de Socorro”, disse a presidente Camille N. Johnson.

Anúncios de estacas novas e reorganizadas ao redor do mundo

Durante o concerto de música sacra do Coro e Orquestra do Tabernáculo, em uma universidade católica centenária nas Filipinas, quatro jovens de diferentes origens religiosas compartilharam como a oração os ajuda.