Menu
Global

Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias fornecem 30 milhões de refeições a crianças de 9 países em desenvolvimento

As contribuições dos Serviços de Caridade dos Santos dos Últimos Dias para fornecerem refeições a crianças em idade escolar estão em andamento e continuam sendo necessárias em diversos países através do mundo, disse Élder Gerrit W. Gong em um comunicado d Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, os Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias estão ajudando a financiar os programas de alimentação escolar do Comboio de Esperança, em vários países em desenvo Crédito: Intellectual Reserve, Inc.
As Nações Unidas previram em julho de 2020 que as interrupções causadas pela COVID-19 poderiam conduzir um número adicional de 130 milhões de pessoas à fome crônica. De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, as Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Em parceria com o Convoy of Hope [Comboio de Esperança], e seu fornecedor de alimentos, Feed My Starving Children [Alimente Minhas Crianças Famintas], os Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias estão ajudando a financiar programas de alimentação escolar e dando a nutrição necessária para crianças de todo o mundo.

“Crianças com fome precisam de comida”, disse Élder Gerrit W. Gong, do Quórum dos Doze Apóstolos, em um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro. “Com um outro parceiro humanitário, estamos entregando 30 milhões de refeições a crianças em idade escolar, em nove países em desenvolvimento. Cada refeição inclui 482 calorias para sustentação da vida, com grãos, proteína, legumes e frutas. …

“Embora seja apenas um começo, nossas contribuições humanitárias estão em andamento e continuam sendo necessárias e bem-vindas em áreas vulneráveis como a Somália, Iêmen, Sudão do Sul, República Democrática do Congo e Zimbábue, assim como em regiões de conflito na Síria, Iêmen, Sudão do Sul, República Democrática do Congo e a região do Sahel na África, entre outras.”

De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, os Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias estão ajudando a financiar os programas de alimentação escolar do Comboio de Esperança, em vários países em desenvolvimento.
De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, os Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias estão ajudando a financiar os programas de alimentação escolar do Comboio de Esperança, em vários países em desenvolvimento. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

O Comboio de Esperança é uma organização religiosa sem fins lucrativos, que fornece alimentos, suprimentos e ajuda humanitária para populações carentes. A organização tem se mantido resiliente, apesar dos desafios da pandemia de COVID-19, disse Paul Holzer, Diretor de Compras.

“Devido às relações que temos com as escolas que servimos, as equipes do Comboio de Esperança em campo têm tido sucesso mantendo constante a doação de alimentos críticos aos estudantes para levarem para casa”, disse ele.

A nutricionista Cade Fields-Gardner tem trabalhado com o fornecedor de alimentos do Comboio de Esperança, Feed My Starving Children, em duas fórmulas novas de arroz fortificado, chamado de MannaPack [Pacote de maná], originalmente desenvolvido no início dos anos 90 e agora utilizado em áreas de insegurança alimentar em 70 países. O novo MannaPack Batata-D estabiliza os sintomas da diarreia, a qual tem sido a principal causa de mortalidade infantil, e o MannaPack Batata-W é um alimento complementar que ajuda a desmamar crianças de 7 a 12 meses de idade.

As Nações Unidas previram em julho de 2020 que as interrupções causadas pela COVID-19 poderiam conduzir um número adicional de 130 milhões de pessoas à fome crônica. De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, as doações dos Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos estão procurando ser parte da solução.
As Nações Unidas previram em julho de 2020 que as interrupções causadas pela COVID-19 poderiam conduzir um número adicional de 130 milhões de pessoas à fome crônica. De acordo com um comunicado feito pela Sala de Imprensa no dia 3 de fevereiro de 2021, as doações dos Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos estão procurando ser parte da solução. | Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

“Tem sido extremamente gratificante trabalhar com a Feed My Starving Children [FMSC], porque eles têm sido muito avançados — à frente de todos — desenvolvendo produtos para populações, necessidades e objetivos específicos”, disse Fields-Gardner à Sala de Imprensa.

“Suas fórmulas, para controlarem a diarreia e serem utilizadas após o período exclusivo de amamentação, são uma resposta a necessidades não atendidas até agora. A FMSC tem desenvolvido exatamente aquilo que tem sido necessário e recomendado: produtos alimentícios para alcançar resultados nutricionais e sanitários muito específicos.”

Leia mais sobre os esforços dos Serviços Humanitários dos Santos dos Últimos Dias para alimentar crianças com fome no site Church’s Newsroom.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço

Estes novos presidentes e diretoras de templo foram chamados para servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em setembro, ou quando os templos forem dedicados.

“Em um mundo com muitos muros, precisamos continuar construindo pontes”, disse Élder Dieter F. Uchtdorf enquanto estava na fronteira entre os E.U.A. e o México, antes da dedicação do Templo de McAllen Texas.