Menu
Global

‘Abrem suas casas e corações’: Membros da Igreja observam devoção e serviço muçulmano durante Ramadã

Santos dos últimos dias e outras comunidades inter-religiosas assistem ao disparo do canhão do Ramadã para marcar o fim do jejum diário, seguido por uma refeição iftar, em 2019. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Linton Crockford-Moore e Abdula compartilharam muitos jantares iftar com família e amigos. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Lembrar-se de Deus e se unir a outros para servir durante o mês sagrado do Ramadã são algumas das observações dos santos dos últimos dias que moram em Dubai, Emirados Árabes Unidos, conforme publicação da Sala de Imprensa da Igreja no Oriente Médio.

“Tenho observado que as pessoas são muito gentis e passam mais tempo com a família”, disse Eva Georgieva, membro da Igreja que mora em Dubai. “Morando no Oriente Médio e ouvindo o chamado para orar cinco vezes por dia, eu me pergunto: ‘Já orei o suficiente hoje? Eu me lembrei de Deus hoje?’”

O Ramadã, que continua até quarta-feira, 12 de maio, é marcado por jejum, oração, autorreflexão e reunião familiar. Os seguidores do Islã jejuam de comida e bebida do nascer ao pôr do sol. Eles usam esse tempo para aprofundar sua devoção e fazer ofertas aos pobres e necessitados. Várias organizações distribuem pacotes de alimentos para ajudar os necessitados.

Linton Crockford-Moore e Abdula compartilharam muitos jantares iftar com família e amigos.
Linton Crockford-Moore e Abdula compartilharam muitos jantares iftar com família e amigos. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Para Tamany Brown, é um lembrete de que existem muitas pessoas que querem ajudar os outros.

“Servir ao lado de outras pessoas em uma organização, renova minha esperança na humanidade”, disse Brown.

Ao pôr do sol, os muçulmanos compartilham uma refeição iftar [NT – refeição da noite que quebra o jejum diário durante o Ramadã] com família e amigos.

“Durante este tempo especial”, disse Linton Crockford-Moore que mora em Dubai, “sou realmente grato pelo amor, pela abertura e pela hospitalidade do povo deste país que, durante o sagrado mês do Ramadã, abrem suas casas e corações, convidando pessoas de todas as religiões para entrar e compartilhar comida, servindo aqueles que precisam, famintos e sozinhos.”

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.