Menu
Global

Milhões de pessoas participaram da RootsTech 2022, e isso foi só o começo

Aaliyah Rose canta durante o vídeo “Choose Connection” na RootsTech 2022 na quinta-feira, 3 de março de 2022. Crédito: Captura de tela do Youtube
Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch, fala ao vivo de Dubai, Emirados Árabes Unidos durante a sessão de encerramento da RootsTech 2022 no sábado, dia 5 de março de 2022. Crédito: Captura de tela FamilySearch.org
Da esquerda para a direita: Jonathan H. Wing, gerente da RootsTech; Élder Ulisses Soares, do Quórum dos Doze Apóstolos; Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch com seu marido, posam para uma foto no Rio de Janeiro, Brasil. Crédito: Fornecido por Jen Allen
Aaliyah Rose canta durante o vídeo “Choose Connection” na RootsTech 2022 na quinta-feira, 3 de março de 2022. Crédito: Captura de tela do Youtube
O CEO do FamilySearch, Steve Rockwood, fala durante a sessão de abertura da RootsTech 2022 na quinta-feira, 3 de março de 2022. Crédito: Captura de tela do FamilySearch.org
Élder Ulisses Soares, do Quórum dos Doze Apóstolos e sua esposa, a irmã Rosana Soares, sentados no interior do Templo do Rio de Janeiro, durante um segmento da transmissão do Dia de Descoberta Familiar. O vídeo foi apresentado no sábado, dia 5 de março de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
A atriz e modelo brasileira, Thaís Pacholek, com seu filho de 5 anos em uma foto mostrada durante sua apresentação na RootsTech 2022 na sexta-feira, dia 4 de março de 2022. Crédito: Captura de tela do FamilySearch.org
A RootsTech Connect 2022 contará com sete principais palestrantes de todo o mundo, apresentados nesta imagem. Em sentido horário, a partir do canto superior esquerdo, a padeira franco-americana Apollonia Poilâne, o cantor argentino Diego Torres, a comedia

A celebração da história da família, com duração de três dias da RootsTech 2022, foi o fim de semana de estreia, diz Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch. 

“Estamos apenas no começo”, disse ela. “Ainda temos alguns grandes planos para as próximas três semanas e além.”

Embora ainda estejam analisando o número de inscritos, o total de participantes e o tempo de engajamento do evento, os organizadores disseram que milhares de pessoas participaram da RootsTech. Em 2021, o primeiro ano em que foi realizado de forma totalmente virtual, o evento atraiu mais de 1 milhão de visitantes de 240 países e territórios

“Ficamos extremamente satisfeitos quando revisamos nossos objetivos e vimos o que os números estão nos mostrando no momento”, disse Allen. 

A celebração da história da família foi realizada de forma totalmente virtual pelo segundo ano consecutivo. Nos anos anteriores, a conferência havia sido realizada presencialmente no Salt Palace Convention Center, em Salt Lake City. Em 2021, os organizadores transformaram o evento em uma conferência totalmente virtual que foi chamada de “um experimento que funcionou” e “o corte da fita inaugural” para futuras conferências. 

A RootsTech teve seu início em 2011, com 3.000 participantes e expandiu sua audiência para 32.000 em 2020, além de milhares de pessoas que participaram via transmissão ao vivo. 

“A RootsTech passou por uma grande evolução nos últimos anos. E não tivemos medo de experimentar coisas novas”, disse Jonathan H. Wing, gerente da RootsTech. E algo que ficou extremamente claro para mim, é o fato de que as pessoas ao redor do mundo estão universalmente interessadas nas histórias de seus ancestrais, e o que as fazem ser quem são. E estamos ficando melhores nisso.” 

Veja a cobertura do Church News da RootsTech 2022 totalmente virtual

Da esquerda para a direita: Jonathan H. Wing, gerente da RootsTech; Élder Ulisses Soares, do Quórum dos Doze Apóstolos; Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch com seu marido, posam para uma foto no Rio de Janeiro, Brasil.
Da esquerda para a direita: Jonathan H. Wing, gerente da RootsTech; Élder Ulisses Soares, do Quórum dos Doze Apóstolos; Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch com seu marido, posam para uma foto no Rio de Janeiro, Brasil. | Crédito: Fornecido por Jen Allen

Um evento que se tornou global 

Este ano, os organizadores “realmente levaram em consideração, diferentes lugares ao redor do mundo, e refletiram sobre como poderíamos aumentar a participação e o engajamento em certas regiões”, disse Allen. 

“A questão não era apenas trazermos todas as pessoas do mundo à RootsTech.org”, disse ela. “Tratava-se de levarmos o conteúdo, a interação e as experiências da RootsTech para onde as pessoas estavam.” 

Os organizadores também consideraram como trazer mais energia para a conferência. 

Três dos sete palestrantes principais foram filmados em eventos ao vivo com a presença do público em Gana, na França e na Argentina. Os outros foram filmados em um estilo mais documentário. As sessões do Palco Principal incluíram segmentos sobre comida e danças típicas de várias culturas, juntamente com novos recursos do FamilySearch. Além disso, 60 das aulas foram apresentadas ao vivo, e várias ficaram lotadas rapidamente. 

Wing compôs uma canção original sobre o tema “Conectar” e um videoclipe musical foi lançado no início do evento. 

Em seu discurso de abertura, Steve Rockwood, CEO do FamilSearch, convidou os participantes a se conectarem com outras pessoas e compartilharem suas histórias com a hashtag #Conectar nas redes sociais. 

Leia mais: ‘Choose Connection’: A história por trás da canção original, videoclipe e campanha nas redes sociais da RootsTech 2022

De acordo com os comentários nas redes sociais, Wing notou “que as pessoas sentiram que foi uma mensagem oportuna para a situação na qual nos encontramos hoje. As pessoas realmente se identificaram com essa mensagem de escolher se conectar.”

Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch, fala ao vivo de Dubai, Emirados Árabes Unidos durante a sessão de encerramento da RootsTech 2022 no sábado, dia 5 de março de 2022.
Jen Allen, diretora de eventos do FamilySearch, fala ao vivo de Dubai, Emirados Árabes Unidos durante a sessão de encerramento da RootsTech 2022 no sábado, dia 5 de março de 2022. | Crédito: Captura de tela FamilySearch.org

Os líderes do FamilySearch tinham planos de ir à WorldExpo em Dubai, Emirados Árabes Unidos, e estavam trabalhando para filmar um dos principais palestrantes na cidade em janeiro. No entanto, com o surgimento da variante ômicron da COVID-19, os planos mudaram. Por fim, eles acabaram estando lá no mesmo fim de semana em que a RootsTech foi realizada, e Allen participou da sessão de encerramento ao vivo de Dubai. 

Eles filmaram uma apresentação em Dubai, além de uma sessão com o sheik Salem Bin Sultan Bin Saqr Al-Qasimi, palestrante convidado. As filmagens estão sendo compiladas, com planos para serem lançadas no site RootsTech.org. 

“Estamos animados para compartilhar isso com o mundo”, disse ela. 

Eles também experimentaram transmitir sessões da RootsTech na televisão nas Filipinas e em vários países da África Ocidental. “O que estamos aprendendo é que as pessoas estão interessadas em assistir a programas com conteúdo familial na TV”, disse ela.

Nii Dr. Tetteh Kwei II canta em um evento pré-gravado da RootsTech Connect em Acra, Gana, no dia 10 de novembro de 2021.
Nii Dr. Tetteh Kwei II canta em um evento pré-gravado da RootsTech Connect em Acra, Gana, no dia 10 de novembro de 2021. | Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Presencial, virtual, ou ambos os modos?

A RootsTech voltará a ser realizada presencialmente? 

Os comentários que o FamilySearch recebeu das pessoas estão divididos: algumas querem assistir às sessões da RootsTech em casa, ao passo que outras desejam fazê-lo presencialmente para que possam se concentrar melhor, disse Allen. 

“Não há como removermos o componente virtual”, disse Allen. Há pessoas que não podem viajar para Salt Lake City, e é difícil navegarem por várias aulas no Salt Palace. 

No entanto, ela vê como “as pessoas anseiam pela energia e conexão que resultam de estarem fisicamente na mesma sala.”

Sete mensagens dos principais palestrantes da RootsTech 2022: ‘Cada um de nós pode se conectar à sua maneira’

O CEO do FamilySearch, Steve Rockwood, fala durante a sessão de abertura da RootsTech 2022 na quinta-feira, 3 de março de 2022.
O CEO do FamilySearch, Steve Rockwood, fala durante a sessão de abertura da RootsTech 2022 na quinta-feira, 3 de março de 2022. | Crédito: Captura de tela do FamilySearch.org

“Agora, a pergunta realmente é: realizaremos um evento presencial em grande escala como costumávamos fazer? Não sei”, disse Allen.

Wing disse que eles estão estudando as lições aprendidas com a RootsTech 2022, à medida que prosseguem com o planejamento para o próximo ano. 

“Mal posso esperar para ver o que 2023 trará. Pode ser que seja uma conferência com um aspecto muito diferente. Talvez seja semelhante. Só o tempo dirá”, disse ele. A RootsTech 2023 será realizada de 2 a 4 de março de 2023. 

Mais do que um fim de semana

Eles queriam proporcionar uma experiência que, “no final das contas, engajasse pessoas de todo o mundo, com a esperança de que fosse algo positivo e edificante para elas”, disse Allen. 

As sessões de Dubai serão lançadas nas próximas semanas, disse Allen. Os anúncios de lançamento serão feitos nas redes sociais da RootsTech (no Twitter @RootsTechConf, no Facebook e no Instagram em @rootstechofficial).

A ferramenta Parentes na RootsTech estará disponível até o dia 25 de março. As sessões e aulas da RootsTech estão disponíveis para visualização sob demanda, e muitos participantes da RootsTech têm utilizado o recurso de playlist para poderem consultar as aulas com facilidade. Visite o site RootsTech.org para mais informações. 

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.