Menu

Presidente Henry B. Eyring aos formandos da BYU–Idaho: Em sua vida de aprendizado, busquem revelação pessoal

Cerca de 3.000 formandos da BYU–Idaho tiveram o privilégio de ouvir em sua formatura da noite de quarta-feira, oradores que os amam, acreditam neles e em seu sucesso.

Isto porque os três palestrantes também compartilham uma característica importante: o título de “presidente” no campus de Rexburg, Idaho.

Presidente Henry B. Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência; Élder Clark G. Gilbert, comissário de educação da Igreja; e o atual presidente da BYU–Idaho, Presidente Henry J. Eyring, todos participaram da cerimônia de formatura realizada no Centro da BYU–I na quarta-feira, 20 de julho.Presidente Henry B. Eyring foi presidente do Ricks College, predecessor da BYU–Idaho, de 1971 a 1977. Élder Gilbert serviu como presidente da BYU–Idaho de 2015 a 2017. E presidente Henry J. Eyring assumiu o comando da universidade da Igreja em 2017.

Em seu discurso aos formandos, Presidente Henry B. Eyring falou sobre garantias sobre o futuro.

Ele lembrou como, quando era estudante de física, o Espírito revelou a solução de um problema matemático complicado. Como líder e professor no Ricks College, ele sentiu uma revelação sobre o que dizer nas salas de aula ou nas reuniões do corpo docente.

Da esquerda para a direita: o vice-presidente acadêmico Rob Garrett, Presidente Henry B. Eyring, Élder Clark G. Gilbert e a irmã Christine Gilbert estão de pé enquanto os formandos entram no Centro da BYU–Idaho para a cerimônia de formatura na quarta-feira, 20 de julho de 2022. | Michael Lewis, BYU-Idaho

“As experiências que tive como aluno e ao presidir esta universidade confirmam meu testemunho de que podemos aprender e ser guiados pelo Espírito, se assim o desejarmos”, disse Presidente Henry B. Eyring.

Assim como ele foi abençoado com oportunidades de aprender por meio do Espírito, os formandos tiveram a oportunidade, por meio da educação da Igreja, seja na BYU–Idaho ou na BYU–Pathway, de obterem suas próprias experiências de como aprender pelo Espírito e identificar a verdade.

“A razão disso vem da verdade essencial de quem somos”, explicou Presidente Henry B. Eyring. “Antes de nascermos na mortalidade, éramos filhos espirituais do Pai Celestial. Aprendemos lições no mundo espiritual. Fizemos escolhas sobre o que era verdadeiro e o que era falso. Éramos indivíduos. Aprendemos pela experiência e pela instrução.”

Embora o véu impeça a todos de se lembrarem dessas lições, cada um veio à Terra com uma característica herdada de um Pai amoroso: uma sede natural de aprender e progredir.

“Temos a maravilhosa certeza de que nosso Pai Celestial está pronto e ansioso para nos abençoar com conhecimento”, disse Presidente Henry B. Eyring, exortando os ouvintes a buscarem experiências que aumentem seu conhecimento e iluminem sua compreensão.

Presidente Henry B. Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência, se dirige aos formandos reunidos no Centro da BYU–Idaho, durante a cerimônia de formatura realizada na quarta-feira, 20 de julho de 2022. | Michael Lewis, BYU-Idaho

“Vocês devem decidir e se comprometerem agora a fazer de seu lar uma casa de aprendizado, se cercando de escrituras, bons livros, música edificante e outras atividades de aprendizado.”

Quando se formou em Física, ele estava ansioso para fazer algo além de continuar com a luta dos estudos, lembrou Presidente Henry B. Eyring. “Mas, aprendi o que vocês descobrirão. … Aonde quer que vocês forem após a formatura, a necessidade de aprender em qualquer tarefa entediante não termina.”

Seja como professor, encanador, lojista, médico, enfermeiro ou bibliotecário, haverá mudanças rápidas e, portanto, será necessário um aprendizado rápido. “Como filhos de Deus, temos um desejo inato de aprender. Temos a promessa de que o que devemos fazer é pedir com fé pelo poder de aprender. Nossas orações serão respondidas com a oportunidade”, prometeu.

Ele então compartilhou a promessa das escrituras encontrada em Doutrina e Convênios 42:61: “Se pedires, receberás revelação sobre revelação, conhecimento sobre conhecimento, para que conheças os mistérios e as coisas pacíficas — aquilo que traz alegria, aquilo que traz vida eterna.”

Presidente Henry B. Eyring salientou que a promessa de inspiração depende dos desejos de cada um. “Nossa oração por conhecimento e aprendizado será respondida quando nosso desejo, o tanto quanto pudermos alinhá-lo, for o que o Pai Celestial e o Salvador desejam. Eles enviam o Espírito Santo para revelar o conhecimento que buscamos e precisamos.”

Formandos se reúnem para a cerimônia de formatura da BYU-Idaho, no BYU-Idaho Center em Rexburg, Idaho, na quarta-feira, 20 de julho de 2022. | Natalia Lopez, BYU-Idaho

À medida que os formandos, alunos, professores e líderes aplicarem os princípios da revelação pessoal, eles verão um aumento em seus desejos e habilidades. “Ele virá do arrependimento diário, da oração mais frequente e do constante aproveitamento das palavras das escrituras e dos profetas vivos”, disse ele.

Presidente Henry B. Eyring disse que viajou pelo mundo e viu o crescente fluxo de inspiração nas universidades da Igreja. “Foi maravilhoso para mim ver esse milagre se desenrolando como parte da Restauração contínua e da coligação acelerada de Israel. O futuro para vocês, para esta universidade e para o Sistema Educacional da Igreja fica mais brilhante a cada dia.”

Concluindo, Presidente Henry B. Eyring prometeu aos formandos: “O Espírito Santo confirmou a verdade para vocês hoje, e Ele confirmará, durante toda a sua vida de aprendizado, à medida que vocês buscarem e se qualificarem para isso.”

Em seu discurso, Élder Clark G. Gilbert fez referência à declaração profética feita por Presidente Henry B. Eyring, quando a universidade foi oficialmente reconhecida como uma formação de quatro anos, há 20 anos. “Aqueles formandos da BYU–Idaho se tornarão conhecidos por sua capacidade de elevarem as pessoas ao seu redor e agregarem valor onde quer que sirvam.”

Élder Clark G. Gilbert, Comissário do Sistema Educacional da Igreja, se dirige aos formandos da BYU-Idaho na cerimônia de formatura, no início na quarta-feira, 20 de julho de 2022. | Francisco Fierro, BYU-Idaho

Élder Gilbert disse então aos formandos: “Esta noite vocês começarão uma jornada para verem isso se cumprir em sua própria vida. Como formandos da BYU–Idaho, vocês foram preparados para elevarem e edificarem outras pessoas em seu futuro lar, na Igreja e nas comunidades em que vivem. Essas experiências nem sempre virão como chamados formais de liderança, mas virão na forma de ensinar silenciosamente, orientar e construir outras pessoas ao seu redor.”

Élder Gilbert e sua esposa, a irmã Christine Gilbert, despediram-se da BYU–Idaho duas vezes: uma quando deixou o emprego lá e outra depois que se tornou presidente da BYU–Pathway Worldwide, lembrou. Nas duas vezes, eles disseram a si mesmos: “Espero que haja Rexburg suficiente dentro de nós.”

Para os formandos prestes a deixarem sua “faculdade na colina”, Élder Gilbert disse: “Oro para que vocês também digam a si mesmos: 'Espero que haja Rexburg suficiente dentro de mim, não importa onde eu viva ou para onde eu vá'. Nós os amamos. Estamos empolgados com as grandes coisas que o Senhor tem reservado para vocês.”

O presidente Henry J. Eyring falou da necessidade de caminhos seguros, grades de proteção e refúgios seguros, depois de se lembrar de caminhar por uma trilha precária até um poleiro bem acima de Sun Valley, Idaho.

Os formandos se reúnem para a cerimônia de formatura da BYU-Idaho no I-Center. O presidente Henry J. Eyring compartilha sua mensagem através de um vídeo pré-gravado em virtude de ter testado positivo para a Covid. | Michael Lewis, BYU-Idaho

Alguém que agiu como um “guarda-corpo” na vida do presidente Henry J. Eyring foi a irmã Bonnie Hammond, que o conheceu tanto como aluno da terceira série do ensino fundamental quanto como um bispo novo e inexperiente. A irmã Hammond lhe deu abraços de “guarda-corpo” que “pareciam expulsar de mim qualquer tendência a me desviar do caminho seguro”, disse ele.

Os indivíduos também precisam de refúgios seguros: lugares ou circunstâncias que permitam que descansem fisicamente e recarreguem espiritualmente.

“Durante seu tempo como estudante da BYU-Idaho, vocês foram abençoados com caminhos seguros, fortes barreiras e refúgios seguros”, disse o presidente Henry J. Eyring aos formandos. “Vocês também desfrutam da perfeita sabedoria, amor e poder de nosso Salvador.”

Essas bênçãos podem continuar quando os formandos deixarem a universidade, disse ele. “À medida que vocês forem avançando, aproveitando as experiências vividas aqui, vocês e esta Igreja ficarão cada vez mais fortes, para o aperfeiçoamento dos filhos de nosso Pai Celestial.”

A universidade concedeu diplomas a 2.966 estudantes: 2.256 diplomas de bacharel e 806 diplomas de 2 anos. Destes, 1.110 eram alunos on-line e 1.147 começaram como alunos da BYU–Pathway Worldwide.

Formandos se reúnem para a cerimônia de formatura da BYU-Idaho no BYU-Idaho Center em Rexburg, Idaho, na quarta-feira, 20 de julho de 2022. | Michael Lewis, BYU-Idaho
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.