Menu

Abertura de terra realizada para segundo templo da República Democrática do Congo

A abertura de terra do segundo Templo da República Democrática do Congo, em 20 de agosto de 2022, atraiu dezenas de líderes governamentais, comunitários e inter-religiosos

O Templo de Lubumbashi República Democrática do Congo — o segundo templo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no país da África Central — está oficialmente em construção, após a cerimônia de abertura de terra realizada no sábado, 20 de agosto, em Lubumbashi.

Élder Matthew L. Carpenter, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área África Central, presidiu o evento e ofereceu a oração dedicatória no local da construção do templo.

“Sempre que um templo de Deus é construído, ele representa mais um símbolo de verdade, retidão e paz, à medida que procuramos aplicar os ensinamentos de Jesus Cristo”, disse Élder Carpenter em seus comentários.

Informações sobre a abertura de terra foram publicadas em ChurchofJesusChrist.org.

Élder Matthew L. Carpenter, presidente da Área África Central, discursa na cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022.
Élder Matthew L. Carpenter, presidente da Área África Central, discursa na cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Em sua oração, Élder Carpenter observou que os santos dos últimos dias em Lubumbashi, e arredores, esperaram “com grande expectativa por um templo que embelezaria esta terra”.

Ele acrescentou as seguintes palavras em sua oração: “Muitos de Teus filhos aqui, juntamente com sua posteridade e seus antepassados, estão ansiosos para receber as bênçãos das ordenanças e dos convênios sagrados disponíveis no templo.”

Élder Theirry K. Mutombo e Élder Ian S. Ardern, conselheiros da área e Setentas-Autoridades Gerais, também compareceram ao evento, além de vários líderes governamentais, comunitários e inter-religiosos, muitos dos quais participaram das formalidades de revolver o solo.

O Excelentíssimo Jean Louis Kalamba Ndingu, do gabinete do primeiro-ministro do país, disse, em nome do governo: “Sei que o templo é verdadeiramente a Casa do Senhor e que, em toda a história da humanidade, não há outra maneira para as pessoas se achegarem mais a Deus, a não ser que sigam o que é ensinado no templo. O templo será uma grande bênção, não apenas para os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mas também para todo o povo do Congo.”

Élder Matthew L. Carpenter, conversa com Madame Immaculee Bagabe Batete, do Ministério da Cultura, Artes e Relações Intercomunitárias, na cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022.
Élder Matthew L. Carpenter, conversa com Madame Immaculee Bagabe Batete, do Ministério da Cultura, Artes e Relações Intercomunitárias, na cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Outra líder governamental, Vossa Excelência Imaculee Bagabe Betete, do Ministério da Cultura, Arte e Relações Intercomunitárias, acrescentou: “O templo que será construído aqui é muito simbólico. Ele é um símbolo de união, que simboliza a presença do Espírito Santo e, por conseguinte, a presença de Deus. Meu convite aos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, os quais são cristãos, é que trabalhem incessantemente para concluir o templo e torná-lo uma realidade em sua vida.”

O templo de Lubumbashi, que está sendo construído em um terreno de 1.038 hectares, terá 1.793 m² e incluirá duas salas de investidura com capacidade para 30 pessoas cada. Edifícios complementares de 2.880 m² serão construídos no local, os quais incluirão um centro de distribuição e alojamento para visitantes e missionários.

Uma ilustração do exterior do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo.
Uma ilustração do exterior do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Presidente Russell M. Nelson anunciou um templo para Lubumbashi, República Democrática do Congo, na conferência geral de abril de 2020, um dos oito novos locais identificados na ocasião. Este foi o segundo templo anunciado para a nação da África Central, com o Templo de Kinshasa República Democrática do Congo dedicado em 2019.

Embora ter um templo no país seja melhor do que frequentar o Templo de Joanesburgo África do Sul, como era feito antigamente, Lubumbashi — uma cidade mineradora com cerca de 1,8 milhão de habitantes, localizada no extremo sul da República Democrática do Congo — fica a cerca de 2.300 km de Kinshasa, a capital do país, o que faz com que viajar ao templo ainda seja difícil.

Cerca de 90.000 santos dos últimos dias em 250 congregações residem na República Democrática do Congo.

A presidência da Área África Central enfatizou a importância de os santos dos últimos dias congoleses manterem recomendações para o templo atualizadas, em parte para se prepararem para a conclusão e dedicação do segundo templo do país.

Crianças da Primária são convidadas a revolverem o solo durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022.
Crianças da Primária são convidadas a revolverem o solo durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Carpenter mencionou que ficou “especialmente satisfeito” ao ver rapazes, moças e crianças participarem da abertura de terra, e lhes disse que “este templo será um farol de esperança e orientação espiritual, à medida que eles se preparam para receber suas próprias bênçãos do templo aqui”.

Élder Mutombo, natural da República Democrática do Congo, disse: “Lubumbashi é um ótimo lugar para estarmos hoje, a irmã Mutombo e eu somos muito gratos por estarmos aqui, esta é nossa terra natal, somos muito gratos por presenciarmos o amor de Deus pelo povo. Este templo abençoará vidas em ambos os lados do véu; este será um lugar de alegria, paz e aprendizado.”

E Élder Ardern disse que o evento o deixou “sem palavras”, pois foi uma experiência magnífica ter a presença de todas essas pessoas que aguardam por um templo erigido do solo em direção a Deus, as quais um dia terão o privilégio de entrar e realizar as ordenanças necessárias para que elas e seus antepassados possam voltar a viver com Deus novamente.”

O Coro da Estaca Lubumbashi República Democrática do Congo canta durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022.
O Coro da Estaca Lubumbashi República Democrática do Congo canta durante a cerimônia de abertura de terra do templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Lily Ilunga, santo dos últimos dias, mãe de cinco filhos e esposa de um líder local da Igreja, comentou sobre o dia memorável da abertura de terra. “Disse ao meu marido que foi como se eu estivesse sonhando: um sonho que eu queria que nunca acabasse. Não consigo encontrar palavras para expressar o que sinto hoje.

“Quando o templo foi anunciado para Lubumbashi, eu disse a mim mesma: ‘Nossa! Deus ouviu a humilde oração de Seus filhos, Ele ouviu minha oração.’”

Para mais informações e fotos, visite ChurchofJesusChrist.org [em inglês].

Aos 102 anos, Samson Kibwe é ajudado para poder revolver o solo durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022.
Aos 102 anos, Samson Kibwe é ajudado para poder revolver o solo durante a cerimônia de abertura de terra do Templo de Lubumbashi, na República Democrática do Congo no sábado, 20 de agosto de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço

Estes novos presidentes e diretoras de templo foram chamados para servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em setembro, ou quando os templos forem dedicados.

“Em um mundo com muitos muros, precisamos continuar construindo pontes”, disse Élder Dieter F. Uchtdorf enquanto estava na fronteira entre os E.U.A. e o México, antes da dedicação do Templo de McAllen Texas.

O Coro e Orquestra do Tabernáculo se apresentarão na Flórida e em Atlanta, Geórgia, em setembro de 2024, como parte da turnê “Hope”.