Menu

Iniciativa de estufas na Bósnia e Herzegovina permite que famílias desenvolvam autossuficiência

Igreja e Muslim Aid constroem 2.720 estufas, ajudando a aumentar a independência e o número de empregos

Através de sua estufa, Elkaz Hussein e sua esposa ganham a vida vendendo seu excedente de pimentas e tomates. Este ano, eles esperam ganhar mais dinheiro plantando morangos.

Hussein já teve dificuldade em encontrar trabalho na Bósnia e Herzegovina por causa de seu status de refugiado, e atualmente luta contra uma doença mental. Mas agora ele desfruta de maior autossuficiência por meio de sua estufa, segundo um relatório da Sala de Imprensa da Área Europa Central da Igreja [em inglês].

A iniciativa de construção de estufas entre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Muslim Aid [em inglês] começou com 20 estufas em 2014. Até o momento eles cofinanciaram 2.720 estufas na Bósnia e Herzegovina.

A Muslim Aid é uma organização não governamental religiosa internacional, que se esforça para ajudar os pobres a superarem o sofrimento em países da África, Ásia e Europa. A Muslim Aid está presente na Bósnia e Herzegovina há 15 anos [em inglês].

Tomates crescem em uma estufa na Bósnia e Herzegovina em janeiro de 2023. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Muslim Aid iniciaram o programa de construir estufas e oferecer treinamento às famílias em 2014.
Tomates crescem em uma estufa na Bósnia e Herzegovina em janeiro de 2023. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Muslim Aid iniciaram o programa de construir estufas e oferecer treinamento às famílias em 2014. | Muslim Aid

Em 2014, a taxa de desemprego no país chegou a 27%. A Igreja sentiu que seria mais eficaz trabalhar com a Muslim Aid em um projeto para aumentar o número de empregos por meio da autossuficiência. Elas decidiram construir estufas.

As estufas protegem as plantações do clima bósnio, triplicando assim a duração da estação de crescimento e duplicando a colheita das plantas cultivadas. Isso multiplica as oportunidades existentes na agricultura e permite que as famílias se alimentem e vendam o excedente, informou a Sala de Imprensa.

As famílias recebem equipamentos iniciais, incluindo a estufa, um sistema de irrigação, sementes e mudas para o primeiro ano de produção. Elas também recebem treinamento presencial de um agrônomo qualificado para produção de frutas e hortaliças e monitoramento regular.

Por conta dessas etapas, 90% das estufas concedidas há cinco ou mais anos continuam funcionando.

Haris Alajbegovic tem uma estufa e com ela, a tranquilidade de ter produtos saudáveis para alimentar sua família. “Isso não tem preço”, disse ele.

Haris Alajbegovic e seus dois filhos mostram sua estufa na Bósnia e Herzegovina em janeiro de 2023. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Muslim Aid têm uma iniciativa de construção de estufas no país desde 2014.
Haris Alajbegovic e seus dois filhos mostram sua estufa na Bósnia e Herzegovina em janeiro de 2023. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Muslim Aid têm uma iniciativa de construção de estufas no país desde 2014. | Muslim Aid
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Com sua habilidade de entrar em lugares que outros não conseguiam, Marcos ganhou o carinhoso apelido de la Pulga, espanhol para ‘A Pulga’. Sua história é a de se estar no lugar certo na hora certa, observa Lloyd Newell em “Música e Palavras de Inspiração” desta semana com o Coro do Tabernáculo na Praça do Templo.

Professores podem agora registrar a frequência às aulas por meio do aplicativo Ferramentas do Membro.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço