Menu

Xeique-ul-Islam do Azerbaijão se reúne com a Primeira Presidência

Em sua primeira viagem a Utah, Haji Allahshükür Hummat Pashazade encontrou uma esperança renovada para o futuro da humanidade, por meio de um relacionamento crescente

A Primeira Presidência da Igreja deu as boas-vindas ao líder espiritual dos muçulmanos no Azerbaijão esta semana. Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso, passou os últimos três dias se reunindo com líderes da Igreja e observando como a Igreja funciona.

“Desejo à Primeira Presidência e aos Élderes [do Quórum dos Doze Apóstolos] longevidade e bênçãos do Todo-Poderoso, para que sirvam às pessoas … o máximo possível”, disse o Xeique-ul-Islam.

Élder David A. Bednar e Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, também se reuniram com o Xeique-ul-Islam. Élder Rasband já havia se encontrado com ele no Fórum Inter-religioso do G20 na Itália em setembro de 2021.

Os líderes da Igreja, incluindo Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos (ao centro), se reuniram com Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso, e outros líderes religiosos do Azerbaijão na quarta-feira, 1º de março, no Edifício de Administração da Igreja.
Os líderes da Igreja, incluindo Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos (ao centro), se reuniram com Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso, e outros líderes religiosos do Azerbaijão na quarta-feira, 1º de março, no Edifício de Administração da Igreja. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Olá, meu velho amigo”, disse Élder Rasband quando os dois se encontraram novamente pela primeira vez em quase 18 meses.

“Sou especialmente grato por conhecer vocês, maravilhosos irmãos e irmãs do Azerbaijão”, disse Élder Rasband. “Eu desejo que saibam que nós seremos seus amigos.”

HISTÓRIA RELACIONADA
Fórum Inter-religioso do G20 é sobre conexões e solução de problemas mundiais, dizem líderes religiosos

Élder Jack Gerard, Setenta Autoridade Geral, também se reuniu com o Xeique-ul-Islam e azerbaijanos esta semana.

“Ele é um líder religioso muito importante, mas se tornou um bom amigo da Igreja”, disse Élder Gerard.

O Xeique-ul-Islam cumpre seu papel como líder religioso no Azerbaijão e na região do Cáucaso por 44 anos.

Ele disse que visitou Nova York, Washington, D.C. e Los Angeles ao longo de quatro décadas. Mas depois de visitar Utah pela primeira vez, ele disse: “Minhas impressões e opiniões sobre os Estados Unidos e Utah, em particular, mudaram para uma direção positiva.”

A viagem a Utah, para visitar os líderes da Igreja, foi planejada nos últimos três anos. O Xeique-ul-Islam disse que gostaria de ter vindo antes.

As diferenças servem um propósito

Embora as diferenças entre muçulmanos e membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias possam ser fáceis de se perceber, o Xeique-ul-Islam disse acreditar que essas diferenças servem um propósito para Deus.

Ele explicou que religião, idiomas e outras diferenças servem “apenas para tornarem nossos relacionamentos mais interessantes e nos ajudarem a nos conhecermos melhor.”

“Sinto que a Igreja de Jesus Cristo demonstrou sua atitude fraterna para conosco como muçulmanos. Isto é o que o Todo-Poderoso ordenou a todos nós para toda a humanidade, e nós fazemos o mesmo”, disse ele.

Élder David A. Bednar do Quórum dos Doze Apóstolos e Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso se cumprimentam no Edifício Memorial Joseph Smith em Salt Lake City na quarta-feira, 1º de março de 2023.
Élder David A. Bednar do Quórum dos Doze Apóstolos e Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso se cumprimentam no Edifício Memorial Joseph Smith em Salt Lake City na quarta-feira, 1º de março de 2023. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Gerard elogiou o Azerbaijão por ser um exemplo de trabalho com as diferenças entre seu povo, e outros, ao redor do mundo.

“O Azerbaijão é um [país] líder mundial em multiculturalismo, onde eles têm grande diversidade de fé, grande diversidade de etnias e aprenderam a viver em amor, harmonia e paz”, disse Élder Gerard.

“Esse é um modelo que devemos utilizar claramente em todo o mundo, ou particularmente nos Estados Unidos, onde devemos nos afastamos da polarização para nos vermos como realmente somos, nossa identidade divina como irmãos e irmãs, como filhos de um Deus amoroso.”

O Xeique-ul-Islam disse que este modelo não é exclusivo da Igreja de Jesus Cristo ou do Islã.

“Nenhuma religião abraâmica, nenhum livro sagrado, nenhum profeta, independentemente de serem judeus, cristãos ou muçulmanos, incita seus seguidores ao ódio… Todos nós somos filhos de Deus”, disse ele.

Esperança e música

Uma das partes mais memoráveis desta viagem a Utah foi a chance do Xeique-ul-Islam ouvir o famoso órgão sendo tocado no Centro de Conferências.

“Adoro música de órgão e costumava ouvir este tipo de música sempre que podia”, disse ele. “Acredite, minha alma se elevou ao ouvir aquela música.”

Essa foi uma das muitas paradas para o Xeique-ul-Islam e sua delegação. O grupo também visitou a Praça do Bem-Estar e a Universidade Brigham Young. A BYU anunciou recentemente que terá uma aula ensinando o idioma do Azerbaijão. O embaixador Khazar Ibrahim se reuniu com o presidente da BYU, Kevin J. Worthen, antes desse anúncio em janeiro. Ibrahim esteve aqui novamente esta semana com o Xeique-ul-Islam.

Ibrahim disse que seu país está animado com a perspectiva de ter estudantes da BYU viajando para o Azerbaijão, como parte de seus estudos. Ele disse que encontra esperança no fato de que a BYU ensina cultura e idioma juntos.

Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, recebe um presente de Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso, no Edifício de Administração da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 1º de março de 2023.
Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, recebe um presente de Haji Allahshükür Hummat Pashazade, Xeique-ul-Islam e Grão Mufti do Cáucaso, no Edifício de Administração da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 1º de março de 2023. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O Xeique-ul-Islam disse que também encontrou esperança nesta visita. Ele falou sobre ter conhecido, durante a viagem, uma pessoa que tem 50 netos.

“Imagine isso”, disse ele. “Ele fará o melhor para o bem e para um futuro positivo de seus netos.”

Todas as gerações enfrentam desafios, mas Deus espera que cada indivíduo mantenha a esperança, disse o Xeique-ul-Islam.

“Não podemos perder a esperança porque também é a vontade do Todo-Poderoso. Até o último suspiro, temos que ter esperança.” Essa esperança, no entanto, não é apenas uma ilusão ou baseada em necessidades de curto prazo, disse ele. Tem um propósito muito maior.

“Estou cheio de esperança de que o Todo-Poderoso nos ajude a salvarmos o mundo.”

Construindo um relacionamento

O Xeique-ul-Islam se encontrou com Élder Gary E. Stevenson na Indonésia, enquanto este estava no país para falar no evento R20, em novembro de 2022.

Ele também se encontrou com Élder Ulisses Soares no Cazaquistão, em setembro de 2022, no Congresso dos Líderes das Religiões Mundiais e Tradicionais.

A Igreja já forneceu ajuda humanitária ao Azerbaijão, mas atualmente não possui alas ou ramos no país com mais de 10 milhões de habitantes. O Islã é a religião predominante, mas o país está trabalhando para garantir a liberdade religiosa para aqueles que acreditam em outras religiões.

HISTÓRIAS RELACIONADAS
‘Todos são iguais perante Deus’, diz Élder Stevenson no fórum do R20 na Indonésia
‘Promover o bem comum’, diz Élder Soares a líderes religiosos mundiais
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.