Menu

Igreja anuncia mudanças nos requisitos de crédito e atualização na declaração oficial do propósito do Seminário

O que nunca mudará é que os requisitos do Seminário terão ‘foco em Cristo, nosso enfoque nos alunos e nossa base nas escrituras’, diz o administrador dos Seminários e Institutos da Igreja

Novas mudanças anunciadas pelos Seminários e Institutos de Religião de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, incluindo atualizações na declaração oficial do propósito e nos requisitos de crédito do Seminário, se destinam a ajudar os instrutores a criarem experiências que ajudarão a aprofundar a conversão dos alunos ao Salvador Jesus Cristo.

Chad H. Webb, administrador dos Seminários e Institutos da Igreja, destacou as mudanças durante um treinamento transmitido de para instrutores, administradores e outros funcionários do Sistema Educacional da Igreja, durante a Transmissão do Treinamento Anual dos Seminários e Institutos de 2023, na sexta-feira, 27 de janeiro.

“Mesmo com quaisquer mudanças ou ênfases em nossos esforços para ensinar o evangelho com eficácia, o que nunca irá mudar é nosso foco em Cristo, nosso enfoque nos alunos e nossa base nas escrituras”, disse Webb. “E sempre buscamos infundir, em nossas experiências de ensino e aprendizado, a inspiração e o testemunho do Espírito Santo.

“Tudo o que fazemos deve aprofundar nossa conversão a Jesus Cristo e Seu evangelho restaurado, porque Ele é a resposta para os desafios e as perguntas [dos alunos].”

Também durante a transmissão do treinamento anual, Élder Clark G. Gilbert, Setenta Autoridade Geral e comissário de educação da Igreja, anunciou cinco ênfases proféticas para os alunos do Seminário e Instituto, influenciadas pelos ensinamentos de Presidente Russell M. Nelson e outros líderes da Igreja.

  1. Conheçam sua identidade divina
  2. Usem o poder de Jesus Cristo e de Sua Expiação
  3. Permitam que Deus prevaleça e sigam Seu profeta
  4. Ensinem a verdade com amor
  5. Assumam a responsabilidade de seu testemunho

Quais são as mudanças para se receber crédito do Seminário?

Em relação às mudanças feitas para os requisitos de crédito do Seminário, Webb anunciou que a avaliação de aprendizado do aluno do Seminário passará de uma avaliação individual para uma revisão em grupo. Além disso, em vez de ler no livro de escrituras designado para o curso de estudo por 75% dos dias corridos do semestre, os alunos deverão ler passagens selecionadas do livro de escrituras a cada semestre e, em seguida, criar metas de leitura personalizadas adicionais.

Para prefaciar o anúncio, Webb compartilhou a parábola do semeador em Mateus 13, onde o Salvador fala de alguns grãos que produzem “cem, outros sessenta [e] outros trinta” (versículo 8).

“Esta terra não era a da beira do caminho, nem a dos lugares pedregosos ou era a semente que caiu entre os espinhos”, apontou Webb, acrescentando que tudo veio de uma boa terra.

Chad H. Webb, administrador dos Seminários e Institutos de Religião, fala a professores e administradores em todo o mundo sobre como melhorar o ensino à maneira do Salvador, na transmissão anual dos Seminários e Institutos de 2023.
Chad H. Webb, administrador dos Seminários e Institutos de Religião, fala a professores e administradores em todo o mundo sobre como melhorar o ensino à maneira do Salvador, na transmissão anual dos Seminários e Institutos de 2023. | Captura de tela de ChurchofJesusChrist.org

Esta parábola fez com que administradores se perguntassem se os requisitos atuais eram análogos a apenas reconhecer aqueles que produziram cem vezes mais e não os que geraram sessenta e trinta.

Essas mudanças no Seminário vêm do reconhecimento de que cada aluno tem um nível diferente de apoio familiar, de compreensão do evangelho e de compromisso pessoal, disse Webb. “Certamente, devemos ter grandes expectativas, mas também devemos ter cuidado para não desencorajar aqueles que estão fazendo o melhor nas circunstâncias em que se encontram.”

Webb destacou a reação de Presidente Henry B. Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência, à mudança quando ela foi discutida. “Fazer isso bem exigirá mais atenção pessoal e individual dos professores”, disse Presidente Eyring. “Isso irá acrescentar um fardo a eles, mas é um fardo que devem ter o prazer em carregar porque seus ministérios pessoais são tão importantes quanto a instrução em sala de aula. Se alguém pode fazer isso, são os seus professores. Eles são maravilhosos.”

“Vocês são maravilhosos”, concordou Webb, acrescentando que reconhece que metas individualizadas exigirão mais tempo e atenção dos instrutores. “Mas o que podemos fazer para abençoar nossos alunos, mais do que ajudá-los a criar o hábito pessoal diário de estudar as escrituras incentivados pelos motivos certos?”

Atualização da declaração de objetivo oficial

Na transmissão do treinamento anual de junho de 2020, Webb compartilhou os resultados de uma pesquisa realizada com milhares de jovens e adultos de quatro continentes. Eles então agruparam os resultados em três categorias: conversão, relevância e inclusão.

Em outras palavras, os jovens querem experiências que os aproximem de seu Pai Celestial: a conversão. Eles querem um lugar seguro e cheio de fé onde possam fazer perguntas sinceras sobre doutrina, história da Igreja e questões sociais que são importantes para eles: relevância. E eles também querem conexões com o Pai Celestial, com o professor e com os outros alunos da classe: inclusão.

Assim, nos últimos dois anos, os Seminários e Institutos de Religião têm se concentrado em fornecer experiências de aprendizado que levam à conversão, relevância e inclusão, e tornar essas experiências acessíveis a mais jovens e jovens adultos.

Webb explicou, na transmissão de sexta-feira, que esses princípios não são de igual valor. “O objetivo final é proporcionar experiências que convidem nossos alunos a aprenderem o evangelho e aprofundarem sua conversão a Jesus Cristo.”

Relevância e inclusão são importantes, mas um meio para um fim que, quando usado de forma eficaz, pode levar à conversão, explicou Webb.

O irmão Chad H Webb, administrador dos Seminários e Institutos de Religião, fala para professores e administradores em todo o mundo sobre como melhorar o ensino à maneira do Salvador, na transmissão anual dos Seminários e Institutos de Religião de 2023.
O irmão Chad H Webb, administrador dos Seminários e Institutos de Religião, fala para professores e administradores em todo o mundo sobre como melhorar o ensino à maneira do Salvador, na transmissão anual dos Seminários e Institutos de Religião de 2023. | Captura de tela de ChurchofJesusChrist.org

“A relevância que leva à conversão é mais do que simplesmente falar sobre assuntos de interesse com nossos alunos”, disse Webb. A relevância que leva à conversão é ajudar os alunos a compreenderem o plano do Pai Celestial, o papel central de Jesus e como as escrituras e os ensinamentos dos profetas modernos se relacionam com as circunstâncias e necessidades dos alunos. “Isso os ajuda a reconhecer como o evangelho responde às perguntas de sua alma.”

A inclusão que conduz à conversão é mais do que apenas o sentimento de pertencimento que acontece em uma equipe desportiva com amigos próximos. Envolve amor e respeito e inclui princípios que engajam as pessoas na causa do Salvador, ao ajudarem umas às outras a trilharem o caminho do convênio.

“As bênçãos da verdadeira inclusão, centrada no evangelho, também incluem conexões por convênio”, disse ele. “A inclusão, conforme definido pela perspectiva do evangelho restaurado, nos ajuda a conhecer nossa verdadeira identidade e nosso relacionamento eterno com nosso Pai Celestial. Nossos convênios estão disponíveis por causa de Seu amor por nós e nos unem a Ele, a nossa família e aos membros da Igreja, que prometeram carregar os fardos uns dos outros. Este tipo de inclusão conduz à conversão a Jesus Cristo e a Seu evangelho restaurado.”

Com isso em mente, Webb anunciou uma atualização da declaração do propósito dos Seminários e Institutos de Religião.

A declaração anterior dizia: “Nosso propósito é ajudar os jovens e os jovens adultos a entender os ensinamentos e a Expiação de Jesus Cristo e a confiar neles, a qualificar-se para as bênçãos do templo e preparar-se, com sua família e outras pessoas, para a vida eterna na presença do Pai Celestial.”

A declaração atual diz: “Nosso propósito é ajudar os jovens e os jovens adultos a fortalecerem sua conversão a Jesus Cristo e Seu evangelho restaurado, a qualificarem-se para as bênçãos do templo e prepararem-se, com sua família e outras pessoas, para a vida eterna na presença do Pai Celestial.”

Webb também disse que, com a disponibilidade do manual “Ensinar à Maneira do Salvador”, o manual do instrutor “Ensinar e Aprender o Evangelho” será descontinuado.

Mensageiros das boas novas

Antigamente, era considerado uma honra suprema ser escolhido para ser o mensageiro de boas novas, especialmente para ser o mensageiro de uma vitória na batalha, explicou Webb.

Isaías fez referência a este conceito quando disse: “Estes são os que proclamaram a paz, que anunciaram o bem, que proclamaram a salvação e que disseram a Sião: O teu Deus reina! E oh! quão belos foram os seus pés sobre os montes! E … quão belos são sobre os montes os pés dos que … estão proclamando a paz” (Mosias 15:14–16).

Estes versículos confortaram Webb quando ele era um jovem missionário com saudades de casa, contou ele, enquanto ponderava sobre receber confiança para ser o mensageiro da maior notícia que o mundo jamais poderia ouvir.

Estes instrutores são mensageiros das boas novas do evangelho de Jesus Cristo, disse Webb. “Obrigado por proclamarem a paz em um mundo de divisão e discórdia, e por trazerem luz e verdade a um mundo que pode parecer escuro e cheio de confusão. Esta é a verdadeira Igreja de Jesus Cristo. Vocês foram preparados e selecionados para serem mensageiros da paz para os jovens e jovens adultos da Igreja do Senhor. Que honra é representar Jesus Cristo, ensinar Seu evangelho e se esforçar para ensiná-lo à Sua maneira!”

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Anúncios de estacas novas e reorganizadas ao redor do mundo

Durante o concerto de música sacra do Coro e Orquestra do Tabernáculo, em uma universidade católica centenária nas Filipinas, quatro jovens de diferentes origens religiosas compartilharam como a oração os ajuda.

Membros do Coro e Orquestra do Tabernáculo aprendem sobre os laços entre os E.U.A. e as Filipinas no Cemitério e Memorial Americano de Manila, entre apresentações e ensaios, durante sua turnê pelas Filipinas. Veja também fotos do ensaio para o concerto de música sacra.

Saiba mais sobre as recentes doações da Igreja para hospitais e organizações de saúde no Camboja, Guam, Mongólia e Filipinas.

O então élder Rendell N. Mabey batizou no mar o fiel pioneiro Billy Johnson, em 1978. Agora, seus respectivos bisneto e neto estão servindo juntos na Missão Acra Gana

Primeira Presidência divulga ilustrações do exterior dos templos de Lone Mountain Nevada, McKinney Texas e Birmingham Inglaterra