Menu

Sarah Jane Weaver: O que aprendi com Élder Holland sobre exercer fé no Senhor, mesmo em meio a sofrimento incompreensível

Elder Jeffrey R. Holland of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints, and his wife Sister Patricia Holland walk at the Benbow family farm in Castle Frome, England on Thursday, Oct. 28, 2021. Holland’s 4th great-grand parents owned the farm and converted to The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints in 1840 through Wilford Woodruff. Jeffrey D. Allred, Deseret News
Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa para estudantes da BYU no Marriott Center em Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022. Crédito: BYU Photo
A história de Troy e Deedra Russell, apresentados nesta foto, foi destacada por Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, durante um devocional no campus da Universidade Brigham Young de Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022. Crédito: Troy Russell
The Benbow family farm in Castle Frome, England on Thursday, Oct. 28, 2021. Elder Jeffrey R. Holland’s 4th great-grand parents owned the farm and converted to The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints in 1840 through Wilford Woodruff. Jeffrey D. Allred, Deseret News
The Benbow family farm and former pond in Castle Frome, England on Thursday, Oct. 28, 2021 where hundreds of LDS converts were baptized. Elder Jeffrey R. Holland’s 4th great-grand parents owned the farm and converted to The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints in 1840 through Wilford Woodruff. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News
The Benbow family farm in Castle Frome, England on Thursday, Oct. 28, 2021. Elder Jeffrey R. Holland’s 4th great-grand parents owned the farm and converted to The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints in 1840 through Wilford Woodruff. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

CASTLE FROME, Herefordshire, Inglaterra — Realmente não há nenhum lugar como as colinas verdes e as pastagens ao redor de Benbow Pond em Herefordshire, Inglaterra. Louise Manning, proprietária, está disposta a compartilhar cada detalhe de sua fazenda e casa histórica. Ela fala sobre as ovelhas, o gado e as galinhas e, claro, o vento frio.

Este lugar permanece “praticamente inalterado desde 1840, quando Wilford Woodruff chegou”, disse ela no último mês de outubro, quando nos conhecemos.

Viajando pela Inglaterra para cobrir a designação ministerial única de três ex-missionários que serviram nas Ilhas Britânicas e agora são membros do Quórum dos Doze Apóstolos  — Presidente M. Russell Ballard,  Élder Jeffrey R. Holland e Élder Quentin L. Cook — tínhamos vindo a este lugar para gravar o testemunho de Élder Holland. Sua trisavó, Ellen Benbow, e seus pais adotivos, John e Jane Benbow, foram batizados aqui, nestas encostas escondidas, por Wilford Woodruff há de 180 anos.   

Élder Holland havia tido uma doença grave há mais de um ano. Mesmo assim, ele viajou para a Inglaterra após participar da conferência geral e cumprir designações que o levaram ao sul de Utah, três vezes em apenas duas semanas, e em seguida ao Havaí para empossar formalmente John S.K. Kauwe III como o 11º presidente da BYU-Havaí.

A fazenda da família Benbow em Castle Frome, Inglaterra, na quinta-feira, 28 de outubro de 2021. Os tataravós de Élder Holland eram donos da fazenda e se converteram à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 1840 por meio de Wilford Woodruff.
A fazenda da família Benbow em Castle Frome, Inglaterra, na quinta-feira, 28 de outubro de 2021. Os tataravós de Élder Holland eram donos da fazenda e se converteram à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 1840 por meio de Wilford Woodruff. | Jeffrey D. Allred, Deseret News

Nas Ilhas Britânicas, os três líderes haviam viajado para várias cidades, compartilhando seus testemunhos e se reunindo com missionários.

Todos estavam cansados.

Porém, quando Élder Holland se aproximou de Benbow Pond, ele se recusou a se sentar. Ele não iria – nem podia – permanecer sentado enquanto falava sobre este local tão importante para a história da Igreja e sua própria família.

Com sua esposa, a irmã Patricia Holland, ao seu lado — e se equilibrando com a bengala que estava usando com relutância — Élder Holland endireitou os ombros e falou sobre esta fazenda, para onde o Senhor havia guiado Seus primeiros apóstolos. Foi ali que todos, exceto um dos 600 membros da congregação local dos Irmãos Unidos na região, acabaram se filiando à Igreja. “É um momento muito importante na história da Igreja”, disse Élder Holland.

O local também marcou seu próprio caminho para se tornar membro da Igreja. John Benbow — um rico fazendeiro com uma bela mansão e 121 hectares viçosos — financiou a impressão do Livro de Mórmon na Inglaterra em 1840. Desejando se reunir com os santos em Sião e ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo, John e Jane pagaram pela passagem de pelo menos 40 outros membros da Igreja. Nos Estados Unidos, quando o Profeta Joseph Smith foi falsamente acusado e preso, John penhorou todos os seus bens como fiança. 

Porque sabia que a causa era verdadeira e não iria — nem podia — negá-la, John Benbow deixou sua vida confortável nas colinas de Herefordshire, enterrando sua esposa alguns anos mais tarde e passando seus últimos 11 anos em uma pequena casa de troncos, sem janelas, na extremidade sul do Vale do Lago Salgado.

Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa para estudantes da BYU no Marriott Center em Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022.
Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa para estudantes da BYU no Marriott Center em Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022. | BYU Photo

Hoje, pensei em John Benbow enquanto ouvia Élder Holland proferir seu discurso em um devocional na BYU. Ao discursar na maior universidade da Igreja pela segunda vez em apenas quatro meses, Élder Holland falou sobre a necessidade que os filhos fiéis do Senhor têm de exercer fé Nele — mesmo em meio a tragédias e sofrimentos incompreensíveis.

Élder Holland endireitou seus ombros e utilizou o poder da palavra — de uma maneira que só ele consegue fazer — para proferir a mensagem mais fundamental do evangelho de Jesus Cristo. Foi uma mensagem de que todos serão perdoados e devem perdoar para serem Seus; que a jornada até Ele exige que todos nós sigamos o seguinte conselho: “Aquietai-vos, e sabei que [E]u sou Deus” (Salmo 46:10).

Em prosa simples, mas poderosa, ele explicou por que o caminho do discipulado nunca foi fácil. Ele nos exortou a “praticarmos agora”, para que sejamos “fortes durante os momentos de aflição e refinamento que virão.”

“Acautelem-se”, disse ele, “que ao longo desta jornada há um certo grau de angústia. Isso é porque o caminho da fé ao conhecimento puro, das provas mortais às recompensas celestiais, sempre passa pelo Getsêmani.”

Como parte de seus comentários, Élder Holland relatou as experiências de Troy e Deedra Russell — um casal que encontrou paz depois que Troy Russell acidentalmente atropelou seu filho de 9 anos de idade, Austen, ao tirar sua caminhonete da garagem.

A história de Troy e Deedra Russell, apresentados nesta foto, foi destacada por Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, durante um devocional no campus da Universidade Brigham Young de Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022.
A história de Troy e Deedra Russell, apresentados nesta foto, foi destacada por Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, durante um devocional no campus da Universidade Brigham Young de Provo na terça-feira, dia 18 de janeiro de 2022. | Crédito: Troy Russell

“Podemos pensar que perder um filho da maneira que eles perderam Austen seria um teste suficiente para qualquer pessoa”, disse Élder Holland. “No entanto, quatro meses atrás, Deedra Russell foi atingida de frente por um motorista embriagado enquanto dirigia em uma rodovia interestadual. Após 132 dias de hospitalização — cerca de 40 deles em terapia intensiva — ela ainda está lutando por sua vida.

Com coragem notável e fé inabalável, o casal Russell perdoou o motorista, que também sobreviveu à colisão. Dito de forma simples, eles não fariam — nem poderiam ter feito — nada além de endireitarem seus ombros e se apoiarem em sua fé poderosa.

O pedido de Élder Holland na BYU repetiu seu testemunho em Benbow Pond — sobre seus ancestrais que trocaram 121 hectares em Herefordshire por uma casa de troncos em Sião porque eles não iriam — nem poderiam — negar o que sabiam. 

“O que precisamos”, disse ele, “de todos nós em conjunto, de vocês e de mim, das pessoas que estão inabaláveis na Igreja, bem como das que estão tendo dificuldades para se manterem firmes, é a poderosa fé, uma fé que nos sustente aqui e agora, não apenas no dia do julgamento ou em algum lugar na glória celestial.”

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.