Menu

Diário perdido de pioneiro é encontrado e doado à Biblioteca de História da Igreja

Mais de 165 anos depois que Joseph Crossley, de 19 anos, escreveu sobre sua jornada pelo Atlântico no navio Horizon e faleceu nas planícies de Wyoming, sua história está sendo contada

Joseph Jarvis Crossley tinha 19 anos quando ele e seus familiares embarcaram no navio Horizon [em inglês], com destino à América em maio de 1856.

Treinado como escriturário, Crossley escreveu sobre a viagem de um mês, através do Atlântico, em um diário de bolso, às vezes usando taquigrafia para descrever os eventos e as pessoas a bordo do navio.

Por alguma razão, Crossley parou de escrever depois que ele e os outros passageiros santos dos últimos dias desembarcaram em Boston. Os registros mostram que sua família chegou a Winter Quarters, Nebraska, e continuou pelas planícies com a malfadada companhia Martin de carrinhos de mão. O jovem faleceu em algum lugar perto de Martin’s Cove, em Wyoming.

Mais de 165 anos depois, seu pequeno diário, preservado por sua família e perdido por um período de tempo, foi recentemente encontrado por descendentes e doado, em 1º de março de 2023, à Biblioteca de História da Igreja de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

“É muito velho e está em péssimas condições”, disse Ben Smith, que participou da doação. “Nós o doamos à Igreja porque eles podem preservá-lo melhor do que nós.”

Uma cópia do bilhete que a família Crossley usou em sua viagem em 1856, a bordo do navio Horizon.
Uma cópia do bilhete que a família Crossley usou em sua viagem em 1856, a bordo do navio Horizon. | Fornecida por Ken Crossley

Encontrando o diário de Joseph Crossley

Um século após a viagem, o diário de Crossley foi traduzido da taquigrafia de Pitman para o inglês em Logan, Utah. A taquigrafia Pitman é um sistema fonético de escrita rápida baseado nos sons das palavras e não na ortografia convencional.

Uma transcrição do diário circulou e sua história foi contada em reuniões de família, o que ajudou a manter viva sua memória. O familiar que possuía o diário faleceu em 2009 e ninguém conseguiu encontrar o registro.

“Pensamos que estivesse perdido”, disse Hayden Smith, um membro da família que participou da doação.

Quase 15 anos depois, o diário foi descoberto inesperadamente no fundo de uma caixa, em um armário do porão da casa do membro da família no Texas. Muitos consideram a descoberta do diário um milagre.

“Tudo deu certo”, disse Ben Smith, filho de Hayden. “Parecia que estávamos sendo guiados para colocarmos isto nas mãos certas.”

Páginas manuscritas do diário de bolso de 1856, de Joseph Crossley. O diário foi recentemente doado à Biblioteca de História da Igreja.
Páginas manuscritas do diário de bolso de 1856, de Joseph Crossley. O diário foi recentemente doado à Biblioteca de História da Igreja. | Fornecida por Ben Smith

Informativo, bem escrito e íntimo

O diário de Crossley [em inglês] está em más condições, com as páginas quase caindo. É uma leitura curta, cerca de oito páginas quando digitadas, com espaços entre os parágrafos.

Mas o registro é bem escrito e informativo. Ele era o tipo de pessoa que um jornal contrataria, disse Jeff Anderson, o arquivista que recebeu a doação na Biblioteca de História da Igreja.

“Ele escreve bem e é muito culto para um garoto de 19 anos”, disse Anderson. “Naquela época, um escriturário era um pouco mais do que apenas um secretário. ... Sua caligrafia é valiosa.

Apesar de sua condição desgastada, o diário de Crossely é um dos melhores diários da travessia oceânica, disse Lyndia Carter, uma historiadora independente que estudou a companhia Martin de carrinhos de mão e o diário.

“O valor que vejo nele, e qualquer historiador também veria, é um dos melhores periódicos sobre como era a vida cotidiana no oceano”, disse Carter. “Também é muito íntimo e pessoal. ... É tão detalhado sobre como sua família estava sofrendo com enjoos, como era a rotina diária, como eles adoravam no navio, e como eles viviam o dia a dia. Portanto, é um diário valioso pelo fato de ser tão íntimo.”

Qualquer pessoa pode ler uma transcrição do diário no FamilySearch.org [em inglês].

“Há um pouco de intriga ali e um pouco de testemunho”, disse Ben Smith. “Houve um pequeno motim quando eles entraram no navio, que foi reprimido em minutos com novos marinheiros. ... Eles foram divididos em alas. ... Existem algumas bênçãos prometidas sobre a obediência, que era um tópico recorrente. Alguns fumavam embaixo do convés, algo que não deveriam fazer. Houve um pequeno surto de sarampo. Acho que todas as pessoas que morreram, foram lançadas ao mar.

Páginas manuscritas da taquigrafia de Pitman, do diário de bolso de 1856 de Joseph Crossley. O diário foi recentemente doado à Biblioteca de História da Igreja.
Páginas manuscritas da taquigrafia de Pitman, do diário de bolso de 1856 de Joseph Crossley. O diário foi recentemente doado à Biblioteca de História da Igreja. | Fornecida por Ben Smith

‘Você nunca sabe o que está lá fora’

Ken Crossley é outro membro da família que participou da doação do diário de Joseph Crossley. Ele ficou intrigado com a história de Joseph Crossley, desde que a conheceu quando era jovem.

De acordo com a pesquisa de Ken, Joseph Crossley tinha uma deficiência na perna, que talvez o impedisse de trabalhar nas minas, e o levasse a ser aprendiz de balconista. Como resultado, Joseph desenvolveu um talento para a escrita e escreveu sua experiência a bordo do Horizon, o que permitirá que historiadores e estudiosos aprendam mais sobre essa parte da jornada pioneira.

O diário contém os nomes de muitas pessoas e que outras pessoas podem reconhecer ou descobrirem como seus próprios antepassados.

Ken Crossley também espera ver uma digitalização de alta resolução das páginas desbotadas do diário.

“Isto será de interesse especial para os descendentes de todas as companhias pioneiras de 1856”, disse ele. “Você nunca sabe o que está lá fora. Quando você considera a história da família, acredito que, quanto mais você doa, mais recebe.”

HISTÓRIAS RELACIONADAS
Diários de Presidente Spencer W. Kimball já estão disponíveis on-line: Veja como acessá-los
Igreja celebra conclusão de projetos relacionados a Eliza R. Snow e Emmeline B. Wells
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.