Menu

Citações de Presidente Nelson em discursos de conferências gerais desde 2000

Leia uma citação de cada discurso de Presidente Nelson na conferência geral dos últimos 23 anos

No dia 9 de setembro, Presidente Russell M. Nelson completará 99 anos. Ele é o Apóstolo mais longevo e Presidente com mais idade de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em homenagem aos seus muitos anos de serviço como Apóstolo e Profeta, o Church News compilou uma citação de cada um de seus discursos na conferência geral desde o ano 2000.

À esquerda: Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa pela primeira vez, durante a sessão da manhã de domingo da conferência geral de abril de 1984, em 1º de abril de 1984. À direita: Presidente Russell M. Nelson, com sua esposa, irmã Wendy Nelson, acena para participantes ao deixarem o Centro de Conferências após a 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2023.
À esquerda: Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa pela primeira vez, durante a sessão da manhã de domingo da conferência geral de abril de 1984, em 1º de abril de 1984. À direita: Presidente Russell M. Nelson, com sua esposa, irmã Wendy Nelson, acena para participantes ao deixarem o Centro de Conferências após a 193ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2023. | Captura de tela de ChurchofJesusChrist.org; Jeffrey D. Allred, Deseret News

2000

“Como beneficiários da divina Criação, o que faremos? Devemos cuidar da Terra, ser mordomos prudentes e preservá-la para as futuras gerações. Precisamos amar e cuidar uns dos outros.” (“A Criação”, abril de 2000)

“Todos precisamos de orientação na vida. O melhor lugar para encontrá-la são as obras padrão e os ensinamentos dos profetas de Deus. Com esforço diligente, podemos colocar em prática essa orientação e assim qualificar-nos para todas as bênçãos que Deus reservou para Seus filhos fiéis.” (“Viver sob a Orientação das Escrituras”, outubro de 2000)

2001

“Aprendi que as bênçãos do templo são mais significativas quando a morte leva um ente querido de nosso círculo familiar. Saber que a dor da separação é apenas temporária, proporciona-nos uma paz que transcende nossa compreensão.” (“Preparação Pessoal para as Bênçãos do Templo”, abril de 2001)

“Ao passarmos pela vida, quando estamos em águas agitadas, o impulso instintivo de um pai de agarrar-se firmemente à mulher ou aos filhos pode não ser a melhor maneira de alcançar seu objetivo. Em vez disso, se ele se agarrar ternamente ao Salvador e à barra de ferro do evangelho, sua família desejará agarrar-se a ele e ao Salvador.” (“‘Ponha em Ordem Sua Casa’”, outubro de 2001)

Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a sessão da tarde de sábado da conferência geral de outubro de 2002.
Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a sessão da tarde de sábado da conferência geral de outubro de 2002. | Captura de tela de https://www.churchofjesuschrist.org/?lang=por

2002

“Embora não saibamos todas as coisas, sabemos que Deus vive e que nos ama. Permanecendo nesse firme alicerce, podemos buscar e obter a força necessária para suportar os pesados fardos de nossa vida.” (“Que Firme [É o Nosso] Alicerce”, abril de 2002)

“[Os membros da Igreja devem] individualmente ser pacificadores. ... Devemos levar o amor divino e as doutrinas reveladas da Igreja restaurada para nossos vizinhos e amigos. Devemos servir ao próximo de acordo com nossa capacidade e oportunidades.” (“‘Bem-aventurados os pacificadores’”, outubro de 2002)

2003

“Quando oramos, não devemos achar que podemos dar conselhos ao Senhor, mas devemos perguntar a Ele, e ouvir Seu conselho.” (“O Doce Poder da Oração”, abril de 2003)

“Faço parte de um maravilhoso quórum do sacerdócio. Desfrutamos de uma fraternidade preciosa. Oramos juntos, servimos juntos. Ensinamos, amamos e apoiamos uns aos outros. Os Doze têm formação muito diversa — empresarial, educacional, legal e científica. Mas nenhum deles foi chamado para servir por causa de sua formação. Na verdade, todos os homens chamados para cargos de responsabilidade no sacerdócio são escolhidos por causa de quem eles são e quem podem vir a ser.” (“Responsabilidade Pessoal no Sacerdócio”, outubro de 2003)

2004

“Assim como temos um espírito e um corpo físico, temos também raízes espirituais adquiridas desde a vida pré-mortal. Elas moldam nossos valores, nossas crenças e nossa fé. As raízes espirituais orientam nossa devoção aos ideais e ensinamentos do Senhor.” (“Raízes e Ramos”, abril de 2004)

“Quero expressar minha gratidão por nossos missionários idosos. Eles são jovens em espírito, sábios e dispostos a trabalhar. Eles até toleram os comentários de seus filhos brincalhões que às vezes trocam o pedido do Presidente Spencer W. Kimball de “Alargar os Passos” para “Arrastar os Pés Mais Depressa”. Esses queridos membros estão dispostos a servir e fortalecer a vida de outras pessoas.” (“Missionários Idosos e o Evangelho”, outubro de 2004)

Um casal missionário sênior sorri. Designações para missionários de serviço sênior agora estão disponíveis em templos nos EUA e no Canadá.
Um casal missionário sênior sorri. Designações para missionários de serviço sênior agora estão disponíveis em templos nos EUA e no Canadá. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

2005

“Agora é o tempo de nos prepararmos. Então, quando a morte vier, podemos seguir para a glória celestial que o Pai Celestial preparou para Seus filhos fiéis. Enquanto isso, para os pesarosos entes queridos que ficaram — como nossa família e eu — o aguilhão da morte é aliviado pela firme fé em Cristo, um perfeito esplendor de esperança, amor a Deus e a todos os homens, e um profundo desejo de servi-los.” (“Agora É o Tempo de Nos Prepararmos”, abril de 2005)

“Quando passamos por amargas provações, esse é o momento de fortalecermos nossa fé em Deus, de trabalhar com afinco e servir ao próximo. Então, Ele curará nosso coração quebrantado e nos concederá paz e consolo individualmente. Esses grandes dons não serão destruídos, nem mesmo pela morte.” (“Jesus Cristo — O Mestre que Cura”, outubro de 2005)

2006

“Quando vocês como marido e mulher reconhecerem seu papel divino em sua união — quando sentirem profundamente que Deus os uniu — sua visão será ampliada e terão uma compreensão melhor das coisas.” (“Fortalecer o Casamento”, abril de 2006)

“O Livro de Mórmon é um ponto central dessa obra [de coligar a Israel dispersa.] Ele declara a doutrina da coligação. Faz as pessoas aprenderem a respeito de Jesus Cristo, a acreditarem em Seu evangelho e a filiarem-se à Sua Igreja. Na verdade, se não houvesse o Livro de Mórmon, a coligação prometida de Israel não aconteceria.” (“A Coligação da Israel Dispersa”, outubro de 2006)

2007

“Os frutos do arrependimento são doces. Os conversos que se arrependem notam que as verdades do evangelho restaurado governam seus pensamentos e atos, moldam seus hábitos e forjam seu caráter. Tornam-se mais resistentes e capazes de negar-se a toda iniquidade.” (“Arrependimento e Conversão”, abril de 2007)

“O amor ao Livro de Mórmon aumenta o amor que temos à Bíblia, e vice-versa. As escrituras da Restauração não competem com a Bíblia: elas a complementam.” (“Testemunhos das Escrituras”, outubro de 2007)

2008

“O lar é o laboratório de Deus para o amor e o serviço. Nele, o marido deve amar a mulher, a mulher deve amar o marido e os pais e filhos devem amar uns aos outros. ... Graças ao grandioso plano de felicidade que Deus estabeleceu, podemos permanecer juntos em família para sempre — como seres exaltados.” (“Salvação e Exaltação”, abril de 2008)

“Embora a salvação seja uma questão individual, a exaltação é uma questão familiar. Somente aqueles que forem casados no templo, cujo casamento tenha sido selado pelo Santo Espírito da Promessa é que continuarão como marido e mulher depois da morte e receberão o mais alto grau da glória celestial ou exaltação.” (“Casamento Celestial”, outubro de 2008)

Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a sessão da tarde de sábado da conferência geral de abril de 2009.
Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a sessão da tarde de sábado da conferência geral de abril de 2009. | Captura de tela de https://www.churchofjesuschrist.org/?lang=por

2009

“Nós também podemos orar para sermos unos. Podemos orar para sermos unos de coração e pensamento com o Ungido do Senhor e com nossos entes queridos. Podemos orar por compreensão mútua e respeito entre nós e nosso próximo. Se realmente nos importamos com os outros, devemos orar por eles.” (“Ensinamentos das Orações do Salvador”, abril de 2009)

“A revelação de Deus é sempre compatível com Sua lei eterna. Ela nunca contradiz Sua doutrina. Ela é facilitada pela devida reverência a Deus.” (“Pedir, Buscar, Bater”, outubro de 2009)

2010

“Satisfazemos nosso anseio inato por vínculos familiares quando nos unimos a nossos antepassados por meio das sagradas ordenanças do templo.” (“Um Elo de Amor Que Une Gerações”, abril de 2010)

“Todo seguidor exemplar de Jesus Cristo pode tornar-se um membro missionário eficaz. Os membros e os missionários de tempo integral podem dar as mãos no trabalho de proporcionar as bênçãos do evangelho a amigos e vizinhos queridos.” (“Sê o Exemplo dos Fiéis”, outubro de 2010)

2011

“Por que precisamos de uma fé tão firme? Porque temos dias difíceis pela frente. É bem pouco provável que, no futuro, seja fácil ou bem aceito ser um fiel santo dos últimos dias.” (“Encarar o Futuro com Fé”, abril de 2011)

“Os filhos do convênio têm o direito de receber Sua doutrina e de conhecer o plano de salvação. Eles reivindicam isso fazendo convênios de importância sagrada. ... Eles guardam o convênio pela obediência a Seus mandamentos.” (“Convênios”, outubro de 2011)

O então Élder Russell M. Nelson fala sobre a mudança de idade para os missionários, após a sessão da manhã de sábado da conferência geral em 6 de outubro de 2012.
O então Élder Russell M. Nelson fala sobre a mudança de idade para os missionários, após a sessão da manhã de sábado da conferência geral em 6 de outubro de 2012. | Scott G Winterton, Deseret News

2012

“A cada dia, temos o desafio de recorrer ao poder da Expiação para que possamos realmente mudar, tornando-nos mais semelhantes a Cristo, e de qualificar-nos para a dádiva da exaltação e para viver eternamente com Deus, Jesus Cristo e nossa família.” (“Graças Demos a Deus”, abril de 2012)

“A decisão de servir uma missão molda o destino espiritual do missionário, de seu cônjuge e de sua posteridade por várias gerações futuras. O desejo de servir é um resultado natural da conversão, da dignidade e da preparação.” (“Perguntem aos Missionários! Eles Podem Ajudá-los!”, outubro de 2012)

2013

“Os membros e os missionários, conjuntamente, convidam todos a aprender sobre Deus, Jesus Cristo e Seu evangelho. Toda pessoa que tem perguntas deve buscar sinceramente e orar fervorosamente pela certeza de que essas coisas são verdadeiras. A verdade se manifestará pelo poder do Espírito Santo.” (“Pegue a onda”, abril de 2013)

“O uso sábio de nossa liberdade para tomar nossas próprias decisões é fundamental para nosso crescimento espiritual, agora e na eternidade. Nunca somos jovens demais para aprender nem velhos demais para mudar.” (“Decisões para a Eternidade”, outubro de 2013)

Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cumprimenta duas meninas após uma das sessões da 193ª Conferência Geral Anual em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2013.
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cumprimenta duas meninas após uma das sessões da 193ª Conferência Geral Anual em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2013. | Jeffrey D. Allred, Deseret News

2014

“Dia após dia, em seu caminho rumo a seu destino eterno, aumentem sua fé. Proclamem sua fé! Deixem sua fé transparecer!” (“Deixem Sua Fé Transparecer”, abril de 2014)

“Nosso apoio aos profetas é um compromisso pessoal de que faremos o máximo para defender suas prioridades proféticas. É a indicação com peso de juramento de que reconhecemos que seu chamado de profeta é legítimo e de que nos comprometemos a apoiá-lo.” (“Apoiar os Profetas”, outubro de 2014)

2015

“Pensem: Ao pagarmos o dízimo, devolvemos um décimo de nossa renda para o Senhor. Ao santificarmos o Dia do Senhor, reservamos um dia em sete para Ele. Portanto, temos o privilégio de consagrar tanto nosso tempo quanto nosso dinheiro a Ele que nos empresta a vida a cada dia.” (“O Dia do Senhor É Deleitoso”, abril de 2015)

Em julho de 2015, Presidente Nelson foi apoiado como Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos

“O reino de Deus não é e não pode ser completo sem as mulheres que fazem e guardam convênios sagrados, mulheres que podem falar com o poder e a autoridade de Deus!” (“Um Apelo às Minhas Irmãs”, outubro de 2015)

Presidente Russell M. Nelson e a irmã Wendy Watson Nelson na Pensilvânia, na dedicação do local recém-construído da Restauração do Sacerdócio em 2015.
Presidente Russell M. Nelson e a irmã Wendy Watson Nelson na Pensilvânia, na dedicação do local recém-construído da Restauração do Sacerdócio em 2015.

2016

“Somente um homem que tenha pago o real valor do poder do sacerdócio será capaz de realizar milagres para aqueles a quem ama e manter seu casamento e sua família seguros, tanto agora como por toda a eternidade.” (“O Valor do Poder do Sacerdócio”, abril de 2016)

“Quando o enfoque de nossa vida é o Plano de Salvação criado por Deus... em Jesus Cristo e Seu evangelho, podemos sentir alegria a despeito do que está acontecendo — ou não — em nossa vida.” (“Alegria e Sobrevivência Espiritual”, outubro de 2016)

2017

“O evangelho de Jesus Cristo está repleto de Seu poder, que está disponível a cada filho ou filha de Deus que O busca sinceramente. É meu testemunho que, quando invocarmos Seu poder em nossa vida, tanto Ele quanto nós nos regozijaremos.” (“Invocando o Poder de Jesus Cristo em Nossa Vida”, abril de 2017)

“Meus queridos irmãos e irmãs, testifico que o Livro de Mórmon é realmente a palavra de Deus. Ele contém respostas para as dúvidas mais intrigantes da vida. Ele ensina a doutrina de Cristo. Ele esclarece muitas das verdades “claras e preciosas” que foram perdidas por séculos e diversas traduções da Bíblia.” (“Como seria sua vida sem o Livro de Mórmon?”, outubro de 2017)

Os membros no Centro de Conferências apoiam a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, durante uma assembleia solene no Centro de Conferências em Salt Lake City, no sábado, 31 de março de 2018.
Os membros no Centro de Conferências apoiam a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, durante uma assembleia solene no Centro de Conferências em Salt Lake City, no sábado, 31 de março de 2018. | Ravell Call, Deseret News

2018

Após a morte de Presidente Thomas S. Monson, Presidente Nelson foi apoiado [em inglês] como Profeta e Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 14 de janeiro de 2018.

“Sou muito grato por todos os homens portadores do santo sacerdócio. Vocês são a esperança de nosso Redentor, que deseja ‘que todo homem, porém, fale em nome de Deus, o Senhor, sim, o Salvador do mundo’ (Doutrina e Convênios 1:20). Ele quer que todos os Seus filhos que foram ordenados para representá-Lo falem em favor Dele, ajam em Seu nome e abençoem a vida dos filhos de Deus no mundo todo para que ‘a fé também aumente [em toda a] Terra’ (Doutrina e Convênios 1:21). (“Considerações iniciais”, abril de 2018)

“A principal característica da Igreja verdadeira e viva do Senhor sempre será o esforço organizado e orientado de ministrar individualmente aos filhos de Deus e à família deles. Como esta é a Igreja Dele, nós, como Seus servos, ministraremos individualmente tal como Ele fez. Ministraremos em Seu nome, com Seu poder e Sua autoridade e com Sua terna bondade.” (“Ministrar com o poder e a autoridade de Deus”, abril de 2018)

“Uma das coisas que o Espírito tem repetidamente gravado em minha mente desde que fui chamado como presidente da Igreja é como o Senhor está desejoso de revelar Sua mente e Sua vontade. O privilégio de receber revelação é uma das maiores dádivas de Deus para Seus filhos.” (“Revelação para a Igreja, revelação para nossa vida”, abril de 2018)

“Esforços eficazes de ministração são capacitados pelos dons inatos das irmãs e pelo incomparável poder do sacerdócio. Todos nós precisamos de tal proteção contra as artimanhas astutas do adversário.” (“Ministrar como o Salvador”, abril de 2018)

Nossa mensagem ao mundo é simples e sincera: convidamos todos os filhos de Deus em ambos os lados do véu a se achegarem a seu Salvador, a receberem as bênçãos do templo sagrado, a desfrutarem de alegria duradoura e a se qualificarem para a vida eterna.” (“Trabalhemos hoje”, abril de 2018)

“O objetivo de longa data da Igreja tem sido auxiliar todos os membros a aumentar sua fé em nosso Senhor Jesus Cristo e em Sua Expiação, a fazer e cumprir seus convênios com Deus, e a fortalecer e selar a família deles.” (“Considerações iniciais”, outubro de 2018)

Retrato oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring.
Retrato de oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Retrato oficial do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em abril de 2018. Primeira fila, da esquerda para a direita: Presidente M. Russell Ballard e Élderes Jeffrey R. Holland, Dieter F. Uchtdorf, David A. Bednar e Quentin L. Cook. Fila de trás, da esquerda para a direita: Élderes D. Todd Christofferson, Neil L. Andersen, Ronald A. Rasband, Gary E. Stevenson, Dale G. Renlund, Gerrit W. Gong e Ulisses Soares.
Retrato oficial do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em abril de 2018. Primeira fila, da esquerda para a direita: Presidente M. Russell Ballard e Élderes Jeffrey R. Holland, Dieter F. Uchtdorf, David A. Bednar e Quentin L. Cook. Fila de trás, da esquerda para a direita: Élderes D. Todd Christofferson, Neil L. Andersen, Ronald A. Rasband, Gary E. Stevenson, Dale G. Renlund, Gerrit W. Gong e Ulisses Soares. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Minhas queridas irmãs, vocês têm dons e aptidões espirituais especiais. Nesta noite, peço a vocês, com toda a esperança de meu coração, que orem para compreender seus dons espirituais a fim de cultivá-los, usá-los e desenvolvê-los, mais do que jamais fizeram. Vocês transformarão o mundo ao fazerem isso.” (“A participação das irmãs na coligação de Israel”, outubro de 2018)

“Se nós, individual e coletivamente, desejamos ter acesso ao poder da Expiação de Jesus Cristo — para nos purificar e curar, fortalecer e magnificar e, por fim, exaltar-nos —, devemos reconhecê-Lo com clareza como a fonte desse poder. Podemos começar chamando Sua Igreja pelo nome que Ele decretou.” (“O nome correto da Igreja”, outubro de 2018)

“A construção e a manutenção de templos talvez não mudem sua vida, mas o tempo que despendem no templo sem dúvida mudará sua vida.” (“Tornar-nos santos dos últimos dias exemplares”, outubro de 2018)

2019

“O arrependimento não é um evento, mas um processo. Ele é a chave para a felicidade e a paz de consciência. Quando acompanhado da fé, o arrependimento permite que tenhamos acesso ao poder da Expiação de Jesus Cristo.” (“Podemos agir melhor e ser melhores”, abril de 2019)

“Na verdade, o próprio Salvador deixou bem claro que embora Sua Ressurreição garanta que cada pessoa que já viveu realmente ressuscitará e viverá para sempre, muito mais é exigido se queremos obter o elevado privilégio da exaltação. A salvação é um assunto individual, mas a exaltação é um assunto de família.” (“‘Vem, e segue-me’”, abril de 2019)

“Ao falarmos sobre nossos templos, sejam eles antigos ou novos, que cada um de nós indique por suas ações que somos discípulos verdadeiros do Senhor Jesus Cristo.” (“Considerações finais”, abril de 2019)

“... convidei os jovens de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias a se alistarem no exército de jovens do Senhor para participar da maior causa na Terra hoje: a coligação de Israel. ... A causa da coligação é uma parte essencial para ajudar a preparar o mundo e as pessoas para a Segunda Vinda do Senhor.” (“Testemunhas, quóruns do Sacerdócio Aarônico e classes das Moças”, outubro de 2019)

“Os céus estão abertos tanto para as mulheres que são investidas com o poder de Deus que emana de seus convênios do sacerdócio quanto para os homens que portam o sacerdócio. Oro para que essa verdade fique registrada em seu coração, pois acredito que ela mudará sua vida. Irmãs, vocês têm o direito de liberalmente invocar o poder do Salvador a fim de ajudar sua família e outras pessoas a quem amam.” (“Tesouros Espirituais”, outubro de 2019)

“Os santos dos últimos dias, assim como outros seguidores de Jesus Cristo, estão sempre procurando meios de ajudar, erguer e amar os outros. ... Eles de fato procuram viver o primeiro e o segundo mandamento. Quando amamos a Deus de todo o coração, Ele volta nosso coração para o bem-estar dos outros em um belo círculo virtuoso.” (“O segundo grande mandamento”, outubro de 2019)

“... [O] símbolo máximo da Restauração é o templo sagrado. Suas ordenanças e seus convênios sagrados são fundamentais para que o povo esteja preparado para receber o Senhor em Sua Segunda Vinda.” (“Considerações finais”, outubro de 2019)

Líderes da Igreja no Teatro do Centro de Conferências, no início da sessão da tarde de sábado da Conferência Geral, dia 3 de outubro de 2020.
Líderes da Igreja no Teatro do Centro de Conferências, no início da sessão da tarde de sábado da Conferência Geral, dia 3 de outubro de 2020. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

2020

“Nossa principal missão na vida é nos prepararmos para encontrar nosso Criador. Fazemos isso ao nos esforçarmos diariamente para nos tornar mais semelhantes a nosso Salvador, Jesus Cristo.” (“Mensagem de abertura”, abril de 2020)

“[O] propósito principal [da Igreja] é ajudar homens, mulheres e crianças a seguirem o Senhor Jesus Cristo, guardarem Seus mandamentos e se qualificarem para a maior de todas as bênçãos: a vida eterna com Deus e com seus entes queridos.” (“Abrir os céus em busca de ajuda”, abril de 2020)

“Nosso Pai sabe que quando estamos cercados de incerteza e medo, o que mais nos ajuda é ouvir Seu Filho.” (“Ouvir o Senhor”, abril de 2020)

O Brado de Hosana “é um tributo sagrado ao Pai e ao Filho, simbolizando a reação da multidão quando o Salvador entrou de modo triunfal em Jerusalém. Ele também reafirma o que o jovem Joseph vivenciou naquele dia no Bosque Sagrado, ou seja, que o Pai e o Filho são dois Seres glorificados a quem adoramos e louvamos.” (“O Brado de Hosana”, abril de 2020)

“Oramos para que vocês novamente se comprometam a verdadeiramente ouvir, escutar e obedecer às palavras do Salvador. Ao fazerem isso, prometo que nosso medo diminuirá e nossa fé aumentará.” (“Prosseguir com fé”, abril de 2020)

“Nosso espírito anseia por progresso. E a melhor maneira de fazermos isso é permanecendo firmes no caminho do convênio.” (“Seguindo em frente”, outubro de 2020)

“Tempos tumultuosos são oportunidades de florescermos espiritualmente. São uma época na qual nossa influência pode ser muito mais incisiva do que em tempos de calmaria.” (“Abraçar o futuro com fé”, outubro de 2020)

“... O único meio de sobreviver espiritualmente é estarmos determinados a permitir que Deus prevaleça em nossa vida, aprendermos a ouvir Sua voz e usarmos nossa energia para ajudar a coligar Israel.” (“Permita que Deus prevaleça”, outubro de 2020)

“Se querem realmente aceitar um novo normal, eu os convido a cada vez mais voltar o coração, a mente e a alma para nosso Pai Celestial e Seu Filho, Jesus Cristo. Que esse seja seu novo normal. (“Um novo normal”, outubro de 2020)

Presidente Russell M. Nelson falou para as vítimas de incêndios no oeste dos Estados Unidos no domingo, 15 de novembro de 2020, pedindo que olhem para o futuro com esperança.
Presidente Russell M. Nelson falou para as vítimas de incêndios no oeste dos Estados Unidos no domingo, 15 de novembro de 2020, pedindo que olhem para o futuro com esperança. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

2021

“Graças à Expiação do Salvador, Seu evangelho nos convida a continuar mudando, crescendo e nos tornando mais puros. Este é um evangelho de esperança, de cura e de progresso. Portanto, o evangelho é uma mensagem de alegria!” (“Mensagem de boas-vindas”, abril de 2021)

“Em meio às perdas que sofremos, há também algumas coisas que encontramos. ... Espero que tenham desenvolvido maior capacidade de ouvir o Senhor e de receber revelação pessoal. As provações geralmente são oportunidades de crescimento que não viriam de nenhuma outra forma.” (“O que estamos aprendendo e que jamais esqueceremos”, abril de 2021)

“Tudo o que é bom na vida — todas as bênçãos de significado eterno possíveis — começa com a fé. Permitir que Deus prevaleça em nossa vida começa com a fé no fato de que Ele está disposto a nos orientar. O verdadeiro arrependimento começa com a fé no fato de que Jesus Cristo tem o poder de nos purificar, de nos curar e de nos fortalecer.” (“Cristo ressuscitou; a fé que temos Nele moverá montanhas”, abril de 2021)

“Os templos são uma parte vital da Restauração do evangelho de Jesus Cristo em sua plenitude. As ordenanças do templo preenchem nossa vida com poder e força, as quais não estão disponíveis de nenhuma outra maneira.” (“A Covid-19 e os templos”, abril de 2021)

Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visita o Templo de Salt Lake Utah em Salt Lake City no sábado, 22 de maio de 2021.
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visita o Templo de Salt Lake Utah em Salt Lake City no sábado, 22 de maio de 2021. | Jeffrey D. Allred, Deseret News

“A doutrina pura de Cristo é poderosa. Ela muda a vida de todos os que a compreendem e que buscam implementá-la em sua vida. A doutrina de Cristo nos ajuda a encontrar o caminho do convênio e a permanecer nele. Permanecer nesse caminho estreito, porém bem definido, vai nos qualificar para que um dia recebamos tudo o que Deus possui. Nada pode ter mais valor do que tudo o que nosso Pai possui.” (“Verdade pura, doutrina pura e revelação pura”, outubro de 2021)

“Não estamos poupando esforços para dar a esse venerável [Templo de Salt Lake], templo, que se tornou cada vez mais vulnerável, um alicerce que suporte as forças da natureza até o Milênio. De modo semelhante, agora é o momento de cada um de nós implantar medidas extraordinárias — talvez medidas jamais tomadas — para fortalecer nosso alicerce espiritual. Tempos sem precedentes exigem medidas sem precedentes.” (“O templo e o nosso alicerce espiritual”, outubro de 2021)

“Meus irmãos e irmãs, suplico a vocês que reservem tempo para o Senhor! Façam com que seu próprio alicerce espiritual seja firme e capaz de sobreviver ao teste do tempo à medida que fazem as coisas que permitem que o Espírito Santo esteja sempre com vocês.” (“Reservar tempo para o Senhor”, outubro de 2021)

2022

“Queridos jovens amigos, cada um de vocês é vital para o Senhor. Ele os reservou até agora para ajudarem a coligar Israel. Sua decisão de servir missão, seja uma missão de proselitismo ou de serviço, abençoará vocês e muitas outras pessoas.” (“Pregar o evangelho da paz”, abril de 2022)

“Meus queridos irmãos e irmãs, com todo o desejo de meu coração, eu os exorto a entrar no caminho do convênio e a permanecer nele. Vivenciem a alegria do arrependimento diário. Aprendam a respeito de Deus e de como Ele trabalha. Busquem e esperem por milagres. Esforcem-se para encerrar os conflitos em sua vida.” (“O poder do ímpeto espiritual”, abril de 2022)

“Sim, devemos aprender com o passado; e, sim, devemos nos preparar para o futuro. Porém, o único momento de se fazer isso é agora. Agora é o momento em que podemos aprender. Agora é o momento em que podemos nos arrepender.” (“Agora é o momento”, abril de 2022)

“A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aceita toda a verdade que Deus transmite a Seus filhos, quer seja aprendida em um laboratório científico, quer seja recebida por revelação direta Dele.” (“O que é verdade?”, outubro de 2022)

“À medida que nos esforçamos para viver as leis mais elevadas de Jesus Cristo, nosso coração e nossa própria natureza começam a mudar. O Salvador nos leva para além da influência deste mundo decaído ao nos abençoar com mais caridade, humildade, generosidade, bondade, autodisciplina, paz e descanso.” (“Vencer o mundo e encontrar descanso”, outubro de 2022)

Presidente Russell M. Nelson anunciou 18 novos locais para a construção de templos, durante a sessão da tarde de domingo da conferência geral de outubro de 2022 no domingo, 2 de outubro de 2022.
Presidente Russell M. Nelson anunciou 18 novos locais para a construção de templos, durante a sessão da tarde de domingo da conferência geral de outubro de 2022 no domingo, 2 de outubro de 2022. | A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Que nunca percamos de vista o que o Senhor está fazendo por nós agora. Ele está tornando Seus templos mais acessíveis. Ele está acelerando o ritmo em que estamos construindo templos. Ele está aumentando nossa capacidade de ajudar a coligar Israel.” (“Concentrem-se no templo”, outubro de 2022)

2023

“Como discípulos de Jesus Cristo, devemos ser um exemplo de como interagir com o próximo; especialmente quando nossas opiniões divergem. Um dos meios mais fáceis de identificar um verdadeiro seguidor de Jesus Cristo é ver quão compassiva essa pessoa é com os outros.” (“Precisa-se de pacificadores”, abril de 2023)

“A despeito das perguntas ou dos problemas que vocês tenham, a resposta é sempre encontrada na vida e nos ensinamentos de Jesus Cristo. Aprendam mais sobre Sua Expiação, Seu amor, Sua misericórdia, Sua doutrina e sobre Seu evangelho restaurado de cura e progresso. Voltem-se a Ele! Sigam-No!” (“A resposta é sempre Jesus Cristo”, abril de 2023)

Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, entra no Centro de Conferências em Salt Lake City, antes da sessão da manhã de domingo da 193ª Conferência Geral Anual no domingo, 2 de abril de 2023.
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, entra no Centro de Conferências em Salt Lake City, antes da sessão da manhã de domingo da 193ª Conferência Geral Anual no domingo, 2 de abril de 2023. | Ryan Sun, Deseret News
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, a irmã Wendy Nelson, acenam para os participantes ao deixarem o Centro de Conferências após a 193ª Conferência Geral Anual em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2023.
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, a irmã Wendy Nelson, acenam para os participantes ao deixarem o Centro de Conferências após a 193ª Conferência Geral Anual em Salt Lake City, no domingo, 2 de abril de 2023. | Jeffrey D. Allred, Deseret News
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.