Menu

O que é o super cereal? Fundos da Igreja ajudam mães e crianças no Quênia a vencerem a desnutrição

Grande doação da Igreja permite que o Programa Mundial de Alimentos expanda seu tratamento nutricional com o super cereal para mais mulheres

Depois que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias doou US$ 32 milhões ao Programa Mundial de Alimentos [World Food Programme, ou WFP – em inglês] em setembro de 2022, a organização usou o financiamento para expandir imediatamente sua assistência alimentar para mães e crianças necessitadas.

Uma dessas maneiras é através do super cereal: um mingau altamente fortificado feito com uma mistura de milho, soja, leite em pó desnatado e adoçante. Ele fornece calorias, proteínas e vitaminas para gestantes e lactantes.

O WFP conseguiu expandir seu tratamento nutricional de oito para 15 países, para abençoar mais de 365.000 crianças e mais de 170.000 mulheres grávidas e lactantes, informou o ChurchofJesusChrist.org [em inglês].

Uma especialista em nutrição usa uma fita de inserção para medição de circunferência do braço (MUAC), para medir o nível de nutrição de uma criança no Campo de Refugiados Ifo no Condado de Garissa, Quênia, em 8 de dezembro de 2022. Esta ferramenta permite que os profissionais de saúde avaliem rapidamente se alguém está gravemente desnutrido.
Uma especialista em nutrição usa uma fita de inserção para medição de circunferência do braço (MUAC), para medir o nível de nutrição de uma criança no Campo de Refugiados Ifo no Condado de Garissa, Quênia, em 8 de dezembro de 2022. Esta ferramenta permite que os profissionais de saúde avaliem rapidamente se alguém está gravemente desnutrido. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Deka Hassan, nutricionista do Centro de Saúde Iftin em Garissa, no Quênia, disse que o super cereal estimula o sistema imunológico e as barreiras protetoras contra a anemia.

“É evidente para as mães que, uma vez que começam a comer o mingau, há fluxo de leite suficiente”, disse Hassan. “O bebê está saudável, a mãe está feliz e isso significa que a comunidade também está feliz.”

Fatima é uma dessas mães que vive no Campo de Refugiados de Ifo. Ela deu à luz 14 filhos, incluindo gêmeos. Ela recebeu o super cereal para cozinhar no fogão à lenha.

“Quando como o mingau, consigo obter leite materno, [com] o qual consigo amamentar meu bebê”, disse Fatima. “Assim, minha família me traz alegria. Estou feliz com meus filhos e, por enquanto, estamos todos saudáveis.”

Fatima e seu bebê mais novo recebem alimentação no Campo de Refugiados de Ifo no condado de Garissa, no Quênia, em 8 de dezembro de 2022.
Fatima e seu bebê mais novo recebem alimentação no Campo de Refugiados de Ifo no condado de Garissa, no Quênia, em 8 de dezembro de 2022. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A família está entre os 320.000 refugiados e solicitantes de asilo, muitos da Somália, que vivem em três assentamentos temporários no Quênia. Cada acampamento foi construído para acomodar 50.000 pessoas, mas hoje acomoda o dobro. Eles são administrados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), em colaboração com organizações como o WFP e a Cruz Vermelha do Quênia.

Conforme relatado em dezembro de 2022, a doação da Igreja ao WFP também está ajudando os refugiados nos campos a receberem alimentos ricos em nutrientes para comer.

Shahmat Warsame, coordenadora de nutrição do Condado de Garissa, disse que os suplementos e super cereal ajudam as pessoas a serem “mais bem-sucedidas [e] esperançosas. Isto faz com que as pessoas venham ao hospital e tenham fé de que agora receberão algo aqui.”

Ela continuou: “No final das contas, não apenas o condado é apoiado, até o país é apoiado. Toda a África é apoiada. Se não tivermos crianças gravemente desnutridas, se não tivermos pessoas morrendo, será um sucesso para o mundo.”

Fatima e sua família no Campo de Refugiados Ifo no Condado de Garissa, Quênia, em 8 de dezembro de 2022. Uma doação de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ao Programa Mundial de Alimentos permite que mais mulheres e crianças recebam alimentos ricos em nutrientes.
Fatima e sua família no Campo de Refugiados Ifo no Condado de Garissa, Quênia, em 8 de dezembro de 2022. Uma doação de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ao Programa Mundial de Alimentos permite que mais mulheres e crianças recebam alimentos ricos em nutrientes. | Leslie Nilsson, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
HISTÓRIA RELACIONADA
Refugiados no Quênia são abençoados por doação da Igreja ao Programa Mundial de Alimentos
Igreja doa US$ 32 milhões ao Programa Mundial de Alimentos, em sua maior doação individual até hoje
Igreja doa US$ 5 milhões ao UNICEF para beneficiar programa global de desnutrição
Líderes do UNICEF E.U.A. visitam Praça de Bem-Estar e celebram 10 anos de esforço global conjunto
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.

Com sua habilidade de entrar em lugares que outros não conseguiam, Marcos ganhou o carinhoso apelido de la Pulga, espanhol para ‘A Pulga’. Sua história é a de se estar no lugar certo na hora certa, observa Lloyd Newell em “Música e Palavras de Inspiração” desta semana com o Coro do Tabernáculo na Praça do Templo.

Professores podem agora registrar a frequência às aulas por meio do aplicativo Ferramentas do Membro.

Estes novos presidentes de missão e respectivas companheiras foram chamados a servir pela Primeira Presidência. Eles começarão seu serviço em julho.

A turnê do Coro do Tabernáculo pelas Filipinas começa com jovens apresentando danças tradicionais. Esta é a segunda parada da turnê “Hope” e a primeira vez do coro nas Filipinas.

Neste vídeo do Church News, “O êxodo de Nauvoo”, líderes e membros na histórica Nauvoo, Illinois, homenagearam os primeiros membros da Igreja, enquanto caminhavam cerca de dois quilômetro pela Parley Street, indo até o rio Mississippi.

Membro da Igreja no Alabama, Mary Helen Allred se sente feliz por poder usar o ServirAgora para continuar um legado de serviço