Menu

Travessia de barco pelo rio Congo une famílias para a eternidade no templo

Santos dos últimos dias da República do Congo se sacrificam e economizam para chegarem ao Templo de Kinshasa República Democrática do Congo

Depois de dois anos esperando que as restrições da COVID-19 diminuíssem, além de muito sacrifício financeiro, planejamento e fé, 41 membros da Igreja de Brazzaville, República do Congo, cruzaram o rio Congo de barco para entrarem no Templo de Kinshasa República Democrática do Congo.

Brazzaville e Kinshasa são as duas capitais mais próximas do mundo, mas são divididas pelo rio Congo, um dos maiores rios do mundo, explicou a Sala de Imprensa da Igreja na África [em inglês]. Os viajantes precisam atravessar de barco porque não há pontes ligando as duas cidades.

O grupo incluiu pais que puderam ser selados a seus filhos e jovens adultos que receberam suas próprias bênçãos do templo.

“Foi uma experiência espiritual inesquecível para os membros de Brazzaville”, disse o presidente Francois M. Mukubu.

Ele comentou sobre a preparação que os membros fizeram para comparecerem e a reverência que os adultos e as crianças demonstraram pelo templo. “Todos os oficiantes do templo ficaram muito felizes em compartilhar esta bela experiência com estes irmãos e irmãs.”

O rio Congo aparece em destaque nesta fotografia de Kinshasa, República Democrática do Congo em 2019.
O rio Congo aparece em destaque nesta fotografia de Kinshasa, República Democrática do Congo em 2019. | James Dalrymple, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Os membros falaram sobre planejarem e sonharem com o templo, e sentirem que algo estava faltando. Mas eles disseram que quando estavam no templo, sentiram leveza e paz e se sentiram gratos por Deus ter tornado isto possível.

Além de esperar que as restrições fossem suspensas, o grupo também precisou pagar pela hospedagem e pela travessia do rio, que é cara, apesar de ser curta.

O templo de Kinshasa, o primeiro na República Democrática do Congo, foi dedicado em 2019 [em inglês]. Um templo em Lubumbashi está atualmente em construção, tendo a abertura de terra sido realizada em agosto do ano passado, e um templo foi anunciado para Kananga na conferência geral de outubro de 2021.

Em abril de 2022, Presidente Russell M. Nelson anunciou planos para construir um templo em Brazzaville, República do Congo. Depois que o templo estiver pronto, os membros daquele país não precisarão atravessar o rio Congo para chegarem ao templo.

HISTÓRIAS RELACIONADAS
O que Élder Christofferson ensinou e aprendeu na República Democrática do Congo
Igreja ajuda a doar suprimentos de emergência a vítimas de conflito na República Democrática do Congo
Igreja reforma escola congolesa na África Central
Treinamento da Igreja se concentra em salvar mulheres e crianças na República do Congo
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.