Menu

Irmã Ardeth Kapp, ex-presidente geral das Moças, falece aos 93 anos

A nona presidente geral das Moças da Igreja serviu de 1984 a 1992 e apresentou os valores das Moças e o Progresso Pessoal

A ex-presidente geral das Moças, Ardeth Greene Kapp, faleceu no sábado, 30 de março. Ela havia completado 93 anos poucos dias antes.

A irmã Kapp serviu como a nona presidente geral das Moças de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de 1984 a 1992, e se tornou mentora de centenas de milhares de moças santos dos últimos dias. Sua presidência foi destacada pela introdução dos valores das Moças e pelo forte crescimento do programa Progresso Pessoal, encerrado em 2019.

Os serviços funerários ainda não foram anunciados.

Primeiros anos

A ex-presidente geral das Moças da Igreja, Ardeth G. Kapp, posa para uma foto em sua casa em Bountiful na quinta-feira, 11 de janeiro de 2018. | Credit: Spenser Heaps, Deseret News, Deseret News

A irmã Kapp nasceu em 19 de março de 1931, filha de June Leavitt e Ted Greene. Ela cresceu na pequena cidade de Glenwood, em Alberta, Canadá. Quando criança, ela trabalhou na mercearia rural de sua família e também foi chamada para lecionar na Primária desde muito jovem.

“Fui criada em uma família que dava alta prioridade à obediência”, disse ela à revista Ensign [em inglês] em 1984. “Sinto-me confortável em receber conselhos e seguir os líderes da Igreja.”

Embora a cidade da irmã Kapp tivesse apenas cerca de 250 habitantes, foi lá onde ela conheceu seu futuro marido. Heber Blaine Kapp foi missionário na Missão do Oeste Canadense de 1947 a 1949 e serviu na ala onde o pai de Ardeth era bispo. Ele descreveu a jovem de 16 anos em seu diário como “bonita e divertida, mas um tanto jovem.”

Mais tarde, a irmã Kapp estudou na Brigham Young High School (que encerrou as atividades em 1968) em Provo, Utah. O atual Presidente Dallin H. Oaks era colega de classe da irmã Kapp e escreveu em seu anuário do ensino médio que ela tinha “uma alma maravilhosa, que é seu bem mais precioso”, relatou o site LDS Living [em inglês].

Sobre deixar sua pequena cidade para cursar o ensino médio em Utah, a irmã Kapp disse: “Nunca me havia destacado na escola, mas … tive a forte impressão de que deveria estudar, embora muitas pessoas me dissessem que isso era tolice. … Às vezes, as pessoas têm muitos conselhos para vocês. Mas, ao final, vocês têm que seguir sua própria inspiração, embora ela talvez não faça sentido para outras pessoas até bem mais tarde. Às vezes, vocês têm que ter a coragem de trilhar sozinhos. … Era como subir uma escada. Eu tinha que largar uma mão antes de dar o próximo passo. [Era] uma bênção disfarçada.”

Ardeth G. e Heber B. Kapp em Bountiful, Utah, depois que a irmã Kapp foi chamada para servir como presidente geral das Moças.

Durante o tempo que passou na Brigham Young High School [Escola de Ensino Médio Brigham Young], ela se reconectou com Heber Kapp, o ex-missionário que serviu em sua cidade natal. Eles se casaram em 28 de junho de 1950, no Templo de Cardston Alberta.

O casal não pôde ter filhos, o que a irmã Kapp disse ter sido seu “maior desafio” [em inglês]. No entanto, em uma entrevista para o LDS Living em 2022 [em inglês], ela compartilhou sobre uma bênção que recebeu de Presidente Gordon B. Hinckley, na qual lhe foi prometido que criaria seus filhos durante o Milênio.

“E lembro-me de ter pensado: ‘Ah, se eu soubesse disso 30 anos antes, teria sido muito mais fácil’”, disse a irmã Kapp. “Mas eu precisava ser experimentada e testada. E continuo sendo.”

Apesar de ter sido reprovada duas vezes na escola pública, a irmã Kapp se tornou professora e obteve um diploma de bacharel pela Universidade de Utah e mestrado em Desenvolvimento Curricular pela Universidade Brigham Young.

Ela foi professora [em inglês] no Distrito Escolar do Condado de Davis, escreveu programas de TV para a Utah Network of Instructional Television [Rede de Televisão Instrucional de Utah], lecionou na Faculdade de Educação da BYU, onde coordenou o programa de Desenvolvimento de Liderança Estudantil e atuou em muitos conselhos e comitês, como o Comitê de Planejamento de Currículo da Igreja, Sistema Educacional da Igreja e Deseret Book Company.

Ela também é autora de vários livros, incluindo “Better Than You Think You Are” [Melhor do que você pensa que é], “Doing What We Came to Do” [Fazendo o que viemos fazer] e “The Joy of Believing” [A alegria de acreditar].

Programa das Moças

O serviço da irmã Kapp nas Moças começou em 1972, quando ela foi chamada como segunda conselheira na presidência geral das Moças, sob a presidência de Ruth H. Funk. Ela serviu nesse chamado até 1978. Em 1984, ela foi chamada como presidente geral das Moças, na mesma sessão da conferência geral em que Presidente Russell M. Nelson e Presidente Dallin H. Oaks foram apoiados como membros do Quórum dos Doze Apóstolos.

Convidada para falar naquela conferência geral sem aviso prévio, a irmã Kapp compartilhou uma mensagem de confiança nos líderes da Igreja e de esperança para os pais dos jovens.

“Tenho o privilégio de conhecer o poder e a força dos irmãos que participam dos conselhos da Igreja, guiando esta grande obra nestes últimos dias. E fazemos parte desse grande trabalho. Trabalharemos para que todas as jovens da Igreja permaneçam nas valentes fileiras da lealdade, do compromisso e da dedicação. Mães, permaneçam firmes; e pais, tenham coragem de serem fortes. Líderes, apoiem esses grandes pais. E juntos, em união, prepararemos uma geração que estará pronta para o Senhor, para que Ele possa ter uma casa de membros dignos quando Ele retornar.”

Em 1985, a irmã Kapp, juntamente com suas conselheiras e membros da junta geral, apresentaram o tema e os valores das Moças à Igreja, sob a direção da Primeira Presidência, informou o Church News [em inglês].

Refletindo sobre a jornada de um ano de descoberta no desenvolvimento dos valores, a irmã Kapp relembrou a “confusão no mundo sobre o papel das mulheres.” Assim, ela e suas conselheiras da época, as falecidas irmãs Patricia Holland e Maurine Turley, junto com outras, começaram com o que consideravam três questões fundamentais na vida das jovens: “um senso de sua própria identidade”, “um senso de direção” e uma resposta à pergunta: “Qual é o meu propósito?”

Em seguida, elas examinaram os “pilares” indispensáveis aos membros da Igreja: o batismo e as ordenanças e convênios do templo.

Dessas questões e pilares fundamentais surgiu o Tema das Moças: “Somos filhas de nosso Pai Celestial.... Serviremos ‘de testemunhas de Deus em todos os momentos e em todas as coisas e em todos os lugares...’” (Mosias 18:9).

Foram desenvolvidos valores, em oposição a metas, disse a irmã Kapp. “Os objetivos podem mudar, mas os valores nunca mudam. Os valores são a estrela-guia, são âncoras. Se tivermos nossos valores definidos, teremos uma base para tomarmos decisões.”

A irmã Ardeth Kapp, ex-presidente geral das Moças, apresentou os valores e o tema original das Moças. | Church News archives

É por isso que as metas do Progresso Pessoal, já implementadas em 1985, se enquadram na estrutura dos valores das Moças. As cores dos valores das Moças eram simplesmente lembretes fáceis para as jovens, disse a irmã Kapp.

Ela também disse que o logotipo das Moças que acompanha o lema, deveria ser “universal. Precisava ser atemporal.” É por isso que a sua presidência escolheu o contorno do rosto de uma jovem na chama de uma tocha, esta última representando a luz. A irmã Kapp chamou isso de “algo tão simples que não precisava de tradução para ninguém.”

Depois de receber a aprovação dos líderes do sacerdócio para o lema, tema e valores das Moças, a irmã Kapp se ajoelhou com suas conselheiras e outras pessoas e “expressou gratidão pela orientação, que vai muito além de nossa capacidade natural.”

A primeira transmissão via satélite das Moças foi realizada em 10 de novembro de 1985 [em inglês], durante a qual o novo tema e valores das Moças foram apresentados.

Em 1986, a primeira celebração mundial das Moças, “Nova Geração”, foi comemorada as convidando a escreverem seu testemunho, prenderem-no a um balão cheio de gás hélio e soltarem o balão no céu.

O programa Progresso Pessoal foi lançado posteriormente em 1989. (Ele foi descontinuado em 2019, substituído por uma nova iniciativa global para crianças e jovens).

Anos mais tarde, durante um almoço em homenagem a ela e à falecida irmã Elaine A. Cannon em 2010, a irmã Kapp se lembrou de ter trabalhado com suas conselheiras e a junta geral, para criar o tema das Moças e identificar os valores das Moças.

A presidência, disse a irmã Kapp, trabalhou o máximo que pôde e depois levou suas recomendações aos líderes do sacerdócio. Antes da reunião, a irmã Kapp disse que elas se ajoelharam em oração e pediram ao Senhor que abrisse os ouvidos dos irmãos para suas recomendações, se elas estavam certas e se era o momento certo para serem reveladas.

No final da reunião, o falecido Élder David B. Haight, do Quórum dos Doze Apóstolos, se levantou e disse: “‘Irmãs, hoje vocês não apenas abriram nossos olhos, mas também nossos ouvidos’”, relembrou a irmã Kapp.. “‘Sabemos quem está no comando.’”

Últimos anos

Após sua desobrigação como presidente geral das Moças, a irmã Kapp acompanhou o marido à Missão Colúmbia Britânica Vancouver, onde ele havia sido chamado como presidente de missão. Eles lideraram a missão de 1992 a 1995 e mais tarde serviram, de 2000 a 2003, como presidente e diretora do Templo de Cardston Alberta, o mesmo templo onde haviam se casado há mais de 50 anos.

Heber Kapp faleceu em 2017, aos 91 anos. Sobre seu marido, a irmã Kapp disse certa vez: “Sinto profunda gratidão por um companheiro que está empenhado em incentivar minha total dedicação.”

A irmã Kapp celebrou seu 90º aniversário em 2021. Durante uma comemoração de aniversário, a falecida irmã Patricia Holland disse que a irmã Kapp “ensinou fé, esperança e caridade”, informou o Church News [em inglês] na ocasião.

Irmã Ardeth Kapp conversa com amigos durante uma videochamada para comemorar seu 90º aniversário, no Thanksgiving Point em Lehi, Utah, no domingo, 21 de março de 2021. | Credit: Annie Barker, Deseret News

Naquele mesmo dia, a falecida irmã Janette Hales Beckham, que serviu como conselheira da irmã Kapp, antes de ser chamada como a 10ª presidente geral das Moças, disse que se lembrava de muitas ocasiões em que algo inesperado acontecia. Todas as vezes, disse ela, a irmã Kapp “inclinava a cabeça em oração e depois a levantava e nos dizia: ‘Isto se tornará bom para nós.’”

Irene Ericksen, que serviu na junta geral das Moças (agora conhecida como conselho consultivo geral das Moças), disse à irmã Kapp: “Você é uma das mulheres mais influentes da Igreja. Uma de suas maiores qualidades é sempre elevar os outros.”

A irmã Kapp foi homenageada novamente em junho de 2022, quando um novo pavilhão no Acampamento de Heber Valley recebeu seu nome, em celebração à sua vida e serviço. Ex-líderes gerais, bem como moças e voluntários do Acampamento de Heber Valley, participaram da cerimônia, realizada em uma tarde fria e e com ventania na entrada do acampamento de 3.642 hectares, localizado nas montanhas acima da cidade de Heber, Utah.

A irmã Kapp, diante das bandeiras coloridas do acampamento, chamou a nova geração de “força poderosa para a justiça.”

“Agradecemos por este acampamento que ajuda as Moças, e as [mulheres] mais velhas, a entenderem o seguinte: ‘Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas’ (Provérbios 3:5-6)”, disse ela..

Presidente Jeffrey R. Holland, Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, dedicou o novo pavilhão, recordando de quando se mudou com sua jovem família para Bountiful, Utah, há quase cinco décadas, e de terem sido recebidos pela irmã Kapp, andando de bicicleta. A irmã Patricia Holland mais tarde serviria como conselheira da irmã Kapp na presidência geral das Moças.

A partir da esquerda, Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, irmã Ardeth G. Kapp, ex-presidente geral das Moças de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a irmã Patricia T. Holland, posam para uma foto após a dedicação do Pavilhão Ardeth G. Kapp, no Acampamento para as Moças de Heber Valley, em Heber, Utah, na segunda-feira, 20 de junho de 2022. | Credit: Mengshin Lin, Deseret News

O então Élder Holland disse que o trabalho realizado sob a presidência da irmã Kapp, da irmã Holland e da irmã Maurine Turley foi fundamental para as moças santos dos últimos dias. “Nesse curto período, as jovens da Igreja assumiram uma identidade e um destino, e o significado disso sempre será atribuído à era de Ardeth Kapp.”

É apropriado, disse ele, que o nome Ardeth Greene Kapp seja o primeiro que uma jovem verá quando “chegar neste espaço dedicado, e o último que verá ao se despedir em lágrimas. Ela, cujo nome agora será associado a este pavilhão, lembrará, com um sorriso radiante, contagiante e com entusiasmo, gerações inteiras de moças que devem ser testemunhas de Deus em todos os momentos, e em todas as coisas, e em todos os lugares.”

HISTÓRIA RELACIONADA
Élder Holland: Novo pavilhão no Acampamento de Heber Valley e líder homenageada relembram todos de ‘servirem de testemunhas de Deus’
NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.